DECISÃO DO RANKING COMEÇA NESTA QUINTA-FEIRA NO PÍER DE ATLÂNTIDA, EM XANGRI-LÁ 

Ryan Kainalo | CBSurf Rip Curl Grom Search – PE | Foto: Claudio Damangar

A decisão do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, começa nesta quinta-feira (22), no Píer de Atlântida, em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul, com 191 inscritos de 13 estados. A 3ª e última etapa do ranking definirá os novos campeões brasileiros de base, nas categorias sub12, sub14, sub16 e sub18, no masculino e feminino, e também a melhor equipe, que tem São Paulo na ponta, vitoriosa nas duas etapas iniciais, no Espírito Santo e em Pernambuco.

Outra grande atração fica para as vagas para o ISA World Junior Champioship, o mundial junior, em 2023, classificando 16 atletas para a seleção brasileira – quatro na sub18 masculina, quatro na sub18 feminina, quatro na sub16 masculina e quatro na sub16 feminina. A etapa, que segue até domingo terá 123 atletas nas disputas masculinas e 68 nas femininas.

Todas as baterias terão transmissão ao vivo pela internet, no site da CBSurf, cbsurf.org.br, canal CBSurfPLAY e no site da Rip Curl, o www.ripcurl.com.br. O cronograma das baterias será divulgado nesta quinta-feira na praia, devido às condições do mar. A primeira chamada está marcada para 8h30 junto ao palanque. A apresentação das equipes será às 9 horas e a primeira bateria na água está marcada para 9h30.

Um dos destaques nessa decisão é a disputa entre o pernambucano Luan Ferreyra e o paulista Ryan Kainalo. O atleta de Pernambuco é líder da sub18 e vice-líder da sub16, enquanto o surfista de São Paulo está na frente na sub16, com 100% aproveitamento e em segundo na sub18. Na sub14, que aparece na frente, também com duas vitórias, é o paranaense Anuar Chiah, enquanto que entre os mais novos, o primeiro colocado é o potiguar Arthur Villar. A etapa também marca a volta de Pablo Gabriel, atleta do RJ, da equipe Rip Curl, que foi campeão brasileiro sub12, ficou de fora da segunda etapa, por contusão e já está recuperado.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é uma realização da Confederação Brasileira de Surf com patrocínio master da Rip Curl e apresentação da GoPro. Patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras, blocos Teccel, Açaí do Joca e pranchas EB Surfboards. Apoio da Prefeitura de Xangri-lá, com a colaboração de Restaurante 20 Barra 9, Vero Internet e Apaga Incêndio e homologação da Federação Gaúcha de Surf e Atlântida Pro Surf. Divulgação da FMA Notícias.

3ª E ÚLTIMA ETAPA COMEÇA NA QUINTA-FEIRA, EM XANGRI-LÁ, RIO GRANDE DO SUL

Alexia Monteiro | CBSurf Rip Curl Grom Search – PE | Foto: Claudio Damangar

A 3ª e decisiva etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, reserva muitas disputas importantes, entre títulos e vagas para o ISA World Junior Championship 2023. A competição começa nesta quinta-feira (22), no Píer de Atlântida, em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul, reunindo atletas de 15 estados. Nas categorias femininas, algumas surfistas chegam como destaque.

Entre elas, Alexia Monteiro, de 15 anos, representando a equipe gaúcha. Líder da sub16 e terceira na sub18, ela compete de olho nos títulos e numa das vagas para o mundial do próximo ano. “A expectativa é a melhor possível. Estou me dedicando bastante aos treinos. Não conheço a onda de Atlântida, mas já surfei e ganhei campeonato na Praia de Torres, que é ao lado. Então, acho que não vou ter dificuldades em me adaptar às condições”, afirma.

“O Rip Curl Grom Search sempre foi um campeonato bem significativo para mim, então vou dar o meu melhor para tentar o título e a vaga para o ISA e, assim, agradecer a minha equipe do Rio Grande do Sul”, afirma a surfista, que é de Garopaba/SC e aproveita para também elogiar a Circuito desenvolvido pela Confederação Brasileira de Surf e Rip Curl. “Obrigado pelo trabalho incrível que estão fazendo esse ano”, disse.

