Competidores de 13 estados do país vão participar do evento apresentado pela Prefeitura Municipal de Florianópolis que foi iniciado na segunda-feira

CBSurf Floripa Pro | Foto: Pablo Jacinto

O CBSurf Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis promove nesta semana a quarta etapa do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf na Praia Mole. Um total de 236 surfistas de 13 estados do país vai participar do evento, que oferece uma premiação histórica de 280.000 Reais com o princípio da igualdade, com homens e mulheres recebendo o mesmo valor. A competição foi iniciada na segunda-feira, com 82 surfistas estreando nas 24 baterias realizadas. O dia terminou na 18.a da primeira fase e a 19.a ficou para abrir a terça-feira, às 8h00, com transmissão ao vivo pelo CBSurf.org.br.

CBSurf Floripa Pro começou em alto nível já na triagem, com três campeões mundiais da categoria Pro Junior, os catarinenses Mateus Herdy e Lucas Vicente e o carioca Lucas Silveira, estreando com vitórias na Praia Mole. Lucas Silveira foi o destaque do dia, fazendo as marcas a serem batidas no evento com os 16,00 pontos que totalizou, somando notas 8,50 e 7,50 contra o cearense Davi Sobrinho e o catarinense João Godoy. Ele depois competiu de novo e também ganhou sua bateria pela primeira fase do campeonato.

“O Circuito CBSurf voltou esse ano bem forte, mas não consegui competir nas outras etapas, então entrei na triagem. Foi bom também, porque já vou pegando o ritmo. Já fiz duas baterias, enquanto com quem vou cair amanhã, não surfou nenhuma ainda”, disse Lucas Silveira. “A condição do mar estava muito bom de manhã, com vento terral, as ondas um pouco maiores e tudo se encaixou desde o começo. Consegui surfar bem, tirar notas altas e espero fazer mais baterias assim, porque a Praia Mole sempre tem ondas bem surfáveis”.  

Lucas Vicente venceu a bateria da triagem que inaugurou o CBSurf Floripa Pro e depois derrotou o pernambucano Igor Gabriel e os cearenses Lucas Bezerra e Guilherme Lemos na primeira fase. Essa é a primeira vez que o último campeão mundial Pro Junior da WSL participa do novo Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf, depois da eleição de Teco Padaratz como presidente da entidade máxima do esporte no país.

“É o primeiro campeonato que eu estou correndo da CBSurf, a premiação subiu bastante, está bem organizado e estou muito feliz por poder competir em casa”, disse Lucas Vicente. “Quero parabenizar a organização, essa nova diretoria que está fazendo tudo isso acontecer. Sei que esse campeonato brasileiro tem muitas fases. Já me falaram que teve galera que passou nove baterias pra chegar na semifinal, então é focar dia a dia, bateria por bateria, porque o caminho é longo”.

Outro surfista de Florianópolis que se destacou no primeiro dia foi o experiente bicampeão catarinense, Diego Rosa. Ele surfou bem uma onda muito boa, que recebeu uma das maiores notas da segunda-feira, 7,40. Com ela, venceu a sétima bateria da primeira fase do CBSurf Floripa Pro, derrotando três competidores bem mais jovens, os cearenses Adailo Filho e Marcus Cintra e Diego Brigido, do Rio de Janeiro.

“A gente sempre fica tenso na primeira bateria e o mar está difícil de surfar, difícil de encaixar duas ou três manobras. Mas, consegui fazer isso numa onda que abriu um pouco mais e estou feliz em avançar para o próximo rounde”, disse Diego Rosa. “Eu não pude ir pra primeira etapa em Alagoas, porque tinha perdido meu pai e hoje seria o aniversário dele, então tenho certeza de que ele está comigo. Rezei muito para ele ficar iluminado e vou tentar aproveitar esse evento em casa, para fazer os pontos necessários pra me garantir na elite do ano que vem”.

