O catarinense já tinha recebido 9,77 em outro voo e bateu o recorde de pontos do Circuito Brasileiro 2022 no evento apresentado pela Prefeitura de Florianópolis

Mateus Herdy: Aéreo Nota 10 | CBSurf Floripa Pro | Foto: Pablo Jacinto

O catarinense Mateus Herdy deu um show na Praia Mole na terça-feira, ganhando a primeira nota 10 do CBSurf Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis. Ele já tinha recebido 9,77 em outro aéreo espetacular e fez um novo recorde de 19,77 pontos no Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf esse ano. No segundo dia da etapa de Santa Catarina, estrearam alguns ex-tops da elite do CT nas 24 baterias realizadas, como o campeão mundial, Adriano de Souza. A terça-feira terminou na 18.a bateria da segunda fase e a 19.a ficou para abrir a quarta-feira, às 8h00, com transmissão ao vivo pelo CBSurf.org.br.

Mateus Herdy é o atual campeão brasileiro da CBSurf, conquistando o título na única etapa realizada no ano passado pela gestão anterior. Neste ano, sob o comando do novo presidente, Teco Padaratz, a divisão principal do circuito profissional terá sete etapas, todas com uma premiação recorde de 280.000 Reais distribuída em igualdade, com homens e mulheres recebendo o mesmo valor. O CBSurf Floripa Pro é a quarta da temporada e a primeira que o catarinense participa, pois este ano se dedicou mais ao Circuito Mundial.

Por não ter competido nas outras três, realizadas em Maceió (AL), Saquarema (RJ) e Matinhos (PR), Mateus Herdy teve que entrar na triagem, que abriu a etapa de Florianópolis na segunda-feira. Ele estreou com vitória e voltou a competir no último confronto da primeira fase na terça-feira, que amanheceu com chuva e ondas menores na Praia Mole. Mas, Mateus sabia que o vento nordeste é ideal para os aéreos nas direitas. Na primeira que pegou, voou muito alto e aterrissou sem fazer o giro completo, mas ganhou nota 9,77. Na segunda, arriscou um full rotation e o aéreo foi perfeito, arrancando o primeiro 10 do CBSurf Floripa Pro.

“Esse vento nordeste faz uma pressão na prancha que gruda no pé e ajuda muito. E eu treino muito aqui nessas condições, então acho que foi por isso que saiu dois aéreos bons ali”, disse Mateus Herdy. “Mas, tá bem difícil o mar e nem tinha outra opção nas duas oportunidades que eu tive, ou ia pro aéreo, ou saía da onda. Eu escutei a primeira nota e vi que o aéreo foi bom. Aí, na segunda onda, já fui mandar o full rotation, que deveria ser melhor, os juízes iam gostar mais se eu girasse a cabeça e caísse reto. O impacto foi grande, mas pelo menos saiu o 10”.

Essa foi a quinta nota 10 no Circuito CBSurf Pro esse ano. As primeiras saíram no SSXP – SuperSurf Experience – Saquarema Pro, nos tubaços surfados pelos paulistas Odarci Nonato e Hizunomê Bettero na Praia da Vila. Mais duas foram recebidas pelo carioca Vitor Ferreira e o paranaense Peterson Crisanto nas direitas do CBSurf Pro Matinhos, duas semanas atrás no Paraná. A diferença é que Mateus Herdy registrou um novo recorde de 19,77 pontos para o Circuito Brasileiro de 2022, com o seu aéreo nota 10 no CBSurf Floripa Pro na Praia Mole.

“Há muito tempo eu não fazia uma somatória tão alta. Só que quando voltei do aéreo, o lip bateu muito forte na minha prancha. O impacto foi grande, que deu até uma dorzinha no quadril e uma quebradinha na prancha”, disse Mateus Herdy, que tentou lembrar do seu último 10. “Quando era amador, eu fazia uns 10, mas não lembro se fiz algum no profissional. Lembro de um 9,90 no ano passado, lá na Bahia (quando foi campeão brasileiro), mas acho que esse foi meu primeiro 10 como profissional. Talvez, se tiver outro, vou ficar com vergonha depois (risos). Mas, acho que faz um bom tempo que não tenho um 10 e foi irado”.

CAMPEÃO BRASILEIRO – Outro campeão brasileiro de surfe profissional competiu na terça-feira, o ex-top da elite da WSL, Tomas Hermes. O também catarinense conquistou o título 10 anos antes de Mateus Herdy, em 2011, ficando em primeiro lugar no ranking de um circuito com seis etapas. Tomas já tinha parado de competir, mas retornou na etapa de Matinhos (PR) duas semanas atrás e decidiu participar também do CBSurf Floripa Pro. Ele estreou na segunda fase, derrotando o alagoano Amando Tenorio e os paulistas Flavio Nakagima e Luiz Diniz.

