O paranaense fez os recordes do dia e Krystian Kymerson começou a defender a liderança do ranking no evento apresentado pela Prefeitura de Florianópolis

Peterson Crisanto | CBSurf Floripa Pro | Foto: Pablo Jacinto

O paranaense Peterson Crisanto comandou o show de aéreos da quarta-feira no CBSurf Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis. Ele acertou os três que arriscou e fez os recordes do dia, batendo as marcas do catarinense Mateus Herdy e do cearense Michael Rodrigues, que também se destacaram nas boas ondas da Praia Mole. O líder do ranking profissional da Confederação Brasileira de Surf, Krystian Kymerson, estreou com vitória. Mas, o vice-líder, Alan Jhones, acabou eliminado no desempate. A rodada de apresentação dos principais cabeças de chave, prossegue a partir das 8h00 da quinta-feira e neste quarto dia será iniciada a competição feminina, com transmissão ao vivo pelo CBSurf.org.br.

Os primeiros destaques da quarta-feira de chuva, mas com boas ondas na Praia Mole, foram Mateus Herdy e Michael Rodrigues, que moram em Florianópolis e sempre surfam no palco do CBSurf Floripa Pro, válido como quarta etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf. Mas, todos os recordes do dia foram batidos por Peterson Crisanto, que completou todos os aéreos que arriscou nas direitas da Praia Mole. O primeiro foi um full rotation muito alto, que arrancou nota 9,17 dos juízes. O segundo foi um alley oop que valeu 8,50 e ainda acertou outro aéreo rodando que recebeu 8,27, nota que foi descartada.

“Estou feliz, porque acertei todos os aéreos que mandei. Eu venho treinando bastante os aéreos e agora estou conseguindo voltar mais nas baterias”, disse Peterson Crisanto. “A gente sempre treina, mas as vezes fica difícil acertar nas baterias, por conta da emoção, adrenalina e tal. Mas, agora estou mais concentrado e o resultado está aí, estou conseguindo completar finalmente. E esse vento também é uma maravilha pra mandar aéreos nas direitas. Pega bem no fundo da prancha e estou amarradão em começar essa etapa com o pé direito”.

O paranaense fez parte da elite do CT até o ano passado e acabou sofrendo uma contusão que o tirou das competições por um longo período. Ele retornou esse ano e agora está numa fase impressionante, sendo vice-campeão nos dois últimos eventos da Confederação Brasileira de Surf que competiu. No CBSurf Pro Matinhos, duas semanas atrás na sua casa, perdeu o título da terceira etapa da Divisão Principal do Circuito Brasileiro para Krystian Kymerson, que passou a liderar o ranking com a vitória. E no último domingo, só não derrotou o campeão mundial Adriano de Souza no CBSurf São Chico Pro em São Francisco do Sul.

“Estou numa fase boa, graças a Deus, depois de uma fase bem ruim após a minha lesão, logo depois da etapa do CT no México”, disse Peterson Crisanto. Fiquei praticamente 1 ano sem competir e agora estou retornando com ritmo total, me dedicando como nunca. Venho treinando bastante a parte física, surfando também e estou feliz com essa nova fase. Espero que se estenda por muitos anos, pois vou trabalhar muito mais para que isso aconteça”.

Antes desta impressionante apresentação de Peterson Crisanto, o recordista do dia na quarta-feira do CBSurf Floripa Pro era o cearense Michael Rodrigues, que há muitos anos mora em Florianópolis e sempre treina na Praia Mole. Ele contundiu o tornozelo durante o Challenger Series da África do Sul em julho, mas mostrou estar totalmente recuperado. Primeiro, ao aterrissar de um aéreo rodando nas direitas que ganhou nota 8,50. Depois, manobrando forte nas esquerdas, para totalizar 16,50 pontos somando uma nota 8,00.

“Que sensação maneira, estou muito feliz, porque não existe nada melhor do que voltar de lesão assim. Melhor ainda ser aqui na Praia Mole, onde eu treino todos os dias e me sinto em casa. Eu amo esse lugar, então é muito bom vestir a lycra novamente e começar com o pé direito”, disse Michael Rodrigues. “Foi muito trabalho e quero agradecer meu fisioterapeuta, o André Mateus, que foi impecável. A gente trabalhou muito nesse tornozelo e ele está blindado, Graças a Deus, então estou feliz da vida”.

RECORDISTA ABSOLUTO – Michael Rodrigues foi finalista da etapa do QS que rolou na Praia Mole em 2021 e 2022, sendo vice-campeão na primeira e campeão esse ano. Ele foi o primeiro a chegar perto dos números do recordista absoluto do CBSurf Floripa Pro, o catarinense Mateus Herdy. Na terça-feira, ele fez um aéreo full rotation que arrancou nota 10 unanime dos cinco juízes e totalizou 19,77 pontos. Mateus é o atual campeão brasileiro profissional da CBSurf e deu outro show na quarta-feira, vencendo sua bateria com um aéreo nota 8,17.

“Eu vi que não tinha ninguém naquela vala mais pro canto e eu surfo essas condições quase todo dia, então eu sabia que ia dar umas ondas ali”, disse Mateus Herdy, após vencer a bateria que fechou a segunda fase. “Acho que eu não estava muito no meu dia no início da bateria. Caí bastante, mas como estava vindo bastante ondas, deu tempo de errar e acertar. Depois, consegui fazer uma onda de borda com duas manobras, aí me soltei pra mandar meus aéreos”.

LÍDERES DO RANKING – Logo após Mateus Herdy fazer as marcas a serem batidas na quarta-feira, foi iniciada a rodada de apresentação dos 48 principais cabeças de chave do CBSurf Floripa Pro. Fazem parte desta lista, oito surfistas que já fizeram parte da elite mundial do CT e os que defendem vagas no grupo dos top-50 do ranking, que se classificarão para o Dream Tour da CBSurf de 2023. Inclusive os líderes na corrida pelos títulos brasileiros da temporada.

Logo na primeira bateria, estreou o número 3 do ranking, o baiano Yagê Araujo, que achou uma onda boa logo no início e largou na frente com 6,17. Essa nota foi decisiva para ele derrotar o paulista Luan Hanada, o paraibano Kauã Hanson e o baiano Fabricio Bulhões. Na quarta fase, que será disputada na quinta-feira, Yagê vai enfrentar o potiguar Deyvson Santos e os cariocas Lucas Silveira e Pedro Neves.

“Estou bem feliz de ter avançado, porque a primeira bateria é sempre a mais tensa para mim, com aquele stress de começar bem o campeonato”, disse Yage Araujo. “Eu não gostei muito do meu surfe, mas o importante era passar. O mar está bem difícil, tem uma onda correndo com vento nordeste muito forte, que impede mandar as rabetadas e aéreos nas esquerdas. Mas, deu pra fazer um base-lip maneiro ali e vamos pra próxima”.

DERROTA NO DESEMPATE – Depois de Yagê Araujo, o sexto do ranking, Messias Felix, foi eliminado na quinta bateria, mas o sétimo colocado, Marcos Correa, ganhou a oitava, logo após o show de Michael Rodrigues na sétima bateria. Na 12.a, estreou o vice-líder, Alan Jhones, que perdeu no desempate. Ele e o alagoano Amando Tenorio terminaram com 12,30 pontos e Alan foi derrotado pela maior nota, 6,83 contra 6,80. O campeão mundial Adriano de Souza venceu este confronto, com nota 7,00 numa direita e 7,67 numa esquerda.

“Hoje tem muita onda, inclusive tá até difícil de se posicionar lá no line-up. Masm a onda do excelente tem que ser bem escolhida”, disse Adriano de Souza. “Eu acabei errando na minha primeira, mas aí consegui me concentrar e comecei superbem com um 7,0. Logo já peguei outra onda boa que foi 7,67 e isso me deixou confortável para avançar. O mar mudou bastante e agora tem mais pressão. A ondulação ontem era sul e hoje está de leste, então quem mora aqui sabe o quanto é diferente uma da outra. Agora vamos pra esse rounde 4 aí”.

ESTREIA DO LÍDER – Na bateria seguinte, entrou o capixaba Krystian Kymerson para fazer a sua primeira defesa da liderança do ranking no CBSurf Floripa Pro, logo após a queda do seu principal concorrente. Ele começou bem com nota 6,33, mas depois caiu nos aéreos e foi ultrapassado pelos paulistas Ricardo Ferreira e Thiago Camarão. Só no final, o bicampeão brasileiro em 2018 e 2021, conseguiu achar uma esquerda boa para manobrar forte e ganhar 6,17. Com essa nota, Krystian pulou do terceiro para o primeiro lugar com 12,50 pontos, contra 12,16 de Ricardo Ferreira e 12,10 do Thiago Camarão, que acabou eliminado.

“Eu sabia que ia ser uma bateria muito difícil, com o Thiago (Camarão), o Ricardo (Ferreira) e o Kim (Matheus), mas Graças a Deus eu consegui achar boas ondas ali pra passar em primeiro”, disse Krystian Kymerson. “Acabei caindo em dois aéreos que eu treino muito, mas estou feliz e é seguir passo a passo. Tem altas ondas hoje e a previsão é muito boa para os próximos dias, então tomara que dê tudo certo, para continuar passando. Cada bateria é uma decisão, porque os melhores surfistas do Brasil estão aqui, então é isso, estou muito feliz e vamos pra próxima”.

CATEGORIA FEMININA – Restaram quatro baterias para fechar a terceira fase do CBSurf Floripa Pro, que ficaram para abrir a quinta-feira. Neste quarto dia de competição, será iniciada a categoria feminina, com as 36 surfistas de 9 estados do país estreando nas oito baterias da primeira fase. Entre elas, a catarinense Tainá Hinckel, que lidera o ranking brasileiro com duas vitórias nas três etapas realizadas. Ela só não venceu a de Saquarema (RJ), mas foi campeã na primeira em Alagoas (AL) e na de Matinhos (PR), duas semanas atrás.

CBSurf Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis é válido como quarta etapa da Divisão Principal do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e está sendo realizado com patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude, Dream Factory, GND Incorporadora, Selina Floripa Hotel, Surfland, Silverbay, Fu-Wax e Açaí do Joca Junior, além do apoio da Fico, Lord, Layback, Cabanas da Praia Mole, Federação Catarinense de Surf e Associação de Surf da Praia Mole. A competição está sendo transmitida ao vivo pelo www.cbsurf.org.br.

———————————————————–

Assessoria de Imprensa do CBSurf Floripa Pro

João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria

(48) 999-882-986 – [email protected]

———————————————————–

RESULTADOS DA QUARTA-FEIRA NO CBSURF FLORIPA PRO:

SEGUNDA FASE – 3.o=97.o lugar (200 pts) e 4.o=121.o lugar (180 pts):

——baterias que abriram a quarta-feira:

19: 1-Samuel Joquinha (RN), 2-Jonathan Freitas (RN), 3-Mathias Ramos (CE), 4-Lucas Pires (RN)

20: 1-Ryan Kainalo (SP), 2-Derek Adriano (SC), 3-Petterson Thomaz (SC), 4-Anderson Pikachu (RJ)

21: 1-Pedro Dib (SP), 2-Giovani Pontes (SP), 3-Davi Sobrinho (CE), 4-Tayrom Silva (SC)

22: 1-José Francisco (PB), 2-Janninfer de Souza (CE), 3-Madson Costa (RN), 4-Marcos Alves (CE)

23: 1-Kainan Meira (PR), 2-Wesley Leite (SP), 3-Derek Souza (SP), 4-Derek Plachi (SC)

24: 1-Mateus Herdy (SC), 2-Igor Moraes (SP), 3-Gustavo Borges (RS), 4-Gabriel Ramos (SP)

TERCEIRA FASE – entrada dos 48 principais cabeças de chave:

——–3.o=49.o lugar (1.000 pts) e 4.o=73.o lugar (600 pts)

01: 1-Yage Araujo (BA), 2-Luan Hanada (SP), 3-Fabricio Bulhões (BA), 4-Kauã Hanson (PB)

02: 1-Paulo Moura (PE), 2-Deyvson Santos (RN), 3-Lysandro Leandro (RN), 4-Felipe Oliveira (SP)

03: 1-Lucas Silveira (RJ), 2-Edgard Groggia (SP), 3-Leo Casal (SC), 4-Victor Valentim (PR)

04: 1-Geovane Ferreira (SP), 2-Pedro Neves (RJ), 3-Cauã Costa (CE), 4-Rodrigo Saldanha (SP)

05: 1-Jonatha Santos (RN), 2-Pedro Nogueira (SC), 3-Pericles Dimitri (PR), 4-Messias Felix (CE)

06: 1-Raoni Monteiro (RJ), 2-Rafael Teixeira (ES), 3-Cauã Gonçalves (SP), 4-Leandro Bastos (RJ)

07: 1-Michael Rodrigues (CE), 2-Leonardo Barcelos (SC), 3-Gabriel Klaussner (SP), 4-Luel Felipe (PE)

08: 1-Marcos Correa (SP), 2-Michel Roque (CE), 3-Luy Gonzales (RS), 4-Luan Wood (SC)

09: 1-Douglas Silva (PE), 2-João Ferreira (SP), 3-Alexandre Camargo (CE), 4-Lucas Cainan (PR)

10: 1-Luã da Silveira (SC), 2-Willian Cardoso (SC), 3-Israel Junior (RN), 4-Charlie Brown (CE)

11: 1-Gabriel André (SP), 2-Tomas Hermes (SC), 3-Diogo Santos (BA), 4-Diego Aguiar (SP)

12: 1-Adriano de Souza (SP), 2-Amando Tenorio (AL), 3-Alan Jhones (RN), 4-Luciano Brulher (SP)

13: 1-Krystian Kymerson (ES), 2-Ricardo Ferreira (SP), 3-Thiago Camarão (SP), 4-Kim Matheus (SP)

14: 1-Lucas Catapam (PR), 2-Heitor Alves (CE), 3-Vitor Ferreira (RJ), 4-Dodo Veiga (SP)