DREAM TOUR – Em 2023, a CBSurf vai inaugurar um novo formato no Circuito Brasileiro, criando o Dream Tour com uma elite disputando os títulos da temporada. Em cada etapa, serão apenas 64 participantes na categoria masculina e 24 na feminina. Os 50 primeiros colocados e as 16 melhores nos rankings da Divisão Principal deste ano, estarão garantidos no Dream Tour 2023. O grupo será completado por 12 homens e 7 mulheres classificados pelas etapas da Taça Brasil de 2022, além de três convidados em cada etapa, dois na categoria masculina e uma na feminina.

O campeão brasileiro de 2001, Tânio Barreto, estreou com vitória no CBSurf Floripa Pro e destacou esse novo momento da Confederação Brasileira de Surf, após a eleição de Teco Padaratz para a presidência da entidade, formando uma equipe empenhada em fazer o melhor para o surfe nacional. Esse trabalho o motivou até a voltar a competir. Não só ele, mas muitos surfistas que já tinham parado, por falta de eventos com boa premiação no Brasil.

“Para mim, é uma satisfação muito grande estar aqui competindo de novo, com a volta dessa estrutura maravilhosa aí”, destacou Tânio Barreto. “Quero agradecer a todos os envolvidos, o Geraldinho (Cavalcante) de Recife foi uma pessoa fundamental para montar essa chapa maravilhosa com o Teco Padaratz e o Paulo Moura. É uma galera que respira surfe e sabe o que os atletas precisam para ter uma vida digna de poder sobreviver do esporte aqui no Brasil”.

SURFISTAS DE 13 ESTADOS – Em pouco tempo depois da eleição, a nova diretoria comandada por Teco Padaratz já conseguiu fazer uma série de eventos em todas as categorias, oferecendo uma premiação recorde de 280.000 Reais em cada etapa da Divisão Principal do Circuito Brasileiro, como o CBSurf Floripa Pro. A resposta dos atletas foi superpositiva, sempre esgotando os limites de participantes, com os campeonatos tendo que começar na segunda-feira seguindo até o domingo, para atender tanta procura para participar dos eventos.

Na Praia Mole, vão competir 236 surfistas de 13 estados do país, 200 na categoria masculina e 36 na feminina. A maioria é de São Paulo, com 56 participantes no total, superando até o número de competidores de Santa Catarina, que tem 51 inscritos, 41 homens e 10 mulheres. A lista segue com 29 surfistas do Ceará, 26 do Rio de Janeiro, 17 do Rio Grande do Norte, 14 do Paraná, 13 da Bahia, 11 de Pernambuco, 6 do Rio Grande do Sul, 5 da Paraíba, 4 de Alagoas, 3 do Espírito Santo e 1 do Piauí.

Nos primeiros dias do CBSurf Floripa Pro, somente os homens vão competir. Dos 200 participantes da categoria masculina, 20 entraram na triagem que abriu a segunda-feira. Os outros 180 foram divididos nas três rodadas com 24 baterias formadas por quatro atletas. Destes 180, 84 foram escalados na primeira fase, na segunda entram 48 pré-classificados pelo ranking da CBSurf e os 48 principais cabeças de chave só estreiam na terceira fase.

TOPS MUNDIAIS – O nível técnico dos participantes do CBSurf Floripa Pro é altíssimo. Treze surfistas que já fizeram parte da elite mundial da World Surf League, vão competir na Praia Mole. O catarinense Marco Polo é o único na primeira fase e vai estrear na bateria que ficou para abrir a terça-feira na Praia Mole. Outros quatro entram na segunda fase, que também será iniciada na terça-feira, o paulista Wiggolly Dantas na nona bateria, o catarinense Tomas Hermes na 11.a, o campeão mundial Adriano de Souza na 12.a e o pernambucano Bernardo Pigmeu na 14.a.

Mais oito estão na lista dos 48 principais cabeças de chave que vão estrear na terceira e última rodada de 24 baterias do CBSurf Floripa Pro. O pernambucano Paulo Moura, vice-presidente da nova diretoria da Confederação Brasileira eleita esse ano, compete na segunda bateria. Depois tem o carioca Raoni Monteiro na sexta, o cearense Michael Rodrigues na sétima, o catarinense Willian Cardoso na décima, o cearense Heitor Alves na 14.a, o paranaense Peterson Crisanto na 15.a, o paulista Alex Ribeiro na 16.a e o pernambucano Ian Gouveia na 20.a.

CBSurf Floripa Pro apresentado pela Prefeitura de Florianópolis é válido como quarta etapa da Divisão Principal do Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e está sendo realizado com patrocínio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Juventude, Dream Factory, GND Incorporadora, Selina Floripa Hotel, Surfland, Silverbay, Fu-Wax e Açaí do Joca Junior, além do apoio da Fico, Lord, Layback, Cabanas da Praia Mole, Federação Catarinense de Surf e Associação de Surf da Praia Mole. A competição está sendo transmitida ao vivo pelo www.cbsurf.org.br.

———————————————————–

Assessoria de Imprensa do CBSurf Floripa Pro

João Carvalho – JBC Notícias e Assessoria

(48) 999-882-986 – [email protected]

———————————————————–

RESULTADOS DO CBSURF FLORIPA PRO NA SEGUNDA-FEIRA:

TRIAGEM – 3.o=193.o lugar (90 pts) e 4.o=199.o lugar (60 pts):

1.a: 1-Lucas Vicente (SC), 2-Crystian Martins (SC), 3-Gabriel Catapam (PR)

2.a: 1-Lucas Silveira (RJ), 2-Davi Sobrinho (CE), 3-João Godoy (SC), w.o-Marcel de Rose (RS)

3.a: 1-Gustavo Santos (SC), 2-Yan Feder (RJ), w.o-Matheus Navarro (SC)

4.a: 1-Murilo Brandt (SC), 2-Jonathan Freitas (RN), 3-Luiz Henrique (RS)

5.a: 1-Mateus Herdy (SC), 2-Guilherme Santos (SC), 3-Kauã Campos (SP), 4-Rodrigo Farias (SC)

6.a: 1-Luiz Diniz (SP), 2-Raphael Reis (RJ), 3-Julio Cesar (CE)

PRIMEIRA FASE – 3.o=145.o lugar (150 pts) e 4.o=169.o lugar (120 pts):

01: 1-Felipe Oliveira (SP), 2-Lysandro Leandro (RN), 3-Guilherme Santos (SC), w.o-Edson de Prá (PR)

02: 1-Ramiro Rubim (SC), 2-José Muniz (SC), 3-Vicente Ferreira (RJ)

03: 1-Edvan Silva (CE), 2-Victor Valentim (PR), 3-Juninho Malta (RJ), 4-Ricardo Kjellin (RS)

04: 1-Pedro Neves (RJ), 2-Lucas Silveira (RJ), 3-Lucas Ribas (RJ), 4-Giovani Reis (RS)

05: 1-Arthur Alves (RN), 2-Murilo Brandt (SC), 3-Alan Donato (PE), 4-Eric Bahia (SP)

06: 1-Pedro Amorim (RJ), 2-Rafael Teixeira (ES), 3-Henrique Liberato (SP), 4-Renan Rodrigues (SP)

07: 1-Diego Rosa (SC), 2-Adailo Filho (CE), 3-Marcus Cintra (CE), 4-Diego Brigido (RJ)

08: 1-Luan Wood (SC), 2-Luy Gonzales (RS), 3-Yan Sondahl (RJ), 4-Yan Feder (RJ)

09: 1-Charlie Brown (CE), 2-Luã da Silveira (SC), 3-Gabriel Paiva (BA), 4-Crystian Martins (SC)

10: 1-Philippe Neves (SP), 2-Lucas Cainan (PR), 3-Pedro Araujo (SP), w.o-Deivid Silva (SP)

11: 1-Flavio Nakagima (SP), 2-Kayki Araujo (SC), 3-Eduardo Motta (SP), 4-Leonardo Berbet (RN)

12: 1-Diogo Santos (BA), 2-Luiz Diniz (SP), 3-Felix Martins (BA), 4-Guilherme Carvalho (ES)

13: 1-André Luiz (SC), 2-Flavio Galini (BA), 3-Raphael Reis (RJ), 4-Daniel Costa (RN)

14: 1-Ricardo Ferreira (SP), 2-José Junior (RN), 3-João Lira (PB), 4-Jeronimo Barros (BA)