“Eu estava um pouco afastado, com outros projetos, de produção de vídeos, mas foi legal ver a volta da CBSurf com tantos talentos que estavam espalhados pelo Brasil”, disse Tomas Hermes. “Acho que essa oportunidade que a CBS está trazendo com esses eventos, é muito importante para essa nova geração. Fiquei feliz em ver esse novo trabalho da CBS, porque eu só consegui viajar para os QS quando fui campeão brasileiro, pegando o dinheiro das premiações pra fazer o circuito mundial e eu consegui entrar no CT assim. Acho que isso é a principal motivação para essa nova geração, que não tinha muita estrutura. Foi assim pra mim e espero que seja assim para muita gente”.

CAMPEÃO MUNDIAL – O campeão mundial Adriano de Souza também já tinha se aposentado do Circuito Mundial em 2019, mas ganhou motivação com o novo trabalho da Confederação Brasileira de Surf, após a eleição de Teco Padaratz para a presidência da entidade máxima do esporte no país. Mineirinho parece ter retomado o gosto pela competição, principalmente após a vitória no último domingo no CBSurf São Chico Pro, terceira etapa da divisão de acesso do Circuito Brasileiro em São Francisco do Sul.

Ele não ganhava um troféu de campeão desde 2017, quando venceu a etapa brasileira do World Surf League Championship Tour em Saquarema (RJ). Dois dias depois do título na Prainha de São Chico, Mineirinho já vestiu a lycra de competição de novo para estrear com vitória no CBSurf Floripa Pro, válido como quarta etapa da divisão principal do Circuito Brasileiro. Mineirinho até já colocou um novo objetivo, se classificar para o Dream Tour da CBSurf de 2023, com uma nova elite nacional para disputar os títulos da temporada.   

“Eu vi meu nome lá em 100 no ranking, então tenho que correr atrás. Meu objetivo é ficar entre os 50, então tenho que fazer um bom trabalho aqui na Praia Mole, para somar pontos suficientes para isso”, disse Adriano de Souza, que mora em Florianópolis. “Aqui está gostoso porque estou dormindo em casa, com minha esposa, no meu canto, meu espaço, tomo meu cafezinho, então não tem coisa melhor. No Circuito Mundial nunca tive essa oportunidade, mas agora já são dois eventos em duas semanas seguidas, então está sendo muito legal”.

CBSurf Floripa Pro foi iniciado na segunda-feira com 200 participantes de 13 estados do país na categoria masculina. No Dream Tour de 2023, este número será reduzido para 64 homens e 24 competidoras na feminina. A nova elite nacional será formada pelos 50 primeiros colocados e as 16 melhores nos rankings da divisão principal deste ano, com mais 12 homens e 7 mulheres se classificando pelas etapas da Taça Brasil, a divisão de acesso do Circuito Brasileiro. Em cada etapa, participarão mais dois convidados na categoria masculina e uma na feminina.

CABEÇAS DE CHAVE – Nesta quarta-feira, começam a estrear os principais cabeças de chave do CBSurf Floripa Pro, os mais bem colocados no ranking da CBSurf. Entre eles, estão os líderes na corrida pelo título brasileiro, o capixaba Krystian Kymerson e o potiguar Alan Jhones, bem como a maioria dos surfistas que defendem vagas no grupo dos top-50, que se classificarão para o Dream Tour de 2023.

Na lista tem também mais oito surfistas que representaram o Brasil na elite mundial da World Surf League. O primeiro a competir será Paulo Moura, vice-presidente na nova diretoria da Confederação Brasileira comandada por Teco Padaratz, na segunda bateria. Depois, tem Raoni Monteiro na sexta, Michael Rodrigues na sétima, Willian Cardoso na décima, Heitor Alves na 14.a, Peterson Crisanto na 15.a, Alex Ribeiro na 16.a e Ian Gouveia na vigésima bateria.

CBSurf Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis é válido como quarta etapa da Divisão Principal do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e está sendo realizado com patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude, Dream Factory, GND Incorporadora, Selina Floripa Hotel, Surfland, Silverbay, Fu-Wax e Açaí do Joca Junior, além do apoio da Fico, Lord, Layback, Cabanas da Praia Mole, Federação Catarinense de Surf e Associação de Surf da Praia Mole. A competição está sendo transmitida ao vivo pelo www.cbsurf.org.br.