Quem também chega animada e confiante é a paranaense Luara Mandelli, que apresenta o melhor aproveitamento no Circuito deste ano, sendo a líder em sua categoria, a sub14, a terceira na sub16 e a segunda na sub18, tendo apenas 14 anos. A surfista de Matinhos, filha da longboarder profissional Thiara Mandelli, novamente terá uma “maratona” de baterias, querendo dois objetivos claros.

“Estou buscando o título na sub14, que é a minha categoria, mas é a sub16 e a sub18 que classificam para o Mundial Junior, e tenho sonho desde que comecei a surfar de participar do ISA”, diz. “Por mais que seja intenso disputar três categorias, optamos por isso. Vou dar meu melhor, mas sem pressão. Quero poder competir bem e mostrar meu surf. Os resultados serão consequência”, comenta a surfista.

Ainda entre as meninas, outro grande nome no Circuito é a catarinense Kyane Hyakutake, líder da sub18, com duas vitórias, mesma situação da paulista Carol Bastides, entre as caçulas da sub12. As duas atletas podem comemorar os títulos 2022 antes mesmo das baterias finais. Também merece atenção a paranaense Gabriely Vasque, que divide a liderança da sub16 com Alexia.

O CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, uniu dois tradicionais circuitos de base para a definição dos novos campeões brasileiros e as vagas para o ISA World Junior Championship, o mundial para atletas sub16 e sub18. Nessas duas categorias, os quatro primeiros colocados do masculino e do feminino farão parte da seleção brasileira em 2023.

“Sem dúvida foi a união de duas forças que sempre tiveram um olhar para a formação de novos valores do surf e as vagas para o ISA são um grande estímulo para esses atletas. Teremos, novamente, um evento de altíssimo nível técnico. As duas primeiras etapas, no Espírito Santo e em Pernambuco, foram grandes sucessos de participação e vamos repetir a dose, também com atrações fora do mar, confirmando que esse é muito mais do que um campeonato de surf, para finalizar o Circuito em grande estilo”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

As disputas serão realizadas de quinta-feira a domingo (25), com transmissão ao vivo pelo hotsite da CBSurf. o cbsurf.org.br/surfdebase e por ripcurl.com.br/gromsearch22.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é uma realização da Confederação Brasileira de Surf e Rip Curl com apresentação da GoPro. Patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras, blocos Teccel, Açaí do Joca e pranchas EB Surfboards. Apoio da Prefeitura de Xangri-lá, com a colaboração de Restaurante 20 Barra 9, Vero Internet e Apaga Incêndio e homologação da Federação Gaúcha de Surf e Atlântida Pro Surf. Divulgação da FMA Notícias.

SEGUE EM ANEXO, FOTOS DIVULGAÇÃO. ALEXIA – CRÉDITO Damangar – LUARA – CRÉDITO Hermann Cockles Junior

Campeões brasileiros de surf de base e vagas para o ISA World Junior Championship têm decisão no CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, no litoral gaúcho.
3ª ETAPA E ÚLTIMA DO RANKING SERÁ DIAS 22 A 25 DESTE MÊS NO PÍER DE ATLÂNTIDA, EM XANGRI-LÁ

Cartaz Oficial | CBSurf Rip Curl Grom Search

Os campeões brasileiros de surf de base e a seleção brasileira júnior para o ISA World Junior Championship, o mundial da categoria, serão definidos na grande final do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro. A 3ª e última etapa do ranking para atletas com até 18 anos está confirmada para os dias 22 a 25 deste mês, no Píer de Atlântida, em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul, reunindo equipes de 15 estados.

Em ação, oito categorias individuais, na sub12, sub14, sub16 e su18, todas no masculino e feminino, valendo os títulos nacionais, sendo que nas duas últimas faixas etárias, também valendo vagas para o mundial de 2023. “O Circuito vem sendo um grande sucesso, com duas etapas fantásticas no Espírito Santo e em Pernambuco e agora chegamos ao sul, para definir os novos campeões e nossa seleção brasileira júnior para o ISA World Junior Championship. Motivação não falta para os atletas”, afirma o vice-presidente da CBSurf e diretor de competições, Paulo Moura.

Além das disputas individuais, o CBSurf Rip Curl Grom Search conhecerá a equipe campeã. São Paulo chega com vantagem de ter vencido as duas primeiras etapas, com os paranaenses em segundo lugar, seguidos dos catarinenses. Já entre os atletas, alguns nomes merecem atenção. Entre eles, o paulista Ryan Kainalo, com chances em duas categorias, e a paranense Luara Mandelli, líder na sua faixa etária e segunda nas duas acima. Ambos praticamente garantidos no time brasileiro no Mundial.

Os gaúchos também terão para quem torcer em casa, com Alexia Monteiro, competindo como líder da sub16 feminina. Em três categorias, os líderes competem com grandes chances de comemorar os títulos antes mesmo das finais: na sub16 com Ryan Kainalo, na sub18 feminina com a catarinense Kiane Hyakutake, e na sub12 feminina, com a paulista Carol Bastides.

Na sub14 masculina, o paranense Anuar Chiah também tem 100%, mas seus rivais diretos, estão próximos na pontuação geral, o paulista Kalani Robles e o catarinense Yuri Gabryel. Na sub18 masculina, Luan Ferreyra está empatado matematicamente com Ryan Kainalo, e o também paulista Guilherme Ferreira chega com chances. Já entre os caçulas do masculino, o potiguar Arthur Villar compete na dianteira, mas tendo Vini Palma, de São Paulo, e Michel Demétrio, de Santa Catarina, com possibilidades de virar o jogo.

Na sub16 feminina, uma das disputas mais acirradas. Alexia Monteiro está na frente, mas com a menor diferença no ranking para a segunda colocada, Luara Mandelli, tendo outra paranaense, Gabriely Vasque em seguida, e a paulista Sophia Gonçalves correndo por fora. Situação semelhante está na sub14, com Luara desta vez na ponta, seguida da paulista Maria Beatriz, da catarinense Luiza Teixeira e da baiana Maria Eduarda e da potiguar Maria Clara.

“Tivemos agora o Rip Curl WSL Finals, na Califórnia, definindo mais um brasileiro campeão mundial, o Filipe Toledo, que passou e se destacou tanto no CBSurf, quanto no Rip Curl Grom Search. Então, esse é mais do que um exemplo de que essa garotada que está competindo no nosso Circuito, buscando o seu espaço, tem tudo para chegar lá também e fazemos a nossa parte, organizando um campeonato de altíssimo nível técnico. Com certeza, será mais uma etapa com grandes resultados”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl e um dos responsáveis pela organização do Circuito, Fernando Gonzalez, reforçando que a expectativa é a melhor possível, também com várias ações fora do mar também, confirmando que esse é ‘muito mais do que um campeonato de surf´.

Vale destacar que a etapa terá transmissão ao vivo pelo hotsite da Rip Curl, o ripcurl.com.br/gromsearch22. Os atletas também podem conferir os rankings no site da CBSurf, no link cbsurf.org.br/circuito-surf-de-base-2022/

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é uma realização da Confederação Brasileira de Surf com patrocínio master da Rip Curl e apresentação da GoPro. Patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras, blocos Teccel, Açaí do Joca Jr. e pranchas EB Surfboards. Apoio da Prefeitura de Xangri-lá, com a colaboração de Restaurante 20 Barra 9, Vero Internet e Apaga Incêndio e homologação da Federação Gaúcha de Surf e Atlântida Pro Surf. Divulgação da FMA Notícias.

RANKING APÓS 2 ETAPAS

SUB18 MASCULINA

1 Luan Ferreyra – PE – 1.729

2 Ryan Kainalo – SP – 1.710

3 Guilherme Fernandes – SP – 1.531

4 Samuel Joquinha – RN – 1.197

SUB18 FEMININA

1 Kiane Hyakutake – SC – 2.000

2 Luara Mandelli – PR – 1.556

3 Sophia Gonçalves – SP – 1.260

4 Alexia Monteiro – RS – 1.240

SUB16 MASCULINA

1 Ryan Kainalo – SP – 2.000

2 Guilherme Lemos – RJ – 1.539

3 Ryan Coelho – PR – 1.466

4 Anuar Chiah – PR – 1.431

4 Luan Ferreyra – PE – 1.431

SUB16 FEMININA

1 Alexia Monteiro – RS – 1.731

2 Luara Mandelli – PR – 1.556

3 Gabriely Vasque – PR – 1.531

4 Sophia Gonçalves – SP – 1.431

SUB14 MASCULINA

1 Anuar Chiah – PR – 2.000

2 Kalani Robles – SP – 1.710

2 Yuri Gabryel – SC – 1.710

4 Arthur Villar – RN – 1.187

SUB14 FEMININA

1 Luara Mandelli – PR – 1.900

2 Maria Beatriz – SP – 1.539

3 Luiza Teixeira – SC – 1.531

4 Maria Eduarda – BA – 1.431

SUB12 MASCULINA

1 Arthur Villar – RN – 1.900

2 Vini Palma – SP – 1.656

3 Michel Demétrio – SC – 1.539

4 Nicolas Silva – CE – 1.287

SUB12 FEMININA

1 Carol Bastides – SP – 2.000

2 Kyara Antunes – SC – 1.556

3 Marina Suguimoto – SP – 1.385

4 Lanay Thompson – RJ – 1.330

EQUIPES

1 São Paulo – 2.000

2 Paraná – 1.800

3 Santa Catarina – 1.620

4 Rio de Janeiro – 1.458

Ranking completo de todas as categorias no link cbsurf.org.br/circuito-surf-de-base-2022/

Fotos Divulgação – Claudio Damangar
Por FMA Notícias

Em Pernambuco, surfistas paulistas garantem nova vitória por
equipes no CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro
2ª ETAPA DO RANKING TEVE A PARTICIPAÇÃO DE 232 ATLETAS DE 14 ESTADOS

Equipe São Paulo | CBSurf Rip Curl Grom Search | Foto: Claudio Damangar

Com quatro vitórias em oito categorias, os paulistas voltaram a garantir a vitória por equipes na 2ª etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, encerrada neste domingo (7), na Praia do Cupe, em Porto de Galinhas, município de Ipojuca, em Pernambuco. A competição reuniu 232 atletas de 14 estados e o time vencedor levou a melhor com Carol Bastides e Vini Palma, na sub12, Ryan Kainalo, na sub16, e Guilherme Fernandes, na sub18. Dos quatro, Carol e Ryan repetiram as vitórias comemoradas na etapa inicial, em Vila Velha/ES.

Outros dois atletas também garantiram 100% de aproveitamento no ranking: o paranaense Anuar Chiah, na sub14, e a catarinense Kiane Hyakutake, na sub18. O time de Santa Catarina ainda comemorou mais uma conquista, com Luiza Teixeira, na sub14 feminina, e o Rio Grande do Sul levou na sub16 feminina, com Alexia Monteiro.

Outro grande destaque da etapa foi Luara Mandelli, do Paraná, chegando em três finais e ficando em segundo lugar em todas. Também merece atenção o paraibano Yuri Barros, vice da sub18 e que teve a maior nota, um 9,17, e a melhor somatória, 16,67, de 20 possíveis, na semifinal.

O Circuito define os campeões brasileiros de surf de base com limite de 18 anos e também vale vagas para a seleção que disputará o ISA World Junior Championship, o mundial da categoria, na sub18 e sub16. A grande final está confirmada para os dias 22 a 25 de setembro, em mais um pico icônico do surf, o Píer de Atlântida, em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul.

“Mais uma etapa de grande sucesso. Tivemos os componentes essenciais para um campeonato de surf ser especial, com boas ondas e sol nos quatro dias. Também conseguimos ver o alto nível técnico dos competidores, com os melhores do Brasil surfando muito e conseguimos, mais uma vez, entregar o objetivo, que é entregar muito mais do que um campeonato de surf, com várias ativações bacanas na praia, brincadeiras, muita ação na água e a gente espera conseguir finalizar o Circuito nessas mesmas condições”, comemorou o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

As finais foram abertas com os caçulas da sub12. Carol Bastides levou a melhor novamente. Lanay Thompson vinha muito bem, mas cometeu interferência e ficou só com uma nota, facilitando a vitória da paulista. Entre os meninos, Vini Palma abriu com uma nota 8 e se manteve na ponta até o final. Na sub14 feminina, Carol Bastides voltou para o mar, Luara Mandelli fez a primeira das três finais e apostava em sua faixa etária, mas quem começou na ponta e se manteve foi Luiza Teixeira, vencendo por uma diferença mínima – 8,64 a 8,50.

Na sub14 masculina, Anuar Chiah foi o que surfou mais ondas e garantiu a vitória justamente nas duas últimas performances, para virar sobre Kalani Robles, de São Paulo, e Yuri Gabriel, do Rio de Janeiro. “Hoje foi mais um dia incrível para a minha vida. Agora, vamos para o Rio Grande do Sul e, se Deus quiser, levar mais uma taça para o Paraná”, disse Anuar.

“Peguei ondas muito boas. Consegui me achar. Queria ter ganhado também na sub14, mas estou bem feliz. Gostei bastante desse lugar, muito lindo e fui muito bem recebida aquia. Essa vitória foi muito especial, porque foi presente de aniversario para o meu pai e também, porque o meu avô é pernambucano. Então, Pernambuco está no meu sangue”, festejou Carol Bastides.

Luara Mandelli também disse ter ficado feliz com seu desempenho em Pernambuco. “Foi um dia intenso demais. Seis baterias praticamente seguidas. Sei a importância do título brasileiro e da vaga para o ISA, por isso dei o meu melhor para poder conseguir um bom resultado e para representar o meu estado. Foi muito puxado três categorias, mas tenho certeza de que lá no futuro vai fazer a diferença na minha formação como atleta”, avaliou Luara.

Na sub16 feminina, Alexia Monteiro abriu com uma boa onda e ficou na frente. Luara, mesmo com a melhor nota da bateria, não conseguiu virar o placar. Já no masculino, Ryan Kainalo manteve a hegemonia, assegurando a nova vitória com um 7,5 pontos.

Na sub18 feminina, Kiane também foi superior, inclusive com a maior nota da disputa, um 6,83, vendo Luara repetir o segundo lugar pela terceira vez. Já na última apresentação do evento, uma disputa acirradíssima. Yuri vinha de grande atuação na semi, o pernambucano Luan Ferreyra defendia a liderança, Ryan Kainalo tinha acabado de vencer na sub16 e tentava assumir a ponta também na categoria acima, mas quem brilhou foi Guilherme Fernandes.

O placar final mostrou bem o show nas ondas – Guilherme, 14,83, Yuri, 14,17, Ryan, 13,46.  “Eu não estou acreditando até agora. Foi irado, ainda mais com esse nível técnico altíssimo. Estou muito feliz”, falou Guilherme.

Vale lembrar que os atletas contaram com uma grande estrutura na praia e dentro do mar, um esquema forte de segurança com moto aquática sempre próxima para qualquer eventualidade. Fora do mar, os atletas se divertiram com várias brincadeiras e todas as baterias foram transmitidas ao vivo pelo hotsite da CBSurf , o cbsurf.org.br/surfdebase2022. Os resultados completos da etapa podem ser acompanhados no link surfcore.com.br/system/2022/cbs_base/index.php?etapa=2&tab=2.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é apresentado pela GoPro, com patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras e blocos Teccel. Apoio da Prefeitura do Ipojuca, Federação Pernambucana de Surf, Maré Comida com Vida, pranchas Realce Nordeste e Maresia Unique com divulgação da FMA Notícias.

RESULTADOS DA 2ª ETAPA

SUB12 FEMININA

1 Carol Bastides – SP

2 Lanay Thompson – RJ

3 Ana Dagostini – ES

4 Marina Suguimoto – SP

LÍDER – Carol Bastides – SP

SUB12 MASCULINA

1 Vini Palma – SP

2 Arthur Vilar – RN

3 Calebe Simões – SP

4 Michel Demétrio – SC

LÍDER – Arthur Vilar – RN

SUB14 FEMININA

1 Luiza Teixeira – SC

2 Luara Mandelli – PR

3 Carol Bastides – SP

4 Maria Beatriz – SP

LÍDER – Luara Mandelli – PR

SUB14 MASCULINA

1 Anuar Chiah – PR

2 Kalani Robles – SP

3 Yuri Gabriel – SC

4 Caio Okamoto – SP

LÍDER – Anuar Chiah – PR

SUB16 FEMININA

1 Alexia Monteiro – RS

2 Luara Mandelli – PR

3 Giovana Donato – SP

4 Maria Eduarda – BA

LÍDER – Alexia Monteiro – RS

SUB16 MASCULINA

1 Ryan Kainalo – SP

2 Luan Ferreyra – PE

3 Ryan Coelho – PR

4 Guilherme Lemos – RJ

LÍDER – Ryan Kainalo – SP

SUB18 FEMININA

1 Kiane Hyakutake – SC

2 Luara Mandelli – PR

3 Alexia Monteiro – RS

4 Gabriely Vasque – PR

LÍDER – Kiane Hyakutake – SC

SUB18 MASCULINA

1 Guilherme Fernandes – SP

2 Yuri Barros – PB

3 Ryan Kainalo – SP

4 Luan Ferreyra – PE

LÍDER – Luan Ferreyra – PE

EQUIPES

1 São Paulo

2 Paraná

3 Santa Catarina

4 Rio de Janeiro

LÍDER – São Paulo

==============================

Por: Fábio Maradei | Rip Curl

==============================

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

Domingo é dia de finais no CBSurf Rip Curl Grom Search, em Pernambuco

BATERIAS DECISIVAS DAS 11H30 ÀS 14H30 TERÃO TRANSMISSÃO AO VIVO PELA INTERNET

CBSurf Rip Curl Grom Search – PE | Foto: Claudio Damangar

O domingo (7) será de finais na 2ª etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, que está sendo realizado na Praia do Cupe, em Ipojuca, Pernambuco. A principal competição de surf de base do País começou quinta-feira com atletas de 14 estados e a expectativa é de grandes apresentações nesse último dia de disputas, com as baterias decisivas realizadas das 11h30 às 14h30, com transmissão ao vivo pelo hotsite da CBSurf, o  cbsurf.org.br/surfdebase2022

No total, o Circuito terá três etapas, definindo os campeões brasileiros em oito categorias, sendo que entre os mais velhos da sub18 e sub16, também estão em jogo vagas para o ISA World Junior Championship, o mundial da categoria, em 2023. Neste sábado, um dos destaques foi Bernardo Brizola, do Rio Grande do Norte, somando 15 pontos entre os caçulas da sub12.

Já no outro extremo, a sub18, surfando “em casa”, o vencedor da etapa inicial do Circuito, Luan Ferreyra, surfou bem na segunda fase, mas acabou parando na disputa seguinte. Já o paulista Ryan Kainalo, marcou 14,73 no round 2 e já está na semifinal. O paraibano Yuri Barros voltou a surfar bem como no dia anterior, assim como o potiguar Samuel Joquinha.

Na feminina sub18, a gaúcha Alexia Monteiro, com 13,10 foi a melhor do dia, com a catarinense Kiane Hyakutake, atual líder, vindo na sequência, com 12. Já na sub14 masculina, o potiguar Arthur Villar, o paranaense Anuar Chiah, o paulista Kalani Robles e o catarinense Ryan Martins fizeram bonito.

Também dentro do mar, destaque para o sistema de salvamento na etapa, usando moto aquática para um eventual resgate. Na areia, a diversão corre solta com várias atrações enquanto os atletas não competem, como ping pong e futmesa.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é apresentado pela GoPro, com patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras e blocos Teccel. Apoio da Prefeitura do Ipojuca, Federação Pernambucana de Surf, Maré Comida com Vida, pranchas Realce Nordeste e Maresia Unique com divulgação da FMA Notícias.

==============================

Por: Fábio Maradei | Rip Curl

==============================

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

Yuri Barros| CBSurf Rip Curl Grom Search – PE | Claudio Damangar

Os nordestinos comandaram o show na fase inicial da categoria sub18 masculina, neste segundo dia da segunda etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, em Pernambuco. Nesta sexta-feira (5), os atletas mais velhos foram para o mar e as maiores somatórias foram de representantes do Nordeste, com o paraibano Yuri Barros tendo a melhor média, 13,80 pontos, seguido do potiguar Samuel Joquinha, com 13,24, e do cearense Ytalo Oliveira, com 13,10.

“Peguei as melhores ondas, graças a Deus foi tudo certo. Estou muito feliz com esse resultado. O campeonato está de alto nível, a galera quebrando e espero seguir bem até o final”, vibrou Yuri.

Já na sub16, o paulista Ryan Kainalo, vitorioso na etapa inicial, no Espírito Santo, garantiu a melhor performance, com 12,67. Ele também figurou entre os melhores da categoria acima, onde foi o vice nas ondas capixabas. Quem também foi se classificou nas duas categorias foi o pernambucano Luan Ferreyra, que faturou a etapa inicial em Vila Velha na sub18.

Outro campeão da primeira etapa, o paranaense Anuar Chiah, também avançou tanto na sua faixa etária, a sub14, quanto na sub16. Também competiram nesta sexta-feira as meninas da sub14 e quem teve a melhor apresentação foi a paulista Carol Bastides, atual líder da sub12, com a baiana Maria Eduarda logo atrás, com 11,10. A paranaense Luara Mandelli, que está na frente no ranking nessa faixa etária, também se classificou com boa atuação.

A competição segue neste sábado, a partir das 7h. No domingo, recomeça 7h30, com as finais das 11h30 às 14h30. Todas as baterias são transmitidas ao vivo pelo hotsite da CBSurf, o cbsurf.org.br/surfdebase2022, com imagens, locução e as notas. Fora do mar, o evento conta com muitas atrações para os atletas, como futmesa e ping pong, além de massagista, garantindo o slogan “Muito mais do que um Campeonato de Surf”, já uma tradição nas 22 edições do Rip Curl Grom Search.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é apresentado pela GoPro, com patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras e blocos Teccel. Apoio da Prefeitura do Ipojuca, Federação Pernambucana de Surf, Maré Comida com Vida, pranchas Realce Nordeste e Maresia Unique com divulgação da FMA Notícias.

==============================

Por: Fábio Maradei | Rip Curl

==============================

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

SURF – Com talento local liderando ranking, CBSurf Rip Curl Grom Search, o principal circuito de surf de base do País, tem segunda etapa a partir de quinta-feira no litoral pernambucano.

LUAN FERREIRA ESTÁ NA FRENTE NA CATEGORIA SUB18 E AGORA COMPETE EM CASA

Luan Ferreira | CBSurf Rip Curl Grom Search – ES | Foto: Vitor Gozzer

A segunda etapa do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, terá um talento local como um dos grandes destaques. O principal circuito de surf de base do País tem as disputas a partir desta quinta-feira (4), na Praia do Cupe, em Porto de Galinhas, Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco, reunindo 232 atletas de 14 estados, divididos em oito categorias.

A competição, que segue até domingo (7), terá transmissão ao vivo pelo hotsite da CBSurf, o cbsurf.org.br/surfdebase2022, com imagens, locução e as notas. Neste primeiro dia, