Carlos Bahia leva o título da longboard profissional

Após uma intensa jornada de baterias ao longo dos últimos dias, foram conhecidos neste domingo, 25, os campeões da segunda etapa do Circuito Brasileiro de Longboard e SUP Surf. Os competidores mostraram um alto nível de habilidade e dedicação, e agora chegou o momento de celebrar suas conquistas. A cerimônia de premiação foi emocionante, com os vencedores sendo reconhecidos pelo seu talento e esforço. E além de reconhecimento os campeões também foram contemplados com alguns zeros a mais em suas contas bancárias já que o Circuito oferece uma excelente premiação.

Além da competição em si, o evento contou com uma atmosfera única, reuniu amantes do surf, fãs e familiares dos competidores. A vibração foi contagiante e a torcida incentivou e aplaudiu cada manobra bem executada, proporcionando um clima de camaradagem entre os participantes.

Longboard masculino profissional

Dois grandes nomes do cenário mundial disputaram o título na longboard masculino pro. Carlos Bahia e Rodrigo Sphaier deram mais um show à parte na bateria que encerrou a competição. Com alto nível técnico os dois protagonizaram um duelo de encher os olhos. Em suas duas melhores Bahia fez 7,83 e 8,67 para sair de Jacaraípe com o título. Enquanto Sphaier, campeão da primeira etapa, colocou na conta 5,83 e 7,20 para ser vice-campeão.

Carlos Bahia | Longboard e SUP Surf Classic – Serra/ES | Foto: Lima Jr.

“Tenho boas lembranças aqui da praia de Solemar, e hoje vai ser mais uma para ficar na memória. É uma honra muito grande disputar uma final com esse monstro do longboard Rodrigo Sphaier. O nível de surf de todos os atletas é muito alto e é muito gratificante competir com todos eles”, disse Carlos Bahia.

Quero parabenizar e agradecer a CBSurf e a Prefeitura de Serra por mais este evento de alto nível”, finalizou.

Longboard feminino profissional

A hexacampeã brasileira Atalanta Batista abriu muito bem o confronto com Luana Soares e seguiu aumentando vantagem para ser campeã na categoria longboard feminino pro. Luana, que fez belíssimas apresentações durante a prova, não se encontrou na final. Pegou ondas que lhe renderam escores fracos e ficou precisando de uma nota no critério excelente para ultrapassar Atalanta que disparou na liderança do ranking vencendo as duas etapas iniciais do Circuito.

Quero agradecer a todos que ficaram na torcida, mais uma vitória para honra e glória do Senhor! Quero muito o título de 2023, tenho treinado bastante junto com o Daniel, meu filho. Venho mantendo foco e está dando certo. Estou muito feliz também por dividir o pódio com essas mulheres que a cada dia vem elevando o nível do longboard feminino”, disse a local da Baía de Maracaípe (PE) que pela conquista embolsou a quantia de 8.500,00 reais.

Longboard masculino 35 +

Gabriel Aguirre (RN) | Longboard e SUP Surf Classic – Serra/ES | Foto: Lima Jr.

Gabriel Aguirre (RN) comemorou o título na categoria longboard 35 + após virar em cima de Robson Fraga (SE), que liderou todo o confronto. Já no finalzinho da bateria o potiguar encontrou uma bela onda onde executou manobras precisas para cravar 8 pontos, virar em cima do sergipano e levantar o troféu de campeão da segunda etapa.

Longboard masculino 50+

Daniks Fischer (SP)

Na categoria longboard 50 + Daniks Fischer repetiu em Solemar o feito na etapa anterior em Pontal do Ipiranga e subiu ao lugar mais alto do pódio para se manter líder da categoria. Daniks surfou muito à vontade para se manter na liderança durante todo o confronto e sair do mar com mais um título.

Longboard feminino Sub 18

Julia Vianna (RJ)

Mais uma atleta que repetiu o resultado da etapa anterior foi a carioca Julia Vianna. Julia se mostrou muito bem adaptada as condições do litoral capixaba para vencer mais uma e permanecer como número um do ranking. Destaque também, na bateria final, para Katellyn Oliveira. A paulista brigou até os minutos finais e, apesar de não conseguir a virada em cima de Julia, saltou da quarta para a segunda colocação com manobras bem executas em sua última chance no confronto. Mesmo com pouca idade as promessas da nova geração do longboard feminino mostram muita raça e perspicácia para traçar as estratégias certas e construir um caminho de sucesso no esporte.

Na profissional não consegui mostrar meu surf, mas na sub-18 consegui achar boas ondas, tanto na semi quanto na final, e estou extremamente feliz com as vitórias aqui no Espírito Santo”, contou Julia Vianna.

SUP Surf Feminino Profissional

Gabi Sztamfater (SP) | Longboard e SUP Surf Classic – Serra/ES | Foto: Lima Jr.

As atletas de Ubatuba Gabi Sztamfater e Aline Adisaka travaram um duelo duríssimo na final da SUP Surf feminino Pro. Gabi venceu pelo apertado placar de 9,50 a 9,23. Aline, bravamente, tentou a virada até os minutos finais, na última onda a expectativa aumentou, mas o escore não foi suficiente e Gabi venceu mais uma para se manter na ponta do Circuito.

SUP Surf Masculino Profissional

Outros dois paulistas e grandes nomes do esporte nacional e mundial disputaram o título do SUP Surf Masculino Pro. E quem levou a melhor foi Leonardo Gimenes que encontrou as melhores oportunidades e soube aproveitá-las para levar o título da etapa. Luiz Diniz ficou com o vice-campeonato em Solemar.

A segunda etapa do Circuito Brasileiro de Longboard e SUP Surf foi marcada por um sucesso estrondoso, deixando os competidores e espectadores extasiados com o nível de talento e desempenho apresentado. Sob a eficiente administração da nova gestão da Confederação Brasileira de Surf, a competição se consolidou como um evento de referência no cenário esportivo nacional. Geraldo Cavalcati, diretor institucional da CBSurf, não poupou elogios ao trabalho realizado, destacando a organização impecável e o comprometimento dos atletas. O evento foi uma verdadeira celebração da cultura do surf, mostrando a força e o potencial do esporte no Brasil.

Quero agradecer principalmente aos locais do pico que nos cederam espaço para a realização da competição. Quero dizer que é um grande prazer estar aqui no Espírito Santo, agradecer ao meu amigo Manga e a todos da diretoria da FESURF. Agradecer também ao Prefeito Sérgio Vidigal pelo incentivo ao esporte e pela parceria conosco. Nós esperamos fincar bandeira aqui, esperamos voltar outras vezes. A CBSurf sempre quer voltar aonde é bem recebida”, falou Geraldinho.

“A mais de 40 anos estamos trabalhando em prol do surf e nossa gestão vem se empenhando de forma planejada, conduzindo as coisas da forma certa, e assim os frutos estão sendo colhidos”, finalizou de Geraldo Cavalcanti.

A competição foi encerrada hoje com uma magnitude impressionante, cativando um público apaixonado na deslumbrante praia de Solemar, em Serra. O evento esportivo foi um verdadeiro triunfo, reunindo os melhores surfistas do país que apresentaram um espetáculo de manobras radicais e domínio das ondas. Com uma atmosfera vibrante e cheia de energia os competidores demonstraram habilidades extraordinárias, levando o público a emoção a cada onda surfada, a cada virada de bateria. A presença maciça de espectadores e entusiastas foi uma prova inegável do crescente prestígio e popularidade do Longboard e do SUP Surf no Brasil. Com resultados tão notáveis, essa etapa do ficará gravada na memória como um marco glorioso para o esporte nacional.

Resultados da etapa:

LONG MASC PRO

  • 1.Carlos Bahia (SP)
  • 2. Rodrigo Sphaier (RJ)
  • 3. Alexandre Escobar (ES)
  • 3. João Pedro Rodrigues (CE)

LONG FEM PRO

  • 1. Atalanta Batista (PE)
  • 2. Luana Soares (SP)
  • 3. Kate Brandi (RJ)
  • 3. Jasmim Avelino (SP)

SUP MASC PRO

  • 1. Leonardo Gimenes (SP)
  • 2. Luiz Diniz (SP)
  • 3. Adriano Trinca Ferro (SC)
  • 3. Kauai Pinheiro (RJ)

SUP FEM PRO

  • 1. Gabi Sztamfater (SP)
  • 2. Aline Adisaka (SP)
  • 3. Kilvia Cardoso (CE)
  • 3. Kate Brandi (SP)

LONG MASC SUB 18

  • 1. Daniel Batista (PE)
  • 2. Antonio Robles (RN)
  • 3. Hideki Duarte (SP)
  • 4. Miguel Ferro (RN)

LONG FEM SUB 18

  • 1. Julia Vianna (RJ)
  • 2. Katellyn Oliveira (SP)
  • 3. Melissa Benatti (SP)
  • 4. Sol Tostes (CE)

SUP MASC SUB 18

  • 1. Pedro Veiga (BA)
  • 2. Vinicius Barbosa (ES)

LONG MASC 35+

  • 1. Gabriel Aguirre (RN)
  • 2. Robson Fraga (SE)
  • 3. Jonas Lima (SP)
  • 4. Frederico Medeiros (RN)

SUP MASC 35+

  • 1. Adriano Trinca Ferro (SC)
  • 2. Jonas Lima (SP)
  • 3. Gilsinho (ES)
  • 4. Ricardo Casselhas (SP)

LONG MASC 50+

  • 1. Daniks Fischer (SP)
  • 2. Márcio Costa (PR)
  • 3. Marcelo Bibita (CE)
  • 4. Fabiano Malavasi (SP)

Você pode conferir tudo que rolou durante o evento, resultados das baterias, fotos, releases e muito mais, no website cbsurf.org.br.

Comunicando Surf – Assessoria de Comunicação 
Jocildo Andrade – JP- Mtb.: 2849 / Ce.
85 9 9775-0489 

[email protected]
@cearasurf.oficial 

Sede: Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 2001, Praia Mole,
Florianópolis/SC – CEP: 88.0061-700.

logo cbs 99

©2024. Confederação Brasileira de Surf – CBSurf