———————————————————–

Assessoria de Imprensa do CBSurf Floripa Pro

João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria

(48) 999-882-986 – [email protected]

———————————————————–

RESULTADOS DA TERÇA-FEIRA NO CBSURF FLORIPA PRO:

PRIMEIRA FASE – 3.o=145.o lugar (150 pts) e 4.o=169.o lugar (120 pts):

——-realizada até a 18.a na segunda-feira:

19: 1-Lucas Pires (RN), 2-Petterson Thomaz (SC), 3-Magno Rodrigues (SC), 4-Marco Polo (SC)

20: 1-Anderson Pikachu (RJ), 2-Jonathan Freitas (RN), 3-João A. Arruda (SP), 4-Rafael Pedreira (BA)

21: 1-Davi Sobrinho (CE), 2-Janninfer de Souza (CE), 3-Marcio Freitas (CE), w.o-Levy Barbosa (CE)

22: 1-Marcos Alves (CE), 2-Tayrom Silva (SC), 3-Ricardo Petry (AL), w.o-Caio Costa (SP)

23: 1-Kainan Meira (PR), 2-Igor Moraes (SP), 3-Marcio Farney (CE), 4-Gustavo Diniz (RN)

24: 1-Mateus Herdy (SC), 2-Derek Souza (SP), 3-Cauet Frazão (RJ), 4-José Russo (CE)

SEGUNDA FASE – entrada de 48 pré-classificados pelo ranking CBSurf Pro:

——–3.o=97.o lugar (200 pts) e 4.o=121.o lugar (180 pts)

01: 1-Kauã Hanson (PB), 2-Felipe Oliveira (SP), 3-José Muniz (SC), 4-Wallace Vasco (SC)

02: 1-Lysandro Leandro (RN), 2-Fabricio Bulhões (BA), 3-Walley Guimarães (SC), 4-Ramiro Rubim (SC)

03: 1-Lucas Silveira (RJ), 2-Geovane Ferreira (SP), 3-Niccolas Padaratz (SC), 4-Edvan Silva (CE)

04: 1-Pedro Neves (RJ), 2-Victor Valentim (PR), 3-Uriel Sposaro (SC), 4-Leo Andrade (BA)

05: 1-Pericles Dimitri (PR), 2-Rafael Teixeira (ES), 3-Kaique Oliveira (SC), 4-Arthur Alves (RN)

06: 1-Leandro Bastos (RJ), 2-Jonatha Santos (RN), 3-Pedro Amorim (RJ), 4-Murilo Brandt (SC)

07: 1-Luel Felipe (PE), 2-Luy Gonzales (RS), 3-Diego Rosa (SC), w.o-Valentin Neves (RJ)

08: 1-Luan Wood (SC), 2-Leonardo Barcelos (SC), 3-Gabriel Farias (PE), 4-Adailo Filho (CE)

09: 1-Lucas Cainan (PR), 2-Charlie Brown (CE), 3-Odarci Nonato (SP), w.o-Wiggolly Dantas (SP)

10: 1-Luã da Silveira (SC), 2-Alexandre Camargo (CE), 3-Hedieferson Junior (SC), 4-Philippe Neves (SP)

11: 1-Tomas Hermes (SC), 2-Amando Tenorio (AL), 3-Luiz Diniz (SP), 4-Flavio Nakagima (SP)

12: 1-Adriano de Souza (SP), 2-Diogo Santos (BA), 3-Kayki Araujo (SC), 4-Luan Ferreyra (PE)

13: 1-Thiago Camarão (SP), 2-Lucas Catapam (PR), 3-José Junior (RN), 4-André Luiz (SC)

14: 1-Dodo Veiga (SP), 2-Ricardo Ferreira (SP), 3-Flavio Galini (BA), w.o-Bernardo Pigmeu (PE)

15: 1-Victor Costa (RN), 2-Robson Santos (SP), 3-Lucas Bezerra (CE), 4-Yuri Gonçalves (SC)

16: 1-Lucas Vicente (SC), 2-Artur Silva (CE), 3-Fellipe Ximenes (SC), 4-Lucas Silva (RN)

17: 1-Renan Peres (SP), 2-Kayan Medeiros (PR), 3-Bruno Moraes (SC), 4-Tânio Barreto (AL)

18: 1-Fernando Junior (SP), 2-Patrick Plachi (SC), 3-Gustavo Santos (SC), 4-Caio Knappi (RJ)

PRÓXIMAS BATERIAS DO CBSURF FLORIPA PRO:

SEGUNDA FASE – 3.o=97.o lugar (200 pts) e 4.o=121.o lugar (180 pts):

——baterias que vão abrir a quarta-feira:

19: Samuel Joquinha (RN), Mathias Ramos (CE), Lucas Pires (RN), Jonathan Freitas (RN)

20: Ryan Kainalo (SP), Derek Adriano (SC), Anderson Pikachu (RJ), Petterson Thomaz (SC)

21: Pedro Dib (SP), Giovani Pontes (SP), Davi Sobrinho (CE), Tayrom Silva (SC)

22: Madson Costa (RN), José Francisco (PB), Marcos Alves (CE), Janninfer de Souza (CE)