15: 1-Robson Santos (SP), 2-Lucas Silva (RN), 3-Wilyam Feiden (AL), 4-Gabriel Debatim (PR)

16: 1-Lucas Vicente (SC), 2-Lucas Bezerra (CE), 3-Igor Gabriel (PE), 4-Guilherme Lemos (CE)

17: 1-Tanio Barreto (AL), 2-Gustavo Santos (SC), 3-Douglas Noronha (SP), 4-Fabricio Rocha (SP)

18: 1-Patrick Plachi (SC), 2-Bruno Moraes (SC), 3-Aminandes Pamplona (PR), 4-Patrick Alves (PI)

PRÓXIMAS BATERIAS DO CBSURF FLORIPA PRO:

PRIMEIRA FASE – 3.o=145.o lugar (150 pts) e 4.o=169.o lugar (120 pts):

——-baterias que vão abrir a terça-feira:

19: Lucas Pires (RJ), Petterson Thomaz (SC), Marco Polo (SC), Magno Rodrigues (SC)

20: João A. Arruda (SP), Rafael Pedreira (BA), Anderson Pikachu (RJ), Jonathan Freitas (RN)

21: Janninfer de Souza (CE), Marcio Freitas (CE), Levy Barbosa (CE), Davi Sobrinho (CE)

22: Caio Costa (SP), Tayrom Silva (SC), Marcos Alves (CE), Ricardo Petry (AL)

23: Igor Moraes (SP), Marcio Farney (CE), Kainan Meira (PR), Gustavo Diniz (RN)

24: Derek Souza (SP), José Russo (CE), Cauet Frazão (RJ), Mateus Herdy (SC)

SEGUNDA FASE – entrada de 48 pré-classificados pelo ranking CBSurf Pro:

——–3.o=97.o lugar (200 pts) e 4.o=121.o lugar (180 pts)

01: Wallace Vasco (SC), Kauã Hanson (SC), Felipe Oliveira (SP), José Muniz (SC)

02: Walley Guimarães (SC), Fabricio Bulhões (BA), Ramiro Rubim (SC), Lysandro Leandro (RN)

03: Niccolas Padaratz (SC), Geovane Ferreira (SP), Edvan Silva (CE), Lucas Silveira (RJ)

04: Uriel Sposaro (SC), Leo Andrade (BA), Pedro Neves (RJ), Victor Valentim (PR)

05: Pericles Dimitri (PR), Kaique Timidate (SC), Arthur Alves (RN), Rafael Teixeira (ES)

06: Jonatha Santos (RN), Leandro Bastos (RJ), Pedro Amorim (RJ), Murilo Brandt (SC)

07: Luel Felipe (PE), Valentin Neves (RJ), Diego Rosa (SC), Luy Gonzales (RS)

08: Leonardo Barcelos (SC), Gabriel Farias (PE), Luan Wood (SC), Adailo Filho (CE)

09: Odarci Nonato (SP), Wiggolly Dantas (SP), Charlie Brown (CE), Lucas Cainan (PR)

10: Hedieferson Junior (SC), Alexandre Camargo (CE), Philippe Neves (SP), Luã da Silveira (SC)

11: Tomas Hermes (SC), Amando Tenorio (AL), Flavio Nakagima (SP), Luiz Diniz (SP)

12: Luan Ferreyra (PE), Adriano de Souza (SP), Diogo Santos (BA), Kayki Araujo (SC)

13: Lucas Catapam (PR), Thiago Camarão (SP), André Luiz (SC), José Junior (RN)

14: Dodo Veiga (SP), Bernardo Pigmeu (PE), Ricardo Ferreira (SP), Flavio Galini (BA)

15: Yuri Gonçalves (SC), Victor Costa (RN), Robson Santos (SP), Lucas Bezerra (CE)

16: Artur Silva (CE), Fellipe Ximenes (SC), Lucas Vicente (SC), Lucas Silva (RN)

17: Renan Peres (SP), Kayan Medeiros (PR), Tânio Barreto (AL), Bruno Moraes (SC)

