●      Quinta-feira teve boas ondas na parte da manhã na 6ª etapa do Circuito

●      Apenas 5 baterias aconteceram nesta quinta, destaque ficou para Wesley Leite, terceiro do ranking

Wesley Leite Foto: Pablo NZ

Rio de Janeiro, 7 de dezembro de 2023 – O segundo dia do Shell Dream Tour Rio, competição que representa a Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e está sendo realizada na Praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, começou fervendo nesta quinta-feira, já que o sol despontou cedo no céu da Cidade Maravilhosa, assim como as ondas. Tudo isso para receber, pela primeira vez nesta edição, as baterias masculinas da primeira fase da competição.

WesleyLeite dia0 2 Dream Tour RJ Foto @pablonz

As disputas começaram às 8h e o destaque da manhã ficou com Wesley Leite, terceiro colocado e que venceu sua bateria com a maior somatória do dia e a melhor nota do campeonato até então, um 7.67. “Consegui uma boa última onda e passei para primeiro lugar, então estou muito feliz. Comecei o ano, não muito bem porque estava voltando de uma lesão. O tornozelo não estava 100%, então não me sentia muito confiante em relação à competição, mas do meio do ano em diante comecei a melhorar e acreditar nas manobras. Confio no trabalho, em Deus e sigo fazendo o certo”, disse Wesley.

Michael Rodrigues dia 02 Dream Tour RJ Foto @pablonz

Depois da 5ª bateria o Campeonato ficou em espera e foi encerrado no período da tarde, devido às condições do mar não favoráveis para o surf.

Além das competições, o Shell Dream Tour Rio proporcionou uma experiência única para cerca de 20 crianças da Vila Olímpica de Acari. Os pequenos fazem parte do projeto que oferece atividades esportivas como futebol, natação, skate, entre outros e também de lazer para a região. “Hoje conseguimos trazer as crianças da Vila Olímpica de Acari para essa experiência incrível de conhecer um Campeonato de Surf, sendo que muitas delas nem vão à praia direito, porque a região de Acari está mais de 25 quilômetros daqui, na Zona Norte do Rio. No nosso projeto temos 2.500 alunos de diversas idades que fazem parte de atividades como skate, futebol, vôlei, ballet, entre diversos outros, então ter essa oportunidade é uma forma de incentivo para eles, proporcionando um dia diferente e apaixonante”, falou César Santana Cruz, Coordenador de Vilas Olímpicas da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer.

As atletas do Programa Talento Feminino, da CBSurf, também estiveram presentes nesta quinta (7). A iniciativa da CBSurf, com apoio do COB, foi lançada em 2023 buscando mapear o potencial esportivo de jovens mulheres surfistas no Brasil. Com 3 fases, a vivência envolveu cerca de 70 atletas em Fortaleza, Balneário Camboriú e Rio de Janeiro. Duas surfistas foram consideradas destaques do projeto, Maria Autori e Gabriela Queiroz, sendo convidadas para participarem como Wild Card, respectivamente, na etapa de Garopaba e Maceió do Dream Tour.

“Eu adorei participar do projeto, tinham muitas coisas que a gente não sabia e aprendemos. Estar aqui hoje foi mais incrível ainda, já que tivemos a oportunidade de conversar com a Tainá, que acabou de ser Campeã Brasileira e é uma inspiração pra mim. Ela explicou várias coisas que queria saber, principalmente porque sonho em ser surfista profissional, mas ela deu boas dicas como, por exemplo, pensar mais no agora do que no futuro e é isso que vou fazer. Foram falas importantes”, disse a atleta do Recreio, Letícia Rosa, de 15 anos que visitou a estrutura e participou de um papo com a Campeã Brasileira Tainá Hinckel e as surfistas do projeto.

O próximo dia de competições do Shell Dream Tour Salvador deve acontecer nesta sexta-feira (8).

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master e a Gerdau como Patrocinadora.  

O Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site https://cbsurf.org.br/dreamtourrj/. A competição está sendo transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no sportv a partir das semifinais.

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022.

A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.

Mais informações para a imprensa: 
Esporte&Negócio
www.esporteenegocio.com.br @esporteenegocio
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545 

Primeiro dia de competição foi exclusivamente das disputas femininas

Tainá Hinckel é a Campeã Brasileira de 2023 Foto Pablo NZ

Rio de Janeiro, 6 de dezembro de 2023 – A quarta-feira foi o primeiro dia de disputas do Shell Dream Tour Rio, competição que representa a Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e está na sua 6ª e última etapa. A chamada, exclusivamente feminina, foi logo cedo, às 7h00, com início da primeira bateria às 7h30.

Nicole Santos Foto Pablo NZ

Entre os destaques da manhã tivemos a atleta Julia Duarte (RJ), segunda colocada no ranking, que conquistou a melhor nota do período, um 7.0 e as duas irmãs Monik Santos (PE) e Nicole Santos (PE), que avançaram suas baterias e seguiram para as oitavas de final.

A líder do ranking do Shell Dream Tour Rio, Tainá Hinckel também avançou, vencendo sua bateria na primeira fase com uma somatória de 9.67. Já Silvana Lima (CE), hexacampeã brasileira, foi eliminada em sua primeira disputa da etapa.

Após um break, o período da tarde começou com a última bateria da primeira fase feminina, que teve Bela Nalu (SC) como vencedora, com o total de 8.66 pontos. Na sequência se desenrolaram as baterias das oitavas femininas, onde já foi definida a grande campeã da Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf de 2023. A atleta Tainá Hinckel (SC), já era a líder do ranking e vencendo sua bateria nas oitavas de final, se consagrou como a vencedora do Circuito.

“Eu estou muito feliz com esse meu primeiro título brasileiro profissional aqui na Barra da Tijuca, então é com muita alegria que termino esse ano, constante e de muita evolução da melhor forma”, disse Tainá Hinckel que mesmo campeã do Circuito, segue na disputa do título da 6ª etapa. 


A disputa seguiu com mais 7 baterias que definiram as quartas de final feminina. Além de Tainá seguem para a próxima fase Monik Santos (PE), Nicole Santos (PE), Sol Carrion (SP), Kemily Sampaio (SP), Diana Cristina (PB), Juliana dos Santos (CE) e AnaLu Silva (PB).

Juliana dos Santos teve a melhor nota do dia Foto Pablo NZ

O destaque ficou com Juliana dos Santos, que tirou a melhor nota do dia, um 8.50. “Eu entrei na bateria ali, focada em passar porque é muito importante e consegui a melhor nota. Estava bem concentrada e Deus enviou a onda na hora certa. Apliquei todo o meu potencial e fui bem recompensada. Estou muito feliz de ter a oportunidade de poder mostrar meu surf e estar bem comigo mesma. Agradeço a todos os meus patrocinadores e apoiadores. Agora vamos para a próxima”, disse Juliana.

Veja a galeria de fotos dia 06.12.2023 – Fotos Pablo NZ

Além de muitas emoções, o primeiro dia de competições do Shell Dream Tour Rio contou com diversas ativações para o público que passou pela estrutura do evento. A Vivo e a Shell disponibilizaram aos espectadores guarda-sóis para os espectadores do local. A Monster também está presente com uma tenda de ativação e brindes.

Os alunos das áreas de comunicação, educação física e fisioterapia da Estácio e do Instituto Yduqs também estiveram presentes no evento, fazendo a cobertura e outras atividades.

O próximo dia de competições do Shell Dream Tour Salvador deve acontecer nesta quinta-feira (7).

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master e a Gerdau como Patrocinadora.  

O Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site https://cbsurf.org.br/dreamtourrj/. A competição está sendo transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no sportv a partir das semifinais.

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022.

A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.

Mais informações para a imprensa: 
Esporte&Negócio
www.esporteenegocio.com.br @esporteenegocio
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545 

Os surfistas ganharam mais um dia livre para treinar

Estrutura do Shell Dream Tour Rio Foto 2U Sports Marina Barboza

Rio de Janeiro, 5 de dezembro de 2023 – O primeiro dia da 6ª etapa do Circuito Brasileiro de Surf, o Shell Dream Tour Rio foi off para os 88 atletas que disputam a competição. Uma nova chamada foi marcada para a terça-feira (6), e a competição será transmitida na íntegra no Canal do Youtube CBSurfplay e ao vivo no sportv, a partir das quartas de final.

“A previsão do dia de hoje já era de ondas bem pequenas, mas a gente não pode descartar a possibilidade, já que trabalhamos com a natureza e às vezes ela pode nos agraciar com a antecipação do swell, mas isso acabou não acabou não acontecendo. Tem uma previsão melhor para esta quarta-feira (6), então nós vamos aguardar essa nova chamada para o próximo dia e esperamos que tenhamos boas ondas para começar o campeonato”, disse Mauro Rabellé, Diretor Técnico da Confederação Brasileira de Surf.

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master e a Gerdau como Patrocinadora.  

O Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site https://cbsurf.org.br/dreamtourrj/. A competição está sendo transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no sportv a partir das semifinais.

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022.

A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.

Mais informações para a imprensa: 
Esporte&Negócio
www.esporteenegocio.com.br @esporteenegocio
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545 

Masculino

Chaveamentos-e-Baterias-DREAM-TOUR-2023-6a-Etapa-Barra-da-Tijuca-RJ-Masculino

Feminino

Chaveamentos-e-Baterias-DREAM-TOUR-2023-6a-Etapa-Barra-da-Tijuca-RJ-Feminino

Informativo sobre as inscrições do dia 05 ao dia 12 de Novembro.
https://cbsurf.org.br/inscricoes-abertas-para-a-6a-etapa-shell-dream-tour-rio-2023-barra-da-tijuca-rj/

• Tainá, que vence pela segunda vez uma etapa no Circuito, e Michael Rodrigues, Wildcard da competição, embolsaram R$ 40 mil cada de premiação e 10 mil pontos no ranking

Tainá Hinckel e Michael Rodrigues são os campeões do Shell Dream Tour Salvador Foto: Lima Jr.

Salvador, 19 de novembro de 2023 – Tainá Hinckel e Michael Rodrigues são os vencedores da 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador, campeonato que representa a Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e foi realizado na Praia de Stella Maris, em Salvador, com início na última terça (14) e encerramento neste domingo (19). Tainá Hinckel (SC) venceu na final a atleta Silvana Lima (CE). Já Michael Rodrigues (SC) derrotou na última bateria o surfista Bino Lopes (BA).

Tainá ganhou mais 10 mil pontos no ranking e segue isolada na liderança Foto: Lima Jr.

A final feminina eletrizante aconteceu entre dois grandes nomes do surfe atual. A disputa entre a catarinense, líder do ranking e dona de vários títulos ao longo da sua carreira, Tainá Hinckel (SC) e a lenda, pentacampeã brasileira Silvana Lima (CE), contou com um show de manobras e também a melhor nota do Campeonato para Tainá, um 8.17. Ao fim da disputa, Tainá, que também venceu a última etapa do Circuito, em Maceió, levou a melhor e garantiu mais 10 mil pontos no ranking, um resultado que a deixa ainda mais confortável na liderança. 

Tainá vence pela segunda vez uma etapa no Circuito Foto: Lima Jr.

“Estou realmente muito feliz com essa vitória, é a grande recompensa por todos os treinos. Quero muito agradecer a minha família, porque sem isso não conseguiria nada. Agradecer ao meu pai, que viaja comigo pelo mundo inteiro, faz as minhas pranchas e abdica da vida dele pra estar comigo em todas as competições, sempre me ajudando. Quero dedicar essa vitória especialmente para a minha família. Quero agradecer muito a Salvador, a praia de Stella Maris, pela onda que mandou. Obrigada a todos que torcem por mim e também a mim mesma, por nunca desistir”, disse Tainá.

Silvana Lima, a segunda colocada da etapa, soma mais 8 mil pontos no ranking e ganhou R$ 15 mil reais, além de seguir na disputa pelo título de Campeã Brasileira da Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf (CBSurf).

Michael Rodrigues, de wildcard a campeão da etapa Foto: Lima Jr.

No masculino, a disputa acirrada e com reviravoltas contou com o wildcard Michael Rodrigues (SC), convidado de última hora para o evento, já que Deivid Silva se lesionou apenas três dias antes da competição. Michael aceitou de primeira a vaga e assim, bateria por bateria, alcançou o lugar mais alto do pódio na batalha final contra o surfista local do pico, Bino Lopes (BA), atleta que foi uma verdadeira revelação durante a etapa, conquistando o seu melhor resultado no Circuito neste ano. 

Michael Rodrigues venceu a 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador Foto: Lima Jr.

“Meu maior desafio nesse último confronto foi me manter calmo. Já perdi muitas vezes pro Bino, então tive que me manter focado e firme, mas dessa vez eu competi muito bem e consegui segurar a prioridade, algo que não fiz na disputa com John John em Bells Beach, então fiquei muito feliz e orgulhoso por ter conseguido agora. Obrigada a minha família, minha mãe, minha esposa, filha, irmão. Amo vocês! Consegui vencer um evento neste ano e sei que é muito difícil um atleta conquistar um título, tem alguns que passam uma vida sem isso, então estou muito feliz e me sentindo abençoado por esse momento na minha vida. Esse Circuito é muito incrível é como se fosse um Mundial dentro do Brasil, é impressionante o nível dos atletas, a estrutura é gigantesca, os patrocinadores são do mais alto escalão, então é incrível ter esse tipo de estrutura em um evento nacional. Todos trabalham sérios e muito felizes por estarem vivendo o esporte. Sou muito grato por presenciar esse momento do esporte, então parabenizo a CBSurf desde o presidente até as pessoas do staff, gratidão à todos vocês”, disse Michael atleta que fez parte da elite mundial e agora segue na disputa para a etapa do Rio de Janeiro em busca de resultados.

Confira a classificação final da 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador.

Classificação feminina 

1º lugar – Tainá Hinckel (SC) 

2º lugar – Silvana Lima (CE) 

3º lugar – Julia Santos (SP) 

3º lugar – Julia Duarte (RJ) 

Classificação masculina 

1º lugar – Michael Rodrigues (SC) 

2º lugar – Bino Lopes (BA) 

3º lugar – Rafael Venuto (CE) 

3º lugar – Daniel Adisaka (SP) 

A 6ª e última etapa do Circuito Brasileiro de Surf acontecerá no Rio de Janeiro, entre os dias 5 a 11 de dezembro e definirá os grandes Campeões Brasileiros de 2023.

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master, Gerdau e Prefeitura de Salvador como Patrocinadoras.  

Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site cbsurf.org.br.

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022. A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.  

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.  

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço

que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex). 

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.  

Mais informações para a imprensa:
Esporte&Negócio   
www.esporteenegocio.com.br   
@esporteenegocio   
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529   
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545   

Atleta Bino Lopes – Foto Lima Jr

Salvador, 18 de novembro de 2023 – O sábado chegou junto com as quartas de final da 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador, em Stella Maris. O sol recebeu os atletas em mais um dia, agora para as baterias das quartas de final dos homens e das mulheres, que aconteceram até o meio dia.  


Atleta Daniel Adisaka – Foto Lima Jr

O confronto que abriu o dia foi entre Daniel Adisaka (SP) e Edgard Groggia (SP). A disputa entre os paulistas teve com resultado a vitória de Daniel, que vai para a sua primeira semifinal no Circuito, com a somatória de 13.24 pontos. “Já estou muito feliz com esse resultado, que é algo que sempre esperei de mim mesmo, então é um momento incrível. Vejo que todo o trabalho e esforço tem valido a pena”, disse Daniel.