23: Derek Plachi (SC), Wesley Leite (SP), Kainan Meira (PR), Derek Souza (SP)

24: Gabriel Ramos (SP), Gustavo Borges (RS), Mateus Herdy (SC), Igor Moraes (SP)

TERCEIRA FASE – entrada dos 48 principais cabeças de chave:

——–3.o=49.o lugar (1.000 pts) e 4.o=73.o lugar (600 pts)

01: Yage Araujo (BA), Luan Hanada (SP), Kauã Hanson (PB), Fabricio Bulhões (BA)

02: Deyvson Santos (RN), Paulo Moura (PE), Lysandro Leandro (RN), Felipe Oliveira (SP)

03: Edgard Groggia (SP), Leo Casal (SC), Lucas Silveira (RJ), Victor Valentim (PR)

04: Cauã Costa (CE), Rodrigo Saldanha (SP), Pedro Neves (RJ), Geovane Ferreira (SP)

05: Messias Felix (CE), Pedro Nogueira (SC), Pericles Dimitri (PR), Jonatha Santos (RN)

06: Cauã Gonçalves (SP), Raoni Monteiro (RJ), Leandro Bastos (RJ), Rafael Teixeira (ES)

07: Gabriel Klaussner (SP), Michael Rodrigues (CE), Luel Felipe (PE), Leonardo Barcelos (SC)

08: Marcos Correa (SP), Michel Roque (CE), Luan Wood (SC), Luy Gonzales (RS)

09: João Ferreira (SP), Douglas Silva (PE), Lucas Cainan (PR), Alexandre Camargo (CE)

10: Israel Junior (RN), Willian Cardoso (SC), Luã da Silveira (SC), Charlie Brown (CE)

11: Gabriel André (SP), Diego Aguiar (SP), Tomas Hermes (SC), Diogo Santos (BA)

12: Alan Jhones (RN), Luciano Brulher (SP), Adriano de Souza (SP), Amando Tenorio (AL)

13: Krystian Kymerson (ES), Kim Matheus (SP), Thiago Camarão (SP), Ricardo Ferreira (SP)

14: Heitor Alves (CE), Vitor Ferreira (RJ), Dodo Veiga (SP), Lucas Catapam (PR)

15: Peterson Crisanto (PR), Caetano Vargas (SC), Victor Costa (RN), Artur Silva (CE)

16: Alex Ribeiro (SP), Theo Fresia (RJ), Lucas Vicente (SC), Robson Santos (SP)

17: Samuel Igo (PB), Thiago Eduardo (CE), Renan Peres (SP), Patrick Plachi (SC)

18: Luan Carvalho (SP), Tales Araujo (SP), Fernando Junior (SP), Kayan Medeiros (RN)

19: Weslley Dantas (SP), Bruno Galini (BA)

20: Mateus Sena (RN), Ian Gouveia (PE)

21: Luiz Mendes (SC), Daniel Adisaka (SP)

22: Daniel Templar (RJ), Kaue Germano (SP)

23: Alandreson Martins (BA), Glauciano Rodrigues (CE)

24: Hizunome Bettero (SP), Daniel Matos (BA)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 3.a=25.o lugar (1.800 pts) e 4.a=37.o lugar (1.100 pts):

01: Tainá Hinckel (SC), Nalanda Carvalho (PB), Isabelle Nalu (SC)

02: Julia Santos (SP), Natalie Plachi (SC), Gabriely Vasques (PR)

03: Kemily Sampaio (SP), Nicole Santos (PE), Laura Silva (CE)

04: Alexia Monteiro (SC), Jessica Bianca (PR), Isabela Saldanha (SP)

05: Karol Ribeiro (RJ), Taís Almeida (RJ), Pamella Mel (SC)

06: Larissa dos Santos (CE), Kayane Reis (RJ), Yasmin Dias (SC)

07: Mariana Areno (RJ), Luara Thompson (RJ), Potira Castaman (BA)

08: Sol Carrion (SP), Ariane Gomes (CE), Susã Leal (SC)

09: Monik Santos (PE), Kiany Hyakutake (SC), Diana Cristina (PB)

10: Silvana Lima (CE), Juliana dos Santos (CE), Juliana Quint (SC)

11: Yanca Costa (RN), Yohana Sarandini (SP), Laura Raupp (SC)

12: Julia Duarte (RJ), Luara Mandelli (PR), Yasmin Neves (SP)

Sede: Avenida das Américas, 3434, Bloco 02, sala 408, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro/RJ – CEP: 22640-102

Subsede: Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 2001, Praia Mole, Florianópolis/SC – CEP: 88.0061-700

Atendimento: de Segunda à Sexta das 09h às 17h  |  Fone: (48) 99971 9599

logo_cbs-99

©2022. Confederação Brasileira de Surf