15: 1-Peterson Crisanto (PR), 2-Victor Costa (RN), 3-Caetano Vargas (SC), 4-Artur Silva (CE)

16: 1-Robson Santos (SP), 2-Alex Ribeiro (SP), 3-Theo Fresia (RJ), 4-Lucas Vicente (SC)

17: 1-Samuel Igo (PB), 2-Patrick Plachi (SC), 3-Thiago Eduardo (CE), 4-Renan Peres (SP)

18: 1-Tales Araujo (SP), 2-Fernando Junior (SP), 3-Kayan Medeiros (RN), 4-Luan Carvalho (SP)

19: 1-Weslley Dantas (SP), 2-Bruno Galini (BA), 3-Samuel Joquinha (RN), 4-Derek Adriano (SC)

20: 1-Ian Gouveia (PE), 2-Ryan Kainalo (SP), 3-Mateus Sena (RN), 4-Jonathan Freitas (RN)

PRÓXIMAS BATERIAS DO CBSURF FLORIPA PRO:

TERCEIRA FASE – 3.o=49.o lugar (1.000 pts) e 4.o=73.o lugar (600 pts):

——baterias que vão abrir a quinta-feira:

21: Luiz Mendes (SC), Daniel Adisaka (SP), Pedro Dib (SP), Janninfer de Souza (CE)

22: Daniel Templar (RJ), Kaue Germano (SP), José Francisco (PB), Giovani Pontes (SP)

23: Alandreson Martins (BA), Glauciano Rodrigues (CE), Kainan Meira (PR), Igor Moraes (SP)

24: Hizunome Bettero (SP), Daniel Matos (BA), Mateus Herdy (SC), Wesley Leite (SP)

QUARTA FASE – 3.o=25.o lugar (1.800 pts) e 4.o=37.o lugar (1.100 pts):

——baterias já formadas com os resultados da quarta-feira:

01: Yage Araujo (BA), Lucas Silveira (RJ), Deyvson Santos (RN), Pedro Neves (RJ)

02: Paulo Moura (PE), Edgard Groggia (SP), Luan Hanada (SP), Geovane Ferreira (SP)

03: Michael Rodrigues (CE), Rafael Teixeira (ES), Michel Roque (CE), Jonatha Santos (RN)

04: Marcos Correa (SP), Raoni Monteiro (RJ), Leonardo Barcelos (SC), Pedro Nogueira (SC)

05: Willian Cardoso (SC), Douglas Silva (PE), Gabriel André (SP), Amando Tenorio (AL)

06: Adriano de Souza (SP), Tomas Hermes (SC), Luã da Silveira (SC), João Ferreira (SP)

07: Krystian Kymerson (ES), Peterson Crisanto (PR), Alex Ribeiro (SP), Heitor Alves (CE)

08: Robson Santos (SP), Ricardo Ferreira (SP), Lucas Catapam (PR), Victor Costa (RN)

09: Samuel Igo (PB), Weslley Dantas (SP), Fernando Junior (SP), Ryan Kainalo (SP)

10: Ian Gouveia (PE), Bruno Galini (BA), Tales Araujo (SP), Patrick Plachi (SC)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 3.a=25.o lugar (1.800 pts) e 4.a=37.o lugar (1.100 pts):

01: Tainá Hinckel (SC), Nalanda Carvalho (PB), Isabelle Nalu (SC)

02: Julia Santos (SP), Natalie Plachi (SC), Gabriely Vasques (PR)

03: Kemily Sampaio (SP), Nicole Santos (PE), Laura Silva (CE)

04: Alexia Monteiro (SC), Jessica Bianca (PR), Isabela Saldanha (SP)

05: Karol Ribeiro (RJ), Taís Almeida (RJ), Pamella Mel (SC)

06: Larissa dos Santos (CE), Kayane Reis (RJ), Yasmin Dias (SC)

07: Mariana Areno (RJ), Luara Thompson (RJ), Potira Castaman (BA)

08: Sol Carrion (SP), Ariane Gomes (CE), Susã Leal (SC)

09: Monik Santos (PE), Kiany Hyakutake (SC), Diana Cristina (PB)

10: Silvana Lima (CE), Juliana dos Santos (CE), Juliana Quint (SC)

11: Yanca Costa (RN), Yohana Sarandini (SP), Laura Raupp (SC)

12: Julia Duarte (RJ), Luara Mandelli (PR), Yasmin Neves (SP)

Sede: Avenida das Américas, 3434, Bloco 02, sala 408, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/RJ – CEP: 22640-102

Subsede: Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 2001, Praia Mole, Florianópolis/SC – CEP: 88.0061-700

Atendimento: de Segunda à Sexta das 09h às 17h  |  Fone: (48) 99971 9599

logo_cbs-99

©2022. Confederação Brasileira de Surf