18: Caio Knappi (RJ), Fernando Junior (SP), Patrick Plachi (SC), Gustavo Santos (SC)

19: Samuel Joquinha (RN), Mathias Ramos (CE), 1.19, 2.20

20: Ryan Kainalo (SP), Derek Adriano (SC), 1.20, 2.19

21: Pedro Dib (SP), Giovani Pontes (SP), 1.21, 2.22

22: Madson Costa (RN), José Francisco (PB), 1.22, 2.21

23: Derek Plachi (SC), Wesley Leite (SP), 1.23, 2.24

24: Gabriel Ramos (SP), Gustavo Borges (RS), 1.24, 2.23

TERCEIRA FASE – entrada dos 48 principais cabeças de chave:

——–3.o=97.o lugar (200 pts) e 4.o=121.o lugar (180 pts)

01: Yage Araujo (BA), Luan Hanada (SP)

02: Deyvson Santos (RN), Paulo Moura (PE)

03: Edgard Groggia (SP), Leo Casal (SC)

04: Cauã Costa (CE), Rodrigo Saldanha (SP)

05: Messias Felix (CE), Pedro Nogueira (SC)

06: Cauã Gonçalves (SP), Raoni Monteiro (RJ)

07: Gabriel Klaussner (SP), Michael Rodrigues (CE)

08: Marcos Correa (SP), Michel Roque (CE)

09: JP Ferreira (SP), Douglas Silva (PE)

10: Israel Junior (RN), Willian Cardoso (SC)

11: Gabriel André (SP), Diego Aguiar (SP)

12: Alan Jhones (RN), Luciano Brulher (SP)

13: Krystian Kymerson (ES), Kim Matheus (SP)

14: Heitor Alves (CE), Vitor Ferreira (RJ)

15: Peterson Crisanto (PR), Caetano Vargas (SC)

16: Alex Ribeiro (SP), Theo Fresia (RJ)

17: Samuel Igo (PB), Thiago Eduardo (CE)

18: Luan Carvalho (SP), Tales Araujo (SP)

19: Weslley Dantas (SP), Bruno Galini (BA)

20: Mateus Sena (RN), Ian Gouveia (PE)

21: Luiz Mendes (SC), Daniel Adisaka (SP)

22: Daniel Templar (RJ), Kaue Germano (SP)

23: Alandreson Martins (BA), Glauciano Rodrigues (CE)

24: Hizunome Bettero (SP), Daniel Matos (BA)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 3.a=25.o lugar (1.800 pts) e 4.a=37.o lugar (1.100 pts):

01: Tainá Hinckel (SC), Nalanda Carvalho (PB), Isabelle Nalu (SC)

02: Julia Santos (SP), Natalie Plachi (SC), Gabriely Vasques (PR)

03: Kemily Sampaio (SP), Nicole Santos (PE), Laura Silva (CE)

04: Alexia Monteiro (SC), Jessica Bianca (PR), Isabela Saldanha (SP)

05: Karol Ribeiro (RJ), Taís Almeida (RJ), Pamella Mel (SC)

06: Larissa dos Santos (CE), Kayane Reis (RJ), Yasmin Dias (SC)

07: Mariana Areno (RJ), Luara Thompson (RJ), Potira Castaman (BA)

08: Sol Carrion (SP), Ariane Gomes (CE), Susã Leal (SC)

09: Monik Santos (PE), Kiany Hyakutake (SC), Diana Cristina (PB)

10: Silvana Lima (CE), Juliana dos Santos (CE), Juliana Quint (SC)

11: Yanca Costa (RN), Yohana Sarandini (SP), Laura Raupp (SC)

12: Julia Duarte (RJ), Luara Mandelli (PR), Yasmin Neves (SP)

CRONOGRAMA-DOMINGO

FGTS-18072022

CND-ESTADUAL-21072022

Campeões da Primeira Etapa da Taça Brasil 2022 em Aracaju | Aracaju Sergipe Surf Festival | Fotos: Claudio Damangar | Arte: Rodrigo Bareja

Num domingo que marcou a história do surf sergipano, a primeira etapa da Taça Brasil da nova CBSurf atraiu atletas de todo o país, felizes com os caminhos que o surf brasileiro vem tomando. Premiação digna e igual para a categoria feminina e masculina são apenas duas das inúmeras mudanças estruturais feitas pela nova gestão do órgão máximo do surf.

Agora o surfista profissional pode contar com circuitos sólidos que pagam premiações que viabilizam correr circuitos completos e viver do esporte que amamos tanto.

Pódio Categoria Feminina| Aracaju Sergipe Surf Festival 2022 | Foto: Claudio Damangar

E falando em mudanças, hoje finalmente as chuvas deram uma trégua e abriram espaço para as baterias decisivas. Ainda estava nublado no início da primeira final do dia onde as atletas Ana Luiza (PB), Nicole Silva (PE), Monik Santos (PE) e Julia Santos (SP) tiveram a chance de testar o seu surf num dos melhores momentos do mar em toda a competição. Foi enquanto a maré cheia secava que Monik Santos provou a sua superioridade técnica e física abusando das rasgadas de frontside bem ao seu estilo. Sua irmã mais nova, Nicole Silva pintou uma dobradinha pernambucana durante boa parte da bateria mas apesar de seu surf impressionantemente forte para uma garota da sua idade, não conseguir conter a experiência da paulista Julia Santos que com muita velocidade cavou até a base da onda para uma batida perfeita que garantiu o seu segundo lugar no pódio.

Atleta: Monik Santos | Aracaju Sergipe Surf Festival 2022 | Foto: Claudio Damangar

No masculino, Amando Tenório (AL) teve dificuldades no início da bateria e deu todo o espaço para Messias Félix (CE), Michael Rodrigues (SC) e Luan Ferreyra (PE). Acredite, nunca dê espaço para Messias Félix numa bateria. Ele que voa sobre pressão, pode criar situações muito complicadas de reverter se deixa-lo livre. O mesmo vale para o Ex-WCT Michael Rodrigues. Michael abriu a bateria com a onda que decretou: “Quem fizer a manobra com mais força seguida do aéreo mais perfeito, vence”. O jovem Luan Ferreyra, apesar de mostrar que é uma das grandes promessas do surf pernambucano, não conseguir acompanhar o ritmo frenético dos mais experientes. No meio disso tudo, eis que do nada ressurge Amando Tenório. Melhor posicionado, descansado, calmo e menos preocupado em acertar o aéreo mais arrojado, Amando teve sague frio para vencer a bateria escolhendo pacientemente as ondas que cabiam duas manobras rápidas ainda no outside e deixando a possibilidade de conectar com uma possível formação no inside para o acaso. Amando Tenório, primeiro campeão da Taça Brasil CBSurf.

Atleta: Amando Tenorio| Aracaju Sergipe Surf Festival 2022 | Foto: Claudio Damangar

No pódio, os atletas receberam a visita ilustre do novo Presidente da Confederação Brasileira de Surf, Teco Padaratz e da Superintendente Especial de Esportes do Governo de Sergipe (e campeã mundial de Caratê 2002) Mariana Dantas. Foi um momento de confraternização do estado de Sergipe com o Surf Brasileiro. Visivelmente emocionado, Teco Padaratz falou da sua alegria em presidir este projeto que na prática realiza o sonho de todos os surfistas do país, viver do esporte que ama. No sorriso largo da Superintendente Mariana Dantas, o estado de Sergipe manifestou que abraça esse projeto com a mesma alegria que Teco demonstrou. Mariana Dantas, além de Superintendente Especial de Esportes do Governo de Sergipe, também passa a fazer parte do conselho da CBSurf.

Flavio “Teco” Padaratz – Presidente da CBSurf | Aracaju Sergipe Surf Festival 2022 | Foto: Claudio Damangar

A nata do surf brasileiro continua em Sergipe. Agora para a primeira etapa do Circuito Brasileiro de Longboard e SUP que acontece dos dias 24 à 26 de junho na mesma praia da Cinelândia. Estão todos convidados.