Na sequência o atleta local Bino Lopes (BA) desbancou Cauã Costa (RJ), dando sequência a sua ótima participação em casa, ele venceu a bateria com 9.86 pontos. “Desde que o Circuito voltou muitas coisas melhoraram para nós atletas, então venho treinando bastante para buscar esses resultados e esperava sim ir bem, ainda mais em casa, um lugar que já tive muitas vitórias”, contou Bino. 

Atleta Michael Rodrigues – Foto Lima Jr

Michael Rodrigues (SC) e Rodrigo Saldanha (SP) disputaram a bateria de número quatro que começou a definir a segunda semifinal da 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador. Michael, o wildcard na etapa, segue vivo na competição e finalizou a bateria com 13.66 pontos. “Estou amarradão em tudo, não tem sentimento melhor. Está tudo lindo aqui, esse evento é gigante. Eu não sabia que estava essa proporção toda, já que assistindo de casa pela internet é diferente. É muito bom competir contra a nova geração, ontem foi contra o Weslley, é incrível estar aqui vendo esse nível que está muito alto”, comentou Michael.

Atleta Rafael Venuto – Foto Lima Jr

Fechando as baterias masculinas do dia Madson Costa (RN) enfrentou Rafael Venuto (CE). O cearense Rafael venceu a disputa com o total de 10.17 pontos. “Observei a esquerdinha que estava correndo e apostei nela, consegui duas ondinhas que ajudaram no somatório e estou muito feliz pela oportunidade de estar aqui representando meu Estado e sei que tem muito mais pela frente ainda”, disse Rafael.

Atleta Silvana Lima – Foto Lima Jr

Dando o pontapé inicial nas baterias femininas, Yanca Costa (RJ) e Silvana Lima (CE) se enfrentaram em uma bateria disputadíssima que terminou com a hexacampeã brasileira conquistando a vitória e finalizando com 8.63 pontos na somatória. “As condições estão bem difíceis e querendo ou não aqui de fora dá pra ver as ondinhas, mas lá dentro muda tudo. Comecei rápido porque sei que a Yanca é uma boa surfista, então se eu começasse rápido poderia deixar ela nervosa e consegui garantir a vitória nessa tática. Estou feliz de ter passado mais uma vez e gratidão a essa praia que só está me dando sorte”, falou Silvana.

Atleta Julia Duarte – Foto Lima Jr

Julia Duarte (RJ) e Larissa dos Santos (CE) se enfrentaram na bateria número dois das quartas de final. Quem venceu foi Julia, a segunda colocada no ranking com o total de 8.30 pontos na somatória. “Eu amo Stella Maris, porque sempre faço um bom resultado aqui na Bahia. Estou muito feliz em ir para a semi, a Larissa surfa muito então fiquei animada com o resultado e agora espero chegar na final”, contou Julia.

Atleta Taina Hinckel Foto Lima Jr

A líder do ranking Tainá Hinckel (SC), enfrentou Laura Raupp (SC) em uma bateria emocionante e decidida nos últimos minutos, onde Tainá levou a melhor com 9.30 pontos. “Realmente estou muito feliz em ter passado essa bateria apertadíssima contra a Laura. Nós estávamos até conversando sobre isso, já que ultimamente estamos nos enfrentando em praticamente todos os eventos e isso é algo muito legal porque as duas representam Santa Catarina”, disse Tainá.

Atleta Julia Santos – Foto Lima Jr

Fechando o dia de competições e definindo a última vaga da semifinal da 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador, Julia Santos (SP) e Juliana dos Santos (CE) se enfrentaram com a vitória de Julia com a somatória de 9.13. “Estou muito feliz e quero agradecer a Deus por isso, já que é um resultado importante pra mim e quero sair daqui com o título. Acredito que estou no processo de evolução”, contou Julia.

O show de surfe deste sábado foi apenas o início de um dia cheio de ativações, já que o Festival Pura Vida segue acontecendo durante a parte da tarde e noite na praia de Stella Maris. Com várias atividades como competição de altinha, música ao vivo e muita Corona gelada.

Neste domingo (19), as disputas das semifinais e finais do feminino e masculino acontecerão. As baterias serão transmitidas ao vivo pelo sportv e também pelo canal CBSurfPLAY no Youtube. 

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master, Gerdau e Prefeitura de Salvador como Patrocinadoras.  

Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site cbsurf.org.br.

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022. A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.  

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.  

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço

que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex). 

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.  

Mais informações para a imprensa:
Esporte&Negócio   
www.esporteenegocio.com.br   
@esporteenegocio   
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529   
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545   

·        No feminino as sete  primeiras colocadas do ranking seguem na disputa do título em Salvador

·        Entre os homens o convidado da etapa, Michael Rodrigues, desbancou o líder Weslley Dantas

Michael Rodrigues supera Weslley Dantas e vai em busca do título Foto: Lima Jr

Salvador, 17 de novembro de 2023 – Mais um dia de competições do Shell Dream Tour Salvador, a Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf). Dos 88 atletas que começaram as baterias, apenas 8 homens e 8 mulheres seguem na disputa pelo título de campeão e campeã da 5ª etapa, na praia de Stella Maris. 

Silvana Lima segue na disputa Foto: Lima Jr

O feminino caiu na água primeiro, nesta sexta-feira (17), e cinco baterias iniciais contavam com as primeiras atletas no ranking do Circuito. Yanca Costa (RJ) desbancou Nicole Santos (PE) com uma onda que pontuou 6.50 e a somatória total de 10.77. Na sequência a hexacampeã Brasileira, Silvana Lima (CE), enfrentou a atleta Jéssica Bianca (PR) e venceu, conquistando a maior somatória do dia entre as mulheres, um 10.83.

“Me sinto em casa surfando aqui e em qualquer lugar na Bahia, é super especial. O pessoal do pico me recebe muito bem e é isso, estou feliz de ter passado. Mais uma perfomance com a pranchinha que está incrível e vamos, bateria por bateria”, disse Silvana.

Na sequência, a bateria de número três foi entre Larissa dos Santos (CE) e Karol Ribeiro (RJ), quem levou a melhor foi Larissa, com a somatória de 8.20. Seguindo, a atleta Julia Duarte (RJ), segunda colocada no ranking, desbancou Sol Carrion (SP), totalizando 7.50 pontos na somatória. A atleta Tainá Hinckel (SC) superou Taís Almeida (RJ) vencendo por 9.23 pontos e segue na disputa como a líder do Campeonato. 

A líder do ranking Tainá Hinckel Foto: Lima Jr

“Fiquei bem feliz de ter passado essa bateria. As condições estão difíceis e mudando um pouco, a maré está secando então achei meio complicado no início e escolhi as ondas erradas, mas no final tentei mudar a estratégia radicalmente, sai do meião e tentei escolher uma onda para dar uma batida boa e foi o que aconteceu, dessa forma consegui voltar para bateria. Tudo é aprendizado e só quero me divertir e espero que a Bahia me mande boas ondas”, contou Tainá.

As últimas três baterias femininas do dia reuniram Diana Cristina (PB) e Laura Raupp (SC), a atleta de Santa Catarina levou a melhor e venceu com a somatória de 9.27. Alexia Monteiro (RS) e Juliana dos Santos (CE) deram sequência a 7ª bateria e Juliana seguiu para as quartas com a somatória de 7.0. Fechando a participação feminina desta sexta-feira, Julia Santos (SP) e Monik Santos (PE), disputaram a bateria que teve como vencedora a atleta Julia com a somatória de 8.97.

O baiano Bino Lopes conquistou sua vaga para as quartas de final Foto: Lima Jr

Abrindo os trabalhos no masculino, Daniel Adisaka (SP) e Wesley Leite disputaram a vaga para as quartas com Daniel vencendo com uma somatória de 11.57. Edgard Groggia (SP) e Lucas Catapan (PR) se enfrentaram na segunda bateria do dia, com Groggia conquistando a maior nota da competição até agora, um 8.50. Na bateria de número três, o atleta Bino Lopes (BA) e Diego Aguiar (SP) disputaram a vaga e o baiano Bino levou a melhor, animando a torcida que estava na praia.

“Eu sabia que as condições estão desafiadoras, então quis iniciar a bateria bem, com duas ondas na casa dos 4.5 e 5.0, botando dificuldade no adversário, ainda mais sabendo que o Diego é um atleta goffy e hoje eles estão com mais dificuldades para surfar. Consegui fazer o que me propus e graças a Deus avancei para o próximo round”, disse Bino.

Caua Costa (RJ) veio com tudo para a bateria contra Gabriel Klaussner (SP) e venceu conquistando a maior somatória do campeonato até então, um 15.63. Na sequência o líder do ranking Weslley Dantas (SP) enfrentou o wildcard da etapa, o atleta Michael Rodrigues (SC) que levou a melhor. Michael avançou para as quartas com a somatória de 13.33.

“A praia do Futuro me ensinou essa parte mais arisca dos aéreos, então é mais uma bateria a moda antiga, tudo que fiz tem a ver com o que eu aprendi lá. Estou muito feliz em estar aqui no Dream Tour, fiquei triste de não ter entrado no CT, mas me sinto muito honrado de estar aqui. Quem está na praia está vendo toda a realidade, desde os câmeras até a galera que limpa. Ontem eu vi os juízes e deu pra sentir a seriedade de todo o trabalho. Na internet é tudo diferente, mas vendo aqui conseguimos entender melhor. O esporte é muito subjetivo, então a avaliação pode divergir às vezes mas faz parte. Não fazem nem dois anos com essa nova gestão de CBSurf e já é muito gratificante de ver o esporte como está sem precisar sair do Brasil e além disso tem a parte da monetização, a gente faz um dinheiro muito bom aqui e que dá pra vivermos do esporte”, afirmou Michael.

Na 6ª bateria Rodrigo Saldanha (SP) levou a melhor contra Willian Cardoso (SC), com a somatória de 11.93. A penúltima bateria do dia foi entre os surfistas Marcos Correa (SP) e Rafael Venuto (CE), uma disputa que foi decidida nos últimos minutos e terminou com o cearense seguindo na competição com a somatória de 10.93 pontos. Madson Costa (RN) e Matheus Gomes (SP) fecharam o dia de competições do Shell Dream Tour Salvador, na Praia de Stella Maris e Madson continuou na disputa, vencendo a bateria com a somatória de 10.27 pontos.

Além do incrível show de manobras, o público que visitar a região de Stella Maris, poderá aproveitar o Festival Pura Vida, que chega por mais um ano em Salvador com diversas atrações.

O próximo dia de competições do Shell Dream Tour Salvador deve acontecer neste sábado (18).

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master, Gerdau e Prefeitura de Salvador como Patrocinadoras.  

Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site cbsurf.org.br. A competição está sendo transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no sportv a partir das semifinais.   

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022. A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.  

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.  

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço

que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex). 

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.  

Mais informações para a imprensa:
Esporte&Negócio   
www.esporteenegocio.com.br   
@esporteenegocio   
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529   
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545   

·        32 atletas disputaram as 16 vagas para as oitavas de final

·        Na batalha de gerações, o jovem Gabriel Klaussner eliminou o campeão mundial de 2015, Adriano de Souza

Atleta Daniel Adisaka Foto Lima Jr

Salvador, 16 de novembro de 2023 – Dando sequência às disputas, o terceiro dia de competição foi exclusivamente de baterias masculinas para a definição das oitavas de final. Os primeiros 16 confrontos homem a homem proporcionaram uma disputa eletrizante entre os melhores atletas do país no Shell Dream Tour Salvador.

Abrindo os trabalhos da Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), logo na primeira bateria o surfista Daniel Adisaka (SP), venceu a disputa contra Daniel Templar (RJ) e conquistou uma nota 8.0, com um aéreo. “Estou muito confiante, essa manobra que fiz está no pé e graças a Deus recebi essa onda. Eu e o Templar competimos juntos desde o amador, então estar nessa disputa com ele foi muito legal porque crescemos juntos e isso é muito bom para evoluir”, disse Adisaka. 

O lider do ranking Weslley Dantas Foto Lima Jr

A maior somatória do dia ficou com Weslley Dantas (SP), ele que é o atual líder do ranking, venceu a bateria contra Artur Silva (CE) e totalizou 13.94 em sua somatória final. “Estou muito feliz com o que consegui fazer na bateria, já que estava um pouco nervoso porque o mar está pequeno e com vento, mas consegui soltar a minha prancha e mostrar um bom surfe”, comentou Weslley. 

Gabriel Klaussner venceu Mineirinho Foto Lima Jr

Um encontro de gerações também chamou atenção de quem acompanhava o Shell Dream Tour Salvador, o ubatubense Gabriel Klaussner, de apenas 18 anos enfrentou o campeão mundial Adriano de Souza, o Mineirinho, em uma bateria de destaque e que eliminou Adriano. “Acabei perdendo pro Adriano em Garopaba, mas desta vez a valinha estava a minha cara, então é um gostinho bom. Tenho muito respeito e admiro demais ele, mas é muito bom ganhar” contou Gabriel.

Entre as atividades desta quinta-feira (16), a estrutura recebeu novamente a visita de crianças e servidores, mas agora da Organização de Auxílio Fraterno – OAF, para conhecerem o local e aprenderem mais sobre a modalidade. Além disso, o Shell Dream Tour Salvador conta com ações ambientais como a presença da Cooperativa de Reciclagem CAEC, que colabora com mais de 50 famílias com materiais coletados em eventos.

A partir desta sexta-feira (17), quem passar pela região de Stella Maris já poderá curtir as ativações do Festival Pura Vida, na Barraca do Lôro, mesmo local onde está a estrutura do Campeonato, e contará com programação desde o horário do sunset, até às 22h com atrações musicais.

O próximo dia de competições do Shell Dream Tour Salvador deve acontecer nesta sexta-feira (17).

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master, Gerdau e Prefeitura de Salvador como Patrocinadoras.  

Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site cbsurf.org.br. A competição está sendo transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no sportv a partir das semifinais.

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022. A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil. 

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição.

Mais informações para a imprensa:   

Esporte&Negócio  
www.esporteenegocio.com.br   
@esporteenegocio   
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529   
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545

Estrutura do Shell Dream Tour Salvador Foto Lima Jr

Salvador, 15 de novembro de 2023 – Um belo dia de sol iluminou a praia de Stella Maris, em Salvador para os atletas no segundo dia de competições da 5ª etapa do Shell Dream Tour Salvador, o campeonato que representa a Divisão Principal da Confederação Brasileira de Surf.

Os primeiros confrontos começaram logo cedo, às 8h30 da manhã, com a sequência das disputas da primeira fase masculina. Após a definição das batalhas homem a homem, chegou a hora das mulheres caírem na água para se enfrentarem nas primeiras oito baterias.

Lider do ranking do Circuito Weslley Dantas teve a maior somatoria do dia Foto Lima Jr

No masculino, o líder do ranking do Circuito, o paulista Weslley Dantas, manteve seu destaque ao longo da disputa e conquistou uma nota 8, vencendo sua bateria com a somatória de 13.50 pontos. “Estou feliz com o meu desempenho e me sentindo leve. Vim com o meu irmão e estou tranquilo, viajei para outras etapas sempre acompanhadas dos meus amigos e isso me deixa mais calmo. Agora é seguir focado na disputa”, disse Weslley. 

A hexacampeao brasileira Silvana Lima avanca para as oitavas Foto Lima Jr 1

As primeiras baterias femininas entraram na água na parte da tarde e definiram as oitavas de final desta etapa. O destaque ficou com a hexacampeã brasileira, Silvana Lima (CE), campeã da primeira etapa do Dream Tour em Xangri-lá e quinta colocada geral no ranking do Circuito em 2023. A atleta venceu e teve a melhor somatória do dia, um 13.10. “Eu gosto muito de competir. Acabei começando um pouco tarde, pois foi aos 18 anos que virei profissional e tem meninas que começam com 13, 14 anos, mesmo assim tenho uma trajetória grande, já fui para o Mundial, Olimpíadas e ainda estou aqui pegando uma fase maravilhosa dessa gestão. Também peguei outras gestões boas, então acredito que sou ilumidada por isso, não posso reclamar da vida, do surfe. Realmente fiz a escolha certa”, comentou Silvana.

Além das atrações dentro da água, o Shell Dream Tour Salvador também conta com ativações na areia. O Campeonato tem um ponto de descarte para lixo eletrônico como cabos, celulares, pilhas e conectores. A urna faz parte da ação Vivo Recicle, um movimento da empresa de telefonia, que é patrocinadora master do Circuito, pela economia circular que já recolheu mais de 5.2 milhões de itens, sendo mais de um milhão de celulares e 139 toneladas de resíduos que voltaram para a cadeia coletiva. 

Criancas e adolescentes do projeto social Stella Surf School Foto Lima Jr

Nesta quarta, crianças e adolescentes do projeto social Stella Surf School, tiveram a oportunidade de visitar a estrutura do evento, para entender como funciona a logística do Campeonato Brasileiro de Surfe, além de conhecerem os atletas.

Para quem busca atividades além do surfe, o Festival Pura Vida será a oportunidade perfeita para aproveitar. O evento começa nesta sexta-feira (17), na Barraca do Lôro, na Praia de Stella Maris, mesmo local onde está a estrutura do Campeonato, e contará com programação que inclui disputas de futevôlei, sunsets, shows e muito mais até domingo (19).

O próximo dia de competições do Shell Dream Tour Salvador deve acontecer nesta quinta-feira (16).

A Divisão Principal do Circuito Brasileiro conta com empresas que dão a dimensão da relevância do evento no cenário esportivo nacional. O Dream Tour tem a Shell como a cota principal Coapresenta, a VIVO e Corona como Patrocinadoras Master, Gerdau e Prefeitura de Salvador como Patrocinadoras.  

Dream Tour é uma realização da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e promoção da Dream Factory, que estão juntos resgatando a Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surf, através da Lei de Incentivo ao Esporte do Governo Federal, por meio do Ministério do Esporte.   

Para saber tudo sobre o Dream Tour 2023 siga @dreamtoursurf no instagram e acesse o site cbsurf.org.br. A competição está sendo transmitida ao vivo no canal CBSurfPLAY do Youtube, e estará disponível no sportv a partir das semifinais. 

Sobre a CBSurf   

Reconhecida pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e também pela ISA (International Surf Association), a Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) é a entidade nacional de administração do surf e de todas as atividades relacionadas aos esportes com pranchas, como definido no Estatuto da CBSurf. A entidade foi originalmente fundada em 17 de outubro de 1998 e conta com 15 federações estaduais filiadas. A sede atual está situada na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina, tendo como presidente Flavio Padaratz e como vice-presidentes Paulo Moura e Brigitte Mayer, eleitos em fevereiro de 2022. A CBSurf tem como missão desenvolver, produzir, chancelar e organizar o Dream Tour e a Taça Brasil, que compõem o Campeonato Brasileiro de Surf, o Circuito Brasileiro do Surf de Base, o Circuito Brasileiro de Ondas Grandes, o Circuito Brasileiro de Longboard, o Circuito Brasileiro Master, o Circuito Brasileiro de Stand Up Paddle (Race, Wave, Sprint e Paddleboard) e o Campeonato Brasileiro de Parasurf. Todos, nas categorias masculina e feminina. Acompanhando o enorme sucesso do surf brasileiro, tanto no Circuito Mundial, com seis títulos mundiais nos últimos nove anos, quanto na Olimpíada do Japão, com a conquista da inédita medalha de ouro na estreia do surf, uma nova gestão feita por ex-competidores da elite mundial e pelos melhores profissionais do surf brasileiro, a CBSurf tem, como valor principal, promover e desenvolver a criação de ídolos nacionais, e consolidar as carreiras dos atletas de todas as categorias, inclusive das profissões que gravitam em torno das competições, trazendo dignidade pra toda a comunidade do surf brasileiro. Em 2023, o Dream Tour estabelecerá um padrão e patamar inédito e histórico em todo o mundo.   

Sobre a Dream Factory:   

Ao longo dos seus mais de 22 anos de existência, a Dream Factory esteve entre as empresas líderes do mercado nacional de entretenimento ao vivo. Inicialmente como executores de eventos, a empresa nasceu após produzir a volta do Rock in Rio para o Brasil, em 2001. Nos momentos seguintes, a empresa foi uma das pioneiras na evolução do setor com a criação e implementação de experiências de marca integradas. Hoje, a Dream Factory é um sistema integrado de entretenimento ao vivo com eventos proprietários, serviços e gestão de comunidades. Entre os eventos proprietários estão marcas conhecidas e queridas pelo público como a Maratona do Rio, a ArtRio, Sertões, Árvore do Rio e mais recentemente, a VidCon SP, o Dream Tour e o MECA.

A Dream Factory também traz em seu guarda-chuva a Dreamloc, que cuida de logística e infraestrutura, a Dream Venue, que atua como operação de “venue”, com a administração de espaços como a Marina da Glória, no Rio de Janeiro; a GoDream, que organiza as vendas de ingresso, bebidas e alimentos, a Dream Strategy, que oferece consultorias estratégicas para marcas e empresas líderes do mercado e a Easylive, uma empresa que capta pontos em troca de benefícios.

Sobre a Shell Brasil:

Há 110 anos no país, a Shell é uma empresa de energia integrada com participação em Upstream, no Novo Mercado de Gás Natural, Trading, Pesquisa & Desenvolvimento e no Desenvolvimento de Energias Renováveis, com um negócio de comercialização no mercado livre e produtos ambientais, a Shell Energy Brasil. Aqui, a distribuição de combustíveis é gerenciada pela joint-venture Raízen, que recentemente adquiriu também o negócio de lubrificantes da Shell Brasil. A companhia trabalha para atender à crescente demanda por energia de forma econômica, ambiental e socialmente responsável, avaliando tendências e cenários para responder ao desafio do futuro da energia.

Sobre a Vivo:   

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, e tem como propósito “Digitalizar para Aproximar”. A Vivo é um hub digital, facilitando o acesso de seus clientes a serviços em diferentes áreas, como entretenimento, esportes, segurança digital, finanças, saúde e educação. Atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B, chegando a 112 milhões de acessos (3T22). A empresa está presente em 4,9 mil cidades com rede 3G, mais de 4,6 mil com 4G, e 3,2 mil municípios com a rede 4,5G. No segmento móvel, a Vivo tem 97 milhões de acessos e responde pela maior participação de mercado do segmento (38%) no País, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T22). No âmbito dos patrocínios, a marca tem uma longa história no apoio ao esporte e é patrocinadora oficial da Seleção Brasileira desde 2005. Ao longo dos anos, a empresa vem ampliando sua atuação no cenário de esportes outdoor e apoia iniciativas de beach tennis, ciclismo e automobilismo de aventura por todo o Brasil.

Sobre a Gerdau:     

Com 122 anos de história, a Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Além disso, possui uma divisão de novos negócios, a Gerdau Next, com o objetivo de empreender em segmentos adjacentes ao aço. Com o propósito de empoderar pessoas que constroem o futuro, a companhia está presente em 9 países e conta com mais de 36 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações. Maior recicladora da América Latina, a Gerdau tem na sucata uma importante matéria-prima: 71% do aço

que produz é feito a partir desse material. Todo ano, 11 milhões de toneladas de sucata são transformadas em diversos produtos de aço. A companhia também é a maior produtora de carvão vegetal do mundo, com mais de 250 mil hectares de base florestal no estado de Minas Gerais. Como resultado de sua matriz produtiva sustentável, a Gerdau possui, atualmente, uma das menores médias de emissão de gases de efeito estufa (CO₂e), de 0,90 t de CO₂e por tonelada de aço, o que representa aproximadamente a metade da média global do setor, de 1,89 t de CO₂e por tonelada de aço (worldsteel). Para 2031, a meta da Gerdau é diminuir as emissões de carbono para 0,83 t de CO₂e por tonelada de aço. As ações da Gerdau estão listadas nas bolsas de valores de São Paulo (B3), Nova Iorque (NYSE) e Madri (Latibex).

Sobre a Corona 

Corona nasceu no México em 1925 e é a marca de cerveja mexicana mais popular do mundo, exportada para mais de 150 países. Criada na natureza, é sinônimo de praia e de celebração dos momentos ao ar livre, convidando as pessoas a fazerem uma pausa e relaxarem. Corona é vendida no Brasil pela Ambev desde 2014 e é parceira de iniciativas sustentáveis, tendo recolhido mais de 17,5 toneladas de lixo em 77 limpezas de praia pelo país. A marca também foi pioneira ao lançar a primeira long neck premium retornável do Brasil e foi reconhecida em 2021 como a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que a marca recupera e recicla mais plástico do que utiliza em sua cadeia de produção e distribuição. 

Mais informações para a imprensa:   

Esporte&Negócio   
www.esporteenegocio.com.br  
@esporteenegocio   
Chris Volpe – [email protected] – (13) 99177 1529   
Guto Francischini – [email protected] – (11) 98437 6545

Masculino

Chaveamentos-e-Baterias-DREAM-TOUR-2023-5a-Etapa-Stella-Maris-BA-Masculino

Feminino

Chaveamentos-e-Baterias-DREAM-TOUR-2023-5a-Etapa-Stella-Maris-BA-Feminino