COMUNICADO-CBSURF-SELECAO-BRASILEIRA-JUNIOR-2024-PROGRAMA-DE-TREINAMENTO-1.2

O domingo de decisão coroou os campeões brasileiros do surf de base daoito categorias em disputa nessa última etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023. São Paulo conquistou o título por equipes desta temporada.

O último e decisivo dia de disputas do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 começou às 8 horas da manhã com as ondas novamente na faixa de 1 metro, com excelente formação para  a primeira fase da Sub-12 Feminino, última categoria a estrear na competição.

O destaque das quatro baterias desse primeiro round ficou para duas atletas alternates que marcaram as maiores somas desta fase: as irmãns gêmeas Eduarda e Júlia Stefani que fizeram 11.04 e 11.53 pontos respectivamente. Júlia ainda cravou a maior nota da bateria e dessa categoria até o momento (8.0 pontos).

A categoria Sub-12 Feminino nesse evento, em especial essa onda (nota 8.0 de Julia Stefani) me fez mudar todas as expectativas em relação ao surf feminino brasileiro, comparado as surfistas internacionais em um futuro muito próximo disse Jordão Bailo Junior, Coordenador Técnico da CBSurf e comentarista Web neste evento.

Título antecipado e finalistas da Sub-14 Masculino na Ferrugem

As semifinais Sub-14 Masculino foram pra água na sequencia, definindo mais quatro finalistas na prova. O primeiro confronto teve a vitória de Yuri Gabryel que marcou pontos para Santa Catarina, com Michel Demetrio (alternate SC) em segundo. Eles tiraram as chances de Lucas Messenger(SE) e Bernardo Bicalho(BA) de pontuarem para suas equipes na final.

Anuar Chiah(PR) já entrou na segunda semifinal como campeão brasileiro da Sub-14 Masculino, título assegurado ainda no sábado na praia da Ferrugem. Ele venceu a bateria numa batalha acirrada até o fim com Kailani Rennó(SP) em segundo. João Vítor(alt -SP) e Bernardo Brizola(RN) foram barrados nesse round. 

Semifinais Sub-12 Masculino e Feminino.

As últimas semifinais da competição a serem disputadas foram da categoria Sub-12 Masculino e Feminino. As meninas foram as primeiras a entrarem na água com um duelo interessante entre gêmeas na semifinal número um.

As alternates de Santa Catarina Kaylane e Kyara Antunes(SC) enfrentaram Júlia e Paula Stéfani, ambas alternates de São Paulo. A vitória ficou com Paula Stéfani, seguida de Kaylane Antunes, deixando de fora da disputa uma gêmea de cada lado.

Carol Bastides(SP) venceu com uma boa margem a segunda semi e colocou seu nome na final, com Manuela Medeiros (alt- SP) na segunda colocação. Manuela surfou uma esquerda longa e encaixou várias manobras até a beira para garantir sua classificação nos minutos finais da bateria.

As semis da Sub-12 Masculina entraram no mar em seguida, com a primeira bateria sendo disputada por de três pontuadores para suas respectivas equipes. O sergipano radicado em Florianópolis(SC) Luca Messenger(SE) se achou nas direitas da Ferrugem e fechou em primeiro lugar. Cauã Demski(SC) também apostou nas direitas, e com uma onda de 6.0 pontos passou para a final, superando Cauã Diniz(RJ).

Na disputa seguinte Vini Palma(SP) arrancou 7.33 numa excelente batida e se credenciou para a decisão, seguido pelo líder do ranking Iago Belloti(PB), que é de Baía Formosa(RN) mas estava defendendo a Paraíba na competição. O baiano João Jesus(BA) finalizou em terceiro na bateria.

Finais movimentam atletas e equipes na praia da Ferrugem 

As ondas se mantiveram com um excelente tamanho e perfeição para os melhores surfistas do país até 18 anos decidirem seus futuros na última disputa do ano.

Sub-12 Feminino- As finais tiveram a duração de 20 minutos e começaram com a categoria Sub-12 Feminino. A líder do ranking Carol Bastides(SP) começou bem a briga pelo título com uma onda 5.17, mas tomou a virada da alternate Manu Medeiros(SP) que respondeu com 5.57 e assumiu a primeira colocação da bateria.

Faltando um minuto pro término Carol Bastides(SP) fez 6.17 para vencer a etapa, garantir o título nacional da Sub-12 Feminino e fazer a festa da equipe de São Paulo nas areias da Ferrugem.

Sub-12 Masculino – Na decisão Sub-12 Masculino o líder do ranking Iago Bellotti(PB) iniciou sua trajetória rumo ao título  com a maior nota da final (8.33) logo em sua primeira onda. O paulista Vini Palma(SP) esboçou uma reação com um 5.83, mas logo foi barrado pela última apresentação de Bellotti que arrancou 6.63, e confirmou o título da etapa e do circuito neste ano.

Só de estar aqui estou muito emocionado, pois estou realizando um sonho de ser campeão brasileiro. Quero agradecer a CBSurf por realizar esse evento maravilhoso disse com desenvoltura Iago Bellotti(PB), novo campeão Sub-12 da CBSurf.

Sub-14 Feminino–  Em sua segunda final no dia, Carol Bastides(SP) começou devagar a disputa até achar uma nota 4.60 para liderar o confronto. Na cola dela estava a líder do ranking Maria Clara(RN), que não estava disposta a perder o título.

Nos cinco minutos finais a paulista mostrou sangue frio para garantir sua vitória na etapa com uma onda de 5.83 pontos, e conquistar o título brasileiro em sua divisão. Maria Clara(RN) finalizou a prova e o ranking na segunda colocação, Lanay Thompson(RJ) ficou em terceiro e Nalu Demski(PE) em quarto lugar na etapa.

Sub-14 Masculino – O paranaense Anuar Chiah(PR) já entrou na água com o título da Sub-14 garantido. O novo campeão brasileiro não decepcionou, e já começou a disputa com 7.0 pontos, mas logo sofreu a virada do catarinense Yuri Gabryel(SC) que fez 5.67 e 6.43 em duas ondas seguidas.

A resposta de Anuar Chiah veio no último minuto em uma esquerda bem trabalhada até a beira aplicando várias manobras. Anuar precisava de 5.10 e depois de alguns minutos de tensão esperando as notas, a virada saiu com 5.33 para o paranaense campeão brasileiro encerrar a temporada com título e vitória na etapa.

Sub-16 Feminino – Das quatro primeiras colocadas no ranking, três surfistas estavam na final da Sub-16 Feminino: a líder Maria Eduarda Cesar(BA), Aléxia Monteiro(RS)(3ª), Mayara Zampieri(SP)(4ª) e com Aurora Ribeiro(SP), que chegou na etapa na 9ª colocação.

Alexia Monteiro(RS) virou a bateria na segunda metade da disputa pra cima de Aurora Ribeiro(SP) e administrou o resultado até a sirene tocar para conquistar o título da etapa.

A então líder do ranking Maria Eduarda Cesar(BA) não se encontrou na grande final e terminou na quarta colocação, resultado que foi suficiente para lhe garantir o título de 2023 em sua categoria. Mayara Zampieri(SP) completou a lista em terceiro lugar na prova.

Sub-16 Masculino – As primeiras ondas do catarinense Ryan Martins e do paulista Lukas Camargo deram o tom da grande final Sub-16 Masculino. Ryan começou com 7.33 numa boa esquerda, com a resposta de 7.83 de Lukas Camargo numa batida forte de backside na junção da Ferrugem.

Ryan Martins(SC) não demorou a dar o troco com uma nota 6.0 numa combinação de manobras em sequencia e vencer a etapa, marcando pontos importantes para Santa Catarina. Eu não estava na disputa pelo título nacional, mas independente disso meu intuito era ganhar a etapa e graças a Deus deu tudo certo disse Ryan.

 Por outro lado quem comemorou o título nacional da Sub-16 foi Lukas Camargo(SP), que chegou nesta etapa em segundo no ranking. Com o vice-campeonato na etapa ele alcançou um de seus principais objetivos no ano.

Sub-18 Feminino-  A penúltima final do dia reuniu as quatro melhores surfistas da Sub-18 Feminino desta etapa. Kiany Hyakutake(SC) largou na frente e liderou boa parte da bateria, mas levou a virada de Aysha Ratto(RJ) que surfou uma onda de 6.0 pontos muito bem executada.

Novamente a catarinense conseguiu virar o resultado a seu favor, e a poucos minutos do término da bateria a surfista natural de Buzios(RJ) Aysha Ratto mais uma vez correu atrás do resultado e buscou a nota que precisava para vencer a etapa.

Não estava na briga pelo título, mas estou muito feliz com minhas performances nesse evento e esse resultado. Deus sabe o quanto eu estava trabalhando por essa vitória que finalmente chegou. Agradeço ao meu treinador Rafael, aos patrocinadores, a minha mãe e minha família pelo suporte declarou Aysha, ainda emocionada com a conquista.

Sub-18 Masculino– A última bateria do ano fechou com chave de ouro um circuito de base que voltou a ter a importância merecida no cenário nacional promovido pela Confederação Brasileira de Surf.

Rickson Falcão(RJ) passou os 10 primeiros minutos da final sem pegar onda, apenas vendo seus oponentes surfarem. A liderança estava com Lukas Camargo(SP) que já havia marcado 4.50 e 4.90 em seu somatório, seguido de perto por Luan Ferreyra(PE).

Rickson começou a reação com uma nota 4.13 em sua primeira participação,  e nos minutos finais cravou a melhor nota da decisão (6.33) para ficar com o título Sub-18 Masculino. Estava longe da briga pelo título, mas era um objetivo pessoal vencer essa etapa. Essa foi minha primeira vitória em uma etapa do circuito brasileiro de base, e que venham outras pela frente disse o local de Saquarema(RJ).

Mesmo ficando na terceira colocação, o pernambucano Luan Ferreyra comemorou o título de campeão brasileiro Sub-18 Masculino 2023.

Os atletas das categorias Sub-18 e 16 que farão parte da equipe da CBSurf nas competições internacionais da ISA (International Surfing Association) em 2024 serão divulgados posteriormente pela entidade.

Ao término do evento aconteceu a entrega da premiação aos vencedores da etapa e do circuito deste ano. Destaque para mais um título da equipe de São Paulo na competição, os maiores vencedores na história do circuito.

O presidente da Confederação Brasileira de Surf Teco Padaratz acompanhou a competição em Garopaba(SC) neste fim de semana, e comentou sobre o futuro do surf de base brasileiro em seu segundo ano a frente da CBSurf.

“ A sensação é a melhor possível, com sentimento de dever cumprido. Nós estamos vendo estampado nos olhos dessa garotada que o futuro deles no esporte está garantido nas competições e que uma estrada está sendo pavimentada pra eles na frente. Nós estamos fazendo nosso papel agora, para eles poderem fazer o deles no futuro disse Teco Padaratz.

Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 – 3ª etapa
 
Patrocínio: Rip Curl Brasil, Silverbay, Brazinco, Fu-Wax, Surfland Brasil e Governo de Garopaba.

Apoio: Prefeitura Municipal de Garopaba, Secretaria de Esportes de Garopaba, Bahamas Ferrugem, Mais Internet, Apag Incêndio, Associação de Surf de Garopaba(ASG) e Associação de Surf da Ferrugem(ASF).

Homologação: Federação Catarinense de Surf (FECASURF)

Resultados

Sub-18 Masculino
1º- Rickson Falcão(RJ)
2º- Lukas Camargo(SP)
3º- Luan Ferreyra(PE)
4º- Daniel Duarte( alternate SP)
 
* Campeão do Ranking Sub-18 Masculino
1º- Luan Ferreyra(PE)
 2º- Rickson Falcão(RJ)
 
Sub-16 Masculino
1º- Ryan Martins(SC)
2º-Lukas Camargo(SP)
3º- Rickson Falcão(RJ)
4º- Yuri Gabryel(alt.-SC)
 
* Campeão do Ranking Sub-16 Masculino
1º- Lukas Camargo(SP)
 2º- Guilherme Lemos(RJ)
 
Sub-14 Masculino
1º- Anuar Chiah(PR)
2º- Yuri Gabryel(SC)
3º- Kailany Rennó(SP)
4º- Michel Demétrio(alt.- SC)
 
* Campeão do Ranking Sub-14 Masculino
1º- Anuar Chiah(PR)
 2º- Yuri Gabryel(SC)
 
Sub-12 Masculino
1º- Iago Bellotti(PB)
2º- Vini Palma(SP)
3º- Luca Messenger(SE)
4º- Cauã Demski(SC)
 
* Campeão do Ranking Sub-12 Masculino
1º- Iago Bellotti(PB)
 2º- Vini Palma(SP)
 
Sub-18 Feminino
1ª- Aysha Ratto(RJ)
2ª- Kiany Hyakutake(SC)
3ª- Alexia Monteiro(RS)
4ª- Analu Silva(PB)
 
Campeã do ranking Sub-18 Feminino
1ª- Kiany Hyakutake(SC)
2ª- Analu Silva(PB) 
 
Sub-16 Feminino
1ª- Alexia Monteiro(RS)
2ª- Aurora Ribeiro(SP)
3ª- Mayara Zampieri(SP)
4ª- Maria Eduarda Cesar(BA)
 
Campeã do ranking Sub-16 Feminino
1ª- Maria Eduarda Cesar(BA)
2ª- Alexia Monteiro(RS)
 
Sub-14 Feminino
1ª-Carol Bastides(alternate-SP)
2ª-Maria Clara(RN)
3ª-Lanay Thompson(RJ)
4ª-Nalu Demski(PE)
 
Campeã do ranking Sub-14 Feminino
1ª- Carol Bastides(alt -SP)
2ª- Maria Clara(RN) 
 
Sub-12 Feminino
1ª- Carol Bastides(alternate-SP)
2ª- Manuela Medeiros(alternate-SP)
3ª- Paula Stéfani(alternate-SP)
4ª- Kaylane Antunes(alternate-SC)
 
Campeã do ranking Sub-12 Feminino
1ª- Carol Bastides(alt – SP)
2ª- Valentina Zanoni(SC)
 
Por Equipes (etapa)
1º- São Paulo
2º- Rio de Janeiro
3º- Santa Catarina
4º- Paraná
 
Ranking final por Equipes (após 3 etapas)
1º- São Paulo
2º- Rio de Janeiro
3º- Paraná
4º- Santa Catarina

Texto: João Lopes- Jornalista      Prime.Press07 Assessoria & Comunicação
@prime.press07 – Email: [email protected] 

Ryan Martins(SC) na onda de 8,17 pontos. Foto: Brócolis

Sábado de ondas boas e surf de alta performance deram sequencia à terceira etapa Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search.  A competição definirá os campeões brasileiros do surf de base da temporada 2023 neste domingo a partir das 8 horas na praia da Ferrugem.

Rickson Falcão(RJ). Foto: Brócolis

O penúltimo dia do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 começou com as quatro baterias restantes da primeira fase da categoria Sub-14 Masculino.Kalani Robles(SP) defendendo São Paulo fez a maior soma desta primeira fase da Sub-14 Masculina(11.74), ultrapassando os 11.67 pontos do surfista Pablo Gabriel(RJ) no dia anterior.

 A segunda fase da Sub-16 Masculina veio em seguida com Rickson Falcão(RJ) confirmando mais pontos para o Rio de Janeiro e surfando a melhor onda da bateria em sua categoria (7.17) nessa rodada. Ele avançou em primeiro com 12.34 pontos, seguido por Luigi Wengrover(RS).

Outros atletas com somatórios expressivos na Sub-16 Masculino foram dos paulistas Daniel Duarte(10.83) e Kalani Rennó(9.26) e o alternate de Santa Catarina Yuri Gabryel (9.33).

Aurora Ribeiro(SP). Foto: Brócolis

Sub-16 Feminino define finalistas.

A primeira semifinal teve a vitória de Alexia Monteiro(RS), número três do ranking, sobre a líder Maria Eduarda Cesar(BA) que se classificou em segundo, superando as alternates Lanay Thompson(RJ) e Maria Autuori(SC).

Na outra semi teve dobradinha das paulistas Aurora Ribeiro em primeiro, seguida por Mayara Zampieri, que também está na briga pelo título, as duas pontuando por São Paulo.

A final promete neste domingo entre Alexia Monteiro(RS), Maria Eduarda Cesar(BA), Aurora Ribeiro(SP) e Mayara Zampieri(SP).

Sub-16 Masculino

Três baterias formaram a terceira fase da categoria Sub-16 Masculina. No primeiro confronto Rickson Falcão(RJ) carimbou sua vaga para a semifinal vencendo a disputa seguido por Kailani Rennó(SP). “ Na Sub-16 estou longe no ranking, mas na Sub-18 tenho grandes chances de fazer parte da equipe brasileira da CBSurf. Seguimos no foco” disse o saquaremense.

A bateria seguinte teve a disputa acirrada entre Lukas Camargo(SP) e Daniel Duarte(SP) pela liderança do confronto. Mesmo com uma nota 7.33 em sua primeira onda, Daniel Duarte terminou em segundo atrás de Lukas Camargo(SP), ambos avançando para as semifinais. Pablo Gabriel(RJ) e Anuar Chiah(PR) foram barrados nessa fase.

No último confronto dessa fase o catarinense Ryan Martins(SC) saiu da quarta para a primeira posição na bateria, após fazer a melhor nota do dia (8.17) numa esquerda. “Feliz em conseguir encaixar bem as manobras de frontside, e que praticamente garantiu minha classificação para a semifinal” disse Ryan.

Na segunda posição teve a classificação eletrizante do alternate Yuri Gabryel(SC), que virou na sua última tentativa pra cima do paulista Kalani Robles(SP).

O catarinense Ryan Martins e o Rickson Falcão(RJ) praticamente travaram um duelo particular na primeira semifinal. Melhor para Ryan que venceu a disputa somando 13.73 contra 13.67 de Rickson. Daniel Duarte(SP) terminou em terceiro.

Mesmo não pontuando por sua equipe, Yuri Gabryel (SC) se classificou em primeiro, vencendo com propriedade a segunda semifinal, seguido por Lukas Camargo(SP) em segundo.Kailani Rennó(SP) finalizou em terceiro lugar.

Ryan Martins(SC), Rickson Falcão(RJ), Yuri Gabryel( alternate SC) e Lukas Camargo(SP) se enfrentarão na final Sub-16 Masculina neste domingo.

Primeiro round e semifinais da Sub-14 Feminino

A categoria Sub-14 Feminino estreou na competição com as quatro baterias da primeira fase. As melhores apresentações ficaram com as atletas alternates Aninha Dagostini(ES) e Carol Bastides(SP) que somaram 9.30 e 9.17 pontos respectivamente.

Lanay Thompson(RJ) venceu a primeira semi, com Maria Clara(RN) na segunda posição. A líder do ranking Sub-14 Feminino Luiza Savoi(SP) terminou na terceira posição e Luiza Teixeira(SC) em quarto.

Na outra semifinal se garantiram na decisão a alternate Carol Bastides(SP) e Nalu Demski(PE), que virou o resultado nos minutos finais sobre Maeva Guastala(alt.SP).

Lanay Thompson(RJ), Maria Clara(RN), Carol Bastides(alternate-SP) e Nalu Demski(PE) são as finalistas da Sub-14 Feminino.

Kailany Rennó(SP).Foto: Brócolis

Sub-12 Masculino entra em ação na Ferrugem.

As ondas estavam com excelente formação para as disputas das seis baterias da primeira fase da categoria Sub-12 Masculino. Vini Palma(SP) fez 12.83 no somatório, e obteve a melhor pontuação entre os 24 surfistas dessa divisão.De quebra marcou pontos importantes para sua equipe.

O alternate Keoni Rennó(SP) foi o atleta que chegou mais perto da média estabelecida por Vini Palma, marcando 12.17 pontos na vitória em cima de Gabriel Chiah(PR) e Davi Marques (Alt. PR) na terceira bateria.

O líder do ranking Iago Belloti(PB) também foi bem na competição, vencendo a quinta bateria com o somatório de 10.44 pontos. Ele também avançou para a segunda fase, que será disputado nesse domingo.

Rip Curl Kids Day – Confraternizaçâo da garotada em Garopaba(SC)

Após as disputas desse sábado na praia da Ferrugem rolou o Rip Curl Kids Day, um evento especial das 16 às 21 horas na loja da Rip Curl no centro de Garopaba(SC).

Foi uma confraternização para os competidores e equipes que disputaram o circuito deste ano, com comida, música, distribuição de brindes e sorteio de uma prancha ao final do evento.

Também foi exibido “The Kangs”, novo filme da marca estrelado pelos tricampeões mundiais Mick Fanning e Gabriel Medina, além do havaiano Mason Ho.

Transmissão ao vivo do evento

A terceira etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 em Garopaba(SC) vai de 12 a15 de outubro. Confira a transmissão ao vivo do evento pelo canal CBSurfPLAY no Youtube e também pelo site cbsurf.org.br e no site ripcurl.com.br.

Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 – 3ª etapa

Realização: CBSurf e Rip Curl

Patrocínios:

  • Protetor Brazinco
  • Surfland Brasil
  • Silverbay
  • FuWax

Apoio Restaurante Bahamas, Mais Internet, Apag Incêndio, FECASURF, Associação de Surf de Garopaba, Associação de Surf da Ferrugem.

Texto: João Lopes- Jornalista     Prime.Press07 Assessoria & Comunicação @prime.press07
Email: [email protected]
 
ALEXIA (5) DIA 02 GROM SEARCH GAROPABA IMAGENS BROCOLIS

Foram definidos os finalistas da Sub-18 Masculina e Feminina desta terceira etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 na praia da Ferrugem.  As categorias Sub-16 Masculino e Feminino e a Sub-14 Masculino também estrearam na prova, com a surfista Alexia Monteiro(RS) fazendo o maior somatório da competição (14.50) entre todas as categorias.

DCIM100MEDIADJI 0008 JPG
Garopaba Rip Curl Grom Search 2023 - Foto @pablonz-1

A chuva deu uma trégua neste segundo dia de disputas do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023. As ondas se mantiveram na faixa de 1 metro com boas séries durante o período da tarde desta sexta-feira(13) na praia da Ferrugem, Garopaba(SC), repetindo as condições do dia anterior.

O evento começou às 7:00 horas com as baterias do segundo round da Sub-18 Feminino, e na sequencia as semifinais da categoria que definiram as primeiras finalistas desta última etapa do ano.

Alexia Monteiro(RS) se destacou com a maior media nesta fase(12.06), e para a líder do ranking Sub-18 Ana Lu Silva(PB) que somou 10.10 pontos e continuou sua busca pelo título. Ambas marcaram pontos importantes para suas equipes na competição.

As duas surfistas também dominaram a primeira semifinal da categoria e se garantiram na grande decisão, com a vitória de Ana Lu na bateria e Alexia em segunda colocação, derrotando as paranaenses Gabriely Vasques(3ª) e Luara Mandelli(4ª).

Na segunda semi Sub-18 Feminino foi a vez da carioca Aysha Ratto levar a melhor e vencer a bateria, seguida pela catarinense Kiany Hyakutake na segunda posição. Potira Castaman(SC) e a atleta alternate de São Paulo Luiza Savoi finalizaram na terceira e quarta posição respectivamente.

Ana Lu Silva(PB), Alexia Monteiro(RS), Aysha Ratto(RJ) e Kiany Hyakutake(SC) são as finalistas da Sub-18 Feminino.

Luan Ferreyra(PE) na onda de 8 83 pontos Foto @pablonz
Luan Ferreyra(PE) na onda de 8 83 pontos Foto @pablonz

Luan Ferreyra(PE) domina a Sub-18 Masculina

O terceiro round da Sub-18 Masculina deu sequencia à competição, com o líder da categoria Luan Ferreyra marcando a maior nota do evento (8.83) e vencendo a última bateria desta fase. Ele saiu da quarta para a primeira posição a poucos minutos do término.

Estou confiante nessa manobra aérea que costumo treinar. Atualmente moro aqui em Garopaba(SC) e treino diariamente na Ferrugem, então já conheço um pouco dessa onda. Gostaria de agradecer a Deus  aos locais aqui da Ferrugem que me receberam muito bem disse Luan Ferreyra, que também está buscando o título nacional de sua categoria.

O vice-líder do ranking Yuri Barros (PB), que vinha de grandes atuações no dia anterior e estava na briga direta pelo título, foi desclassificado na última bateria da terceira fase. Ele foi superado por Luan Ferreyra(1º) e pelo atleta alternate  Daniel Duarte(SP).

Na primeira semifinal Sub-18 Masculina Luan Ferreyra(PE) e Rickson Falcão(RJ), ambos pontuando por suas equipes, não deram chance para o alternate Nicolas Ferreira(SP) e avançaram para a grande final.

Na bateria seguinte o atleta alternate (que não pontua para a equipe do seu Estado) Daniel Duarte(SP) continuou fazendo estrago na competição e venceu a disputa. Em segundo ficou Lukas Camargo de São Paulo, com Mateus Neves(SP) ficando de fora em terceiro.

Luan Ferreyra(PE), Rickson Falcão(RJ), Daniel Duarte( alternate SP) e Lukas Camargo(SP) farão a final da categoria neste próximo domingo na praia da  Ferrugem em Garopaba(SC).

Estreias na competição

Na sequencia foi a vez dos atletas da Sub-16 Feminino e Masculino fazerem sua estreia na competição. As meninas disputaram as oito baterias da primeira fase e mais quatro do segundo round.

Mais uma vez Alexia Monteiro(RS) se destacou fazendo o maior somatório da competição (14.50) entre todas as categorias. Ela surfou uma onda de backside que valeu 8.0 pontos, um dos highscores da competição e maior nota do surf feminino.

A onda foi muito boa. Estava com a terceira prioridade e já tinha avistado ela vindo mais para o canto no costão. Assim que dropei a sessão já armou na frente e deu para encaixar uma manobra boa no momento certo. Estou feliz de estar me dando bem em casa disse Alexia Monteiro(RS) que  aprendeu a surfar e reside em Garopaba(SC).

A liderança do ranking está com a baiana Maria Eduarda Cesar, que também avançou para a próxima fase na segunda colocação atrás da carioca Paloma Olivero na segunda bateria desta rodada.

Tanto Alexia Monteiro(RS) quanto Maria Eduarda Cesar (BA) também venceram suas baterias na segunda fase e já se garantiram para as semifinais da Sub-16 Feminina, que terá a presença de atletas de diferentes partes do país na disputa.

Sub-16 Masculina

A Sub-16 Masculino teve a realização de suas 12 baterias da primeira fase nesta sexta-feira. O saquaremense Rickson Falcão(RJ) ditou o ritmo da categoria, com o melhor somatório desta primeira fase (13.10 pontos) .

Outros surfistas que chegaram aos dois dígitos em suas pontuações foram Mateus Neves(SP), com 12.14 pontos e Kalani Robles(atleta alternate de São Paulo) com 10.17 pontos. O segundo round terá sequencia neste sábado.

Sub-14 Masculino

As quatro primeiras baterias das oito que compõem a primeira fase da Sub-14 Masculino finalizaram a sexta-feira de grandes confrontos na praia da Ferrugem.

Logo na primeira bateria o cabofriense Pablo Gabriel(RJ) mostrou seu cartão de visita e marcou 11.67 pontos, maior soma entre as quatro baterias que foram realizadas da Sub-14. O sergipano Lucas Messenger foi o que chegou mais perto somando 8.83 para vencer a bateria seguinte.

O cronograma para este sábado (14), terceiro dia de competição terá a primeira chamada às 7:30 hs com início às 8:00 horas da manhã, dando continuidade com o restante do primeiro round da Sub-14 Masculina.

Lembrando que o cronograma está sujeito a alterações durante o evento.

Transmissão ao vivo do evento

A terceira etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 em Garopaba(SC) vai de 12 a15 de outubro. Confira a transmissão ao vivo do evento pelo canal CBSurfPLAY no Youtube e também pelo site cbsurf.org.br e no site ripcurl.com.br.

Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 – 3ª etapa

Realização: CBSurf e Rip Curl

Patrocínios:

  • Protetor Brazinco
  • Surfland Brasil
  • Silverbay
  • FuWax

Apoio Restaurante Bahamas, Mais Internet, Apag Incêndio, FECASURF, Associação de Surf de Garopaba, Associação de Surf da Ferrugem.

Texto: João Lopes- Jornalista     Prime.Press07 Assessoria & Comunicação @prime.press07
Email: [email protected]
 
23 GROMSEARCH CARTAZ SC HORIZONTAL web

Começou nessa quinta-feira(12) a terceira etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 na praia da Ferrugem em Garopaba(SC). Atletas de todo o país disputam a competição que definirá os campeões brasileiros do surf de base nesta temporada.

ATLETAS SUB 18 GROM SEARCH GAROPABA IMAGENS BROCOLIS 43
Yuri Barros (PB) na onda de 8.0 pontos. Foto: Brócolis

Quinta-feira de muita chuva e boas ondas na praia da Ferrugem para a abertura da última etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023. No  total 248 competidores vindos de 15 estados do Brasil marcaram presença em Garopaba(SC), cidade que tem o título de Capital Catarinense do Surf.

As séries chegaram a 1 metro com a formação irregular prejudicada pela entrada do vento sul, mas melhoraram no período da tarde com ondas mais definidas quebrando para os dois lados.

 A competição definirá os campeões brasileiros do surf de base das oito categorias em disputa neste ano. Os três primeiros colocados na Sub-18 e Sub-16 Masculino e Feminino do ranking farão parte da Seleção Brasileira Júnior da CBSurf para a disputa das competições internacionais em 2024.

O evento teve início com a tradicional Cerimônia das Areias, onde cada equipe traz a areia da praia de seu respectivo estado e as deposita no mar. As categorias Sub-18 Masculina e Feminina abriram o este primeiro dia de competição, com a realização dos dois primeiros rounds do Masculino e o primeiro round Feminino.

Os três primeiros colocados nas categorias Sub-18 e Sub-16 Masculino e Feminino ao final do ranking, automaticamente farão parte da Seleção Brasileira Júnior da CBSurf para a disputa das competições internacionais da temporada de 2024.

Decisão de títulos em Garopaba.

A briga pelos títulos das oito categorias promete ser acirrada em Garopaba(SC), com diferenças pequenas nas pontuações dos melhore

O destaque da prova foi o paraibano Yuri Barros na Sub-18 Masculina, que marcou a maior nota (8.0 pontos) e maior média (12,43 pontos) da competição até o momento. Yuri venceu a segunda etapa do circuito realizada na praia do Tombo no Guarujá(SP), e espera repetir o feito na Ferrugem.

Apesar de não parecer, tem altas ondas lá dentro. Eu gosto muito desse tipo de onda e vou manter o foco para repetir o resultado que conquistei no Guarujá(SP). Sobre a onda de 8.0 pontos peguei uma esquerda e mandei um aéreo logo na primeira manobra, seguido de uma rasgada e outro aéreo na junção disse Yuri Barros, que também venceu sua bateria na segunda fase e já está classificado para o próximo round.

Outro surfista que destacou na Sub-18 Masculino foi o pernambucano Luan Ferreyra, que fez a melhor apresentação na segunda fase, cravando 11.14 pontos em suas duas melhores ondas na última bateria do dia. Yuri Barros e Luan Ferreyra estão na mesma bateria no terceiro round que vai pra água nesta sexta-feira.

Na Sub-18 Feminino a carioca Aysha Ratto aproveitou bem as esquerdas com boas batidas para somar 10.0 pontos, estabelecer a maior media de sua categoria e avançar para a segunda fase da competição.

O cronograma deste segundo dia de evento para esta sexta-feira (13) na praia da Ferrugem terá a primeira chamada às 6:30 da manhã com início às 7:00 horas com o segundo round da categoria Feminino. Na sequencia entra o terceiro round da Sub-18 Masculino, semifinais Sub-18 Feminino e Masculino e a estreia das categorias Sub-16 Feminino e Masculino.

Obs: Lembrando que o cronograma está sujeito a alterações durante o evento.

Transmissão ao vivo do evento

A terceira etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 em Garopaba(SC) vai de 12 a15 de outubro. Confira a transmissão ao vivo do evento pelo canal CBSurfPLAY no Youtube e também pelo site cbsurf.org.br e no site ripcurl.com.br.

Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 – 3ª etapa

Realização: CBSurf e Rip Curl

Patrocínios:

  • Protetor Brazinco
  • Surfland Brasil
  • Silverbay
  • FuWax

Apoio Restaurante Bahamas, Mais Internet, Apag Incêndio, FECASURF, Associação de Surf de Garopaba, Associação de Surf da Ferrugem.

Texto: João Lopes- Jornalista     Prime.Press07 Assessoria & Comunicação @prime.press07
Email: [email protected]
 
23 GROMSEARCH CARTAZ SC HORIZONTAL web

Chegou a hora da definição dos campeões do surf de base brasileiro desta temporada, com a última etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023. A competição acontecerá na praia da Ferrugem em Garopaba(SC) de 12 a 15 de outubro.

001
Santa Catarina disputa a última etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 em casa. Foto: Rodrigo Bareja

Após passar pela praia do Borete em Ipojuca(PE) e pela praia do Tombo no Guarujá(SP), o Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 chega a sua etapa decisiva em Santa Catarina na praia da Ferrugem em Garopaba(SC), cidade que tem o título de Capital Catarinense do Surf.

Esta terceira etapa do circuito terá a participação de 248 competidores vindos de 15 estados do Brasil, que disputarão os títulos das categorias Sub-18/16/14/12 Masculina e Feminina. A competição definirá os campeões brasileiros do surf de base destas oito categorias em disputa neste ano.

É a sequência do trabalho de renovação que vem sendo realizado pela Confederação Brasileira de Surf em todos os segmentos do surf competição no país. Os eventos das categorias de base realizados pela CBSurf são muito importantes e fomentam nosso esporte, preparando e dando oportunidades às novas gerações para que alcancem seus sonhos de serem surfistas profissionais num futuro próximo” declarou Guga Arruda, ex-surfista profissional e técnico da seleção brasileira Junior de surf da CBSurf.

A CBSurf oferecerá um bônus na premiação para os campeões das categorias Sub-18 Masculina e Sub-18 Feminina de R$8.000,00 (oito mil reais para cada um) ao término do circuito. As demais categorias receberão medalhas e kits com produtos e acessórios das empresas que patrocinam e apoiam a competição.

É uma honra para Santa Catarina sediar a última etapa do circuito brasileiro de surf de base na Capital Catarinense do Surf. É um evento importante que trabalha essa nova geração de surfistas, em especial para os atletas de Santa Catarina que poderão disputar pontos importantes no ranking surfando em casa. Isso vem de encontro ao trabalho realizado pela Fecasurf nesses últimos anos” declarou Renato Melo, presidente da Fecasurf.

Os três primeiros colocados nas categorias Sub-18 e Sub-16 Masculino e Feminino ao final do ranking, automaticamente farão parte da equipe brasileira Junior da CBSurf para a disputa das competições internacionais da temporada de 2024.

Decisão de títulos em Garopaba.

A briga pelos títulos das oito categorias promete ser acirrada em Garopaba(SC), com diferenças pequenas nas pontuações dos melhores atletas ranqueados após as duas etapas realizadas.

Na Sub-18 Masculino o pernambucano Luan Ferreyra lidera o ranking com uma diferença de menos de 100 pontos para o segundo colocado Yuri Barros da Paraíba. Correndo por fora estão os potiguares Rafael Barbosa e Adauto Sena que também tem chance de conquistarem o título.

O carioca Guilherme Lemos(1º) e o paulista Lukas Camargo(2º) se destacam entre os quatro primeiros colocados na Sub-16 Masculino, com uma diferença de pouco mais de 100 pontos entre os dois.

Na Sub-14 Masculino o paranaense Anuar Chiah lidera com certa folga sua categoria. O potiguar Arthur Vilar está na segunda colocação a 410 pontos atrás do líder, e tem sua última chance na temporada para reverter o resultado.

A briga na Sub-12 Masculino está acirrada, com a liderança do paraibano Iago Belloti por apenas 10 pontos de diferença para o segundo colocado Phellype Silva do Ceará. Na terceira posição vem o paulista Vini Palma a 110 pontos atrás do líder no ranking e com grandes chances para conquistar o título.

Entre as meninas da Sub-18 Feminino nada definido entre as quatro primeiras do ranking, e a disputa promete ser eletrizante em Garopaba(SC). A paraibana Ana Lu Silva lidera com 1.555 pontos, seguida de perto pela catarinense Kiany Hyakutake e a baiana Maria Eduarda Cesar, ambas com 1.530 pontos. Na quarta posição está a paranaense Luara Mandelli com 1.500 pontos.

A baiana Maria Eduarda Cesar puxa a fila na categoria Sub-16 Feminina, com a paranaense Luara Mandelli na segunda posição, há 120 pontos da líder.

Mais uma disputa de título acirrada promete movimentar a praia da Ferrugem na Sub-14 Feminino. As quatro primeiras colocadas do ranking estão praticamente juntas disputando qual será a melhor surfista da temporada. A liderança está com o paulista Luiza Savoi com 1.555 pontos, seguida de perto pela catarinense Valentina Zanoni(1.530 pts), com a potiguar Maria Clara (1.470 pts) e a paulista Carol Bastides (1.450 pts) vindo na cola.

Na última disputa por categorias, Carol Bastides de São Paulo lidera a Sub-12 Feminino como a única surfista a vencer duas etapas seguidas do circuito neste ano. Ela tem 2.000 pontos contra os 1.730 da catarinense Valentina Zanoni na segunda posição. Júlia Stefani(SP) e Kaylane Antunes(SC) completam a lista das quatro melhores do ranking na terceira e quarta colocação respectivamente.

Por equipes, São Paulo lidera com 1.860 pontos, abrindo uma diferença razoável para o Paraná, segunda colocada com 1.670 pontos. Um pouco mais atrás vem a equipe do Rio de Janeiro com 1.530 pontos, seguida por Santa Catarina fechando os Top 4 do ranking com 1.340 pontos.

003
São Paulo lidera o ranking por equipes do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023. Foto: Rodrigo Bareja

Transmissão ao vivo do evento

A competição terá início na quinta-feira feriado do dia 12 de outubro e vai até o domingo, 15 de outubro. A execução do hino nacional seguido da Cerimônia das Areias, onde cada equipe deposita a areia da praia de seus respectivos estados no mar, abrirão oficialmente a terceira etapa do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 em Garopaba(SC). A competição terá transmissão ao vivo pelo canal CBSurf Play no Youtube e também pelo site WWW.ripcurl.com.br .

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 é  voltado para as categorias de base realizado pela Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) em parceria com a marca Rip Curl.

Patrocínio: Silverbay, Brazinco, Teccel, Fu-Wax e Surfland Brasil.

Apoio: Prefeitura Municipal de Garopaba, Secretaria de Esportes de Garopaba, Bahamas, Mais Internet, Associação de Surf de Garopaba(ASG) e Associação de Surf da Ferrugem(ASF).
Homologação: federação Catarinense de Surf (FECASURF)

Ranking com os quatro primeiros colocados e por equipes do Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 após duas etapas:

Sub-18 Masculino
1º- Luan Ferreyra(PE)             1.555 pts.
2º- Yuri Barros(PB)                  1.488 pts.
3º- Rafael Barbosa(RN)           1.340 pts.
4º- Adauto Sena(RN)               1.310 pts.

Sub-16 Masculino
1º- Guilherme Lemos(RJ)         1.860 pts.
2º- Lukas Camargo(SP)           1.670 pts.
3º- Daniel Duarte(SP)              1.310 pts.
4º- Walid Pozier(CE)                1.285 pts.

Sub-14 Masculino
1º- Anuar Chiah(PR)                1.860 pts
2º- Arthur Vilar(RN)                  1.450 pts
3º- Bernardo Brizola(RN)         1.285 pts.
4º- Pablo Gabriel(RJ)               1.260 pts

Sub-12 Masculino
1º- Iago Bellotti(PB)                 1.730 pts
2º- Phellype Silva(CE)              1.720 pts
3º- Vini Palma(SP)                   1.610 pts
4º- Arthur Villar(RN)                 1.285 pts

Sub-18 Feminino
1ª- Ana Lu Silva(PB)                1.555 pts.
2ª- Kiany Hyakutake(SC)         1.530 pts.
3ª- Maria Eduarda Cesar(BA)   1.530 pts.
4ª- Luara Mandelli(PR)             1.500 pts.

Sub-16 Feminino
1ª- Maria Eduarda Cesar(BA)   1.730 pts.
2ª- Luara Mandelli(PR)             1.610 pts.
3ª- Alexia Monteiro(RS)           1.360 pts.
4ª- Mayara Zampieri(SP)         1.360 pts.

Sub-14 Feminino
1ª- Luiza Savoi(SP)                 1.555 pts
2ª- Valentina Zanoni(SC)          1.530 pts
3ª- Maria Clara(RN)                 1.470 pts.
4ª- Carol Bastides(SP)             1.450 pts

Sub-12 Feminino
1ª- Carol Bastides(SP)             2.000 pts
2ª- Valentina Zanoni(SC)         1.720 pts
3ª- Júlia Stefani(SP)                1.460 pts
4ª- Kaylane Antunes(SC)         1.340 pts

Equipes
1º- São Paulo                          1.860 pts.
2º- Paraná                               1.670 pts.
3º- Rio de Janeiro                    1.530 pts.
4º- Santa Catarina                   1.340 pts.
5º- Bahia                                 1.340 pts.
6º- Paraíba                              1.083 pts.
7º- Rio Grande do Sul              1.083 pts.
8º- Rio Grande do Norte          1.083 pts.
9º- Ceará                                 1.043 pts.
10º- Pernambuco                     1.016 pts.
11º- Espírito Santo                    950 pts.
12º- Sergipe                              912 pts.
13º- Alagoas                               912 pts.
14º- Maranhão                            876 pts.
15º- Pará                                    850 pts. 

Texto: João Lopes- Jornalista     Prime.Press07 Assessoria & Comunicação
@prime.press07 – Email: [email protected] 

INFORMATIVO-CBSURF-INSCRICOES-3a-ETAPA-SURF-DE-BASE-2023-PRAIA-DA-FERRUGEM-SC

Com a participação recorde de 240 atletas, de 15 estados da federação, competição realizada na praia do Tombo movimentou a nova geração do surf brasileiro

Com uma atuação de gala nas finais, Yuri Barros (PB), na categoria sub-18 e Luara Mandelli (PR), nas categorias sub-18 e 16, foram os grandes vencedores da segunda etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, disputado neste domingo (13), nas ondas da Praia do Tombo, no Guarujá, litoral de São Paulo. Agora ambos seguirão como favoritos para a terceira e última etapa da competição que será realizado na praia de Garopaba, em Santa Catarina, de 12 a 15 de outubro.

A competição, que contou com a participação recorde de 240 atletas, de 15 estados, divididos nas categorias sub 12/14/16/18 e que foram premiados com medalhas, kits com produtos e equipamentos das empresas apoiadoras, teve a transmissão ao vivo pelo canal CBSurfPLAY no YouTube, pelo website cbsurf.org.br e pelo site oficial da Rip Curl – www.ripcurl.com.br.

“A segunda etapa foi mais um lindo encontro entre as federações existentes no país, com seus atletas e equipes torcendo, rindo, chorando e liberando adrenalina a cada vitória dentro da água. O ‘Circuito Surf de Base’ da Confederação Brasileira de Surf é, sem dúvidas, um dos mais importantes do nosso calendário”, disse o coordenador de Comunicação e Marketing da CBSurf, Rodrigo Bareja.

O circuito, que tem o patrocínio master da Rip Curl Brasil, retornou ao Guarujá após um período de 8 anos e trouxe de volta os grandes embates entre os principais surfistas da nova safra de grandes atletas do Brasil. No masculino, destaque para as vitórias de Lukas Camargo (SP) no sub-16, de Anuar Chiah (PR) no sub-14 e de Vini Palma (SP) no sub-12, enquanto entre as meninas, Carol Bastides (SP) levou a melhor nas categorias sub-12 e 14.

Na classificação entre as federações, o estado do Paraná pulou na frente com 9014 pontos, a frente de São Paulo com 8820 e Santa Catarina com 8250, que ficaram respectivamente em segundo e terceiro lugares. Lembrando que após o término do circuito, a categoria sub-18, no masculino e feminino, receberá uma premiação de 8 mil reais.

Já os três primeiros colocados nas categorias sub-16 e 18 formarão a seleção brasileira Junior da CBSurf para 2024 e estarão automaticamente classificados para as disputas do campeonato mundial da ISA World Junior Surfing Championship. “O futuro do surf e de qualquer esporte vem da base. E um bom trabalho com esses atletas juniores fortalece a modalidade, oportuniza novos talentos, gerando uma seleção preparada para os campeonatos mundiais”, enfatiza Bareja.

Realizado há 23 anos ininterruptos, o CBSurf Rip Curl Grom Search é reconhecidamente um evento nacional consagrado voltado para as categorias de base e tem em sua galeria de campeões os principais surfistas profissionais da atualidade como Gabriel Medina, Filipe Toledo, Miguel e Samuel Pupo e Sophia Medina.

O CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 é o Circuito Brasileiro de Surf de Base promovido pela Confederação Brasileira de Surf com o patrocínio master da Rip Curl Brasil e patrocínio da Prefeitura de Guarujá, Protetor Brazinco, Surfland Brasil, Silverbay, FuWax. Apoio:  Federação de Surf do Estado de São Paulo, Associação de Surf Guarujá e Ibelli Burgers.

RESULTADOS – CBSURF RIP CURL GROM SEARCH (2ª ETAPA – GUARUJÁ)

SUB 18 MASCULINO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 18 FEMININO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 16 MASCULINO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 16 FEMININO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 14 MASCULINO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 14 FEMININO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 12 MASCULINO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

SUB 12 FEMININO

CBSurf Rip Curl Grom Search – Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja

CLASSIFICAÇÃO EQUIPES – CBSURF RIP CURL GROM SEARCH (2ª ETAPA – GUARUJÁ)

CLASSIFICAÇÃO GERAL – CBSURF RIP CURL GROM SEARCH (APÓS 2 ETAPAS)

  1. Paraná – 9.014
  2. São Paulo – 8.820 pontos
  3. Santa Catarina – 8.250
  4. Rio de Janeiro – 8.130
  5. Bahia – 6.893
  6. Paraíba – 6.448
  7. Rio Grande do Sul – 6.178
  8. Pernambuco – 6.075
  9. Rio Grande do Norte – 5.705
  10. Ceará – 5.540
  11. Espirito Santo – 4.778
  12. Sergipe – 3.160
  13. Alagoas – 1.020
  14. Maranhão – 1.020
  15. Pará – 720

Mais informações, notícias, rankings e calendários podem ser acessados no site oficial da Confederação Brasileira de Surf: CBSurf.org.br

———————————————————–

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial
Se inscreva em nosso canal do YouTube: CBSurfPLAY
Siga o nosso TikTok: @cbsurfoficial
Siga a gente no Twitter: cbsurf_oficial
Confira o calendário CBSurf 2023 atualizado: CALENDÁRIO

———————————————————–

Comunicação CBSurf: [email protected]
SantosPress Comunicação – Rogério Amador – [email protected]

———————————————————–

SOBRE A CBSURF – Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022.

A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, além dos Circuitos Brasileiros do Surf de Base, de Ondas Grandes, do Longboard, da categoria Master, de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf, todos nas categorias masculina e feminina.

Em 2022, a CBSurf iniciou uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, tendo como valor principal o de promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade para toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Circuito nacional envolvendo as categorias de base da modalidade ocorre de 10 a 13 de agosto (quinta a domingo) na praia do Tombo

CBSurf Rip Curl Grom Search | Praia do Tombo, Guarujá/SP | Foto: Rodrigo Bareja / CBSurf

A nova geração do surf brasileiro estará reunida de quinta a domingo (10 a 13 de agosto) na praia do Tombo, no Guarujá (SP), para as disputas da 2ª etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, evento que terá, mais uma vez, a participação recorde de 240 atletas, de 15 estados, divididos nas categorias sub 12/14/16/18 e que serão premiadas com medalhas, kits com produtos e equipamentos.

A cerimônia de abertura com o desfile das equipes das federações será nesta quinta-feira (10/08), às 8 horas. A competição terá transmissão ao vivo pelo canal CBSurfPLAY no YouTube, pelo website cbsurf.org.br  e pelo site oficial da Rip Curl – www.ripcurl.com.br.

“Teremos na abertura uma ação chamada de Ritual das Areias, onde cada delegação deverá trazer um pouco de areia da praia de sua cidade para, posteriormente, serem misturadas em um recipiente, simbolizando a união das equipes. Depois disso, essa areia será levada e despejada no mar, dando-se início as competições”, revela o coordenador de Comunicação e Marketing da CBSurf, Rodrigo Bareja.

Na etapa de abertura da competição realizada na praia do Borete, em Ipojuca (PE), oito surfistas de seis estados festejaram a vitória, com a seleção de São Paulo largando na frente, seguida pelo Rio de Janeiro que ficou em segundo lugar e com Bahia, Paraná e Santa Catarina, na sequência em terceiro, quarto e quinto lugar respectivamente.

Já a última etapa será de 12 a 15 de outubro, em Garopaba (SC), onde serão conhecidos os campeões individuais das quatro categorias, além da melhor equipe estadual. Após o término do circuito, a categoria sub-18, no masculino e feminino, receberá uma premiação de 8 mil reais. Já os três primeiros colocados nas categorias sub-16 e 18 formarão a seleção brasileira Junior da CBSurf para 2024 e estarão automaticamente classificados para as disputas do campeonato mundial da “ISA World Junior Surfing Championship”.

“Sem dúvida é um novo momento do surf nacional e estamos muito animados com essa nova geração que está chegando e ganhando espaço no cenário nacional. Mais uma vez, tivemos recorde de inscrições e esperamos que o público compareça para apoiar a garotada”, explica o organizador do evento, Fred Leite, que terá o apoio na organização deste evento do renomado surfista, ex-campeão brasileiro de surf, Jocélio de Jesus, popularmente conhecido por Jojó de Olivença.

A competição, que tem o patrocínio master da Rip Curl Brasil, retorna ao Guarujá após um período de 8 anos e promete relembrar as grandes competições da modalidade no Brasil.

O CBSurf Rip Curl Grom Search 2023 é o Circuito Brasileiro de Surf de Base promovido pela Confederação Brasileira de Surf com o patrocínio master da Rip Curl Brasil e patrocínio da Prefeitura de Guarujá, Protetor Brazinco, Surfland Brasil, Silverbay, FuWax. Apoio:  Federação de Surf do Estado de São Paulo, Associação de Surf Guarujá e Ibelli Burgers.

RANKING BRASILEIRO DE EQUIPES – (após a 1ª etapa)

  1. São Paulo – 8.535 pontos
  2. Rio de Janeiro – 8.343
  3. Bahia – 7.548
  4. Paraná – 7.398
  5. Santa Catarina – 7.135
  6. Rio Grande do Norte – 6.945
  7. Ceará – 6.575
  8. Rio Grande do Sul – 6.548
  9. Paraíba – 6.528
  10. Pernambuco – 6.298
  11. Espírito Santo – 4.200
  12. Alagoas – 1.790
  13. Sergipe – 1.240
  14. Maranhão – 1.130
  15. Pará – 690

Mais informações, notícias, rankings e calendários podem ser acessados no site oficial da Confederação Brasileira de Surf: CBSurf.org.br

———————————————————–

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial
Se inscreva em nosso canal do YouTube: CBSurfPLAY
Siga o nosso TikTok: @cbsurfoficial
Siga a gente no Twitter: cbsurf_oficial
Confira o calendário CBSurf 2023 atualizado: CALENDÁRIO

———————————————————–

Assessoria de Imprensa da CBSURF – [email protected]
SantosPress Comunicação – Rogério Amador
(13) 97410-9725 – [email protected]

———————————————————–

SOBRE A CBSURF – Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022.

A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, além dos Circuitos Brasileiros do Surf de Base, de Ondas Grandes, do Longboard, da categoria Master, de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf, todos nas categorias masculina e feminina.

Em 2022, a CBSurf iniciou uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, tendo como valor principal o de promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade para toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Baterias da categoria Feminina

Baterias-Feminino-SUB-18-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias-Feminino-SUB-16-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias-Feminino-SUB-14-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias-Feminino-SUB-12-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias da categoria Masculina

Baterias-Masculino-SUB18-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias-Masculino-SUB16-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias-Masculino-SUB-14-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-

Baterias-Masculino-SUB12-Rip-Curl-Grom-Search-2023-Guaruja-