O Aracaju Sergipe Surf Festival foi uma realização da CBSurf com o patrocínio do Governo do Estado de Sergipe através da sua Secretaria da Educação, dos Esportes e da Cultura. Conta também com o apoio da Prefeitura de Aracaju, Banese, Marata, Açaí na Tigela, Federação Sergipana de Surf, Surfland Brasil, Fisolar, Fu Wax, Monte Claro, Silverbay, Federal Seg, Transamérica, e Arcus Hotel.


Assista a transmissão ao vivo do 3º dia de competições no canal CBSurfPLAY

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

Claudio Damangar – 81 9 9758.5030

Assessoria de Imprensa do Aracaju Sergipe Surf Festival 2022

Aracaju Sergipe Surf Festival 2022, 2º dia, 18/06/2022.

Aracaju Sergipe Surf Festival | Dia 2 | Foto: CBSurf / Claudio Damangar

Hoje foi a estreia das meninas na Taça Brasil CBSurf 2022 e o mar estava tão desafiador para elas quanto para o masculino. Monik Santos (PE), Júlia Santos (SP) e Nicole Silva (PE) tiveram de se esforçar bastante para se destacarem hoje. A pernambucana Monik fez a melhor média (13,83), seguida da paulista Julia Santos (11.60).

No masculino, uma das baterias mais emocionantes foi a de Thiago Eduardo, Matheus Sena, Emanoel Tobias e Gabriel Farias. Uma bateria tão acirrada que o quarto lugar, Gabriel Farias, ainda não acredita que foi desclassificado com uma diferença de menos de 1 ponto para o primeiro colocado.
Matheus Sena, campeão da primeira etapa do CBSurf Pro em Alagoas, liderou quase toda a bateria seguido de perto por todos os seus adversários e só descobriu que ficou em segundo lugar quando a locução anunciou a nota da última onda de Emanoel Tobias que voou para a primeira posição totalizando a média de 10.84 enquanto Matheus totalizou 10.80. Incrível.

Aracaju Sergipe Surf Festival | Dia 2 | Foto: CBSurf / Claudio Damangar

Outra bateria eletrizante foi a de Michael Rodrigues, Kaique Oliveira, Luel Felipe e Yage Araujo.
A batalha de Michael Rodrigues (SC) contra Luel Felipe (PE) foi marcada por um pouco de chuva e muitas manobras fortes jogando muita água para todo lado. Os estilos parecidos dos dois surfistas bateram de frente mas o catarinense levou a melhor e se classificou em primeiro. Luel que se classificou em segundo na bateria mandou o recado de que vai ter revanche.

Surfista: Michael Rodrigues | Foto: CBSurf / Claudio Damangar

Amanhã o dia começa às 8 da manhã para conhecermos quem serão os campeões dessa etapa histórica de abertura da Taça Brasil CBSurf, circuito de acesso para a primeira divisão do surf profissional.

O Aracaju Sergipe Surf Festival é uma realização da CBSURF com o patrocínio do Governo do Estado de Sergipe através da sua Secretaria da Educação, dos Esportes e da Cultura. Conta também com o apoio da Prefeitura de Aracaju, Banese, Marata, Açaí na Tigela, Federação Sergipana de Surf, Surfland Brasil, Fisolar, Fu Wax, Monte Claro, Silverbay, Federal Seg, Transamérica, e Arcus Hotel.

Assista a transmissão ao vivo do 2º dia de competições no canal CBSurfPLAY

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

Claudio Damangar – 81 9 9758.5030
Assessoria de Imprensa do Aracaju Sergipe Surf Festival 2022

PARECER-AUDITORIA-INDEPENDENTE-2020


Inscrições prorrogadas até 10 de Maio de 2022.

Link para atletas que nunca se cadastraram no sistema CBSURF SGE
https://cbsurf.bigmidia.com/cadastroExterno/atleta

Link para atletas que já possuem castro no sistema CBSURF SGE
https://cbsurf.bigmidia.com/

Atletas, aproveitem.

ID_69_PE_CBSURF-11-02-2022-MANIFESTACAO-SOBRE-COLEGIO-ELEITORAL-CHAPA-NOVO-SURF-BRASIL

ID_68_PE_CBSURF-11-02-2022-DESPACHO-RESPOSTA-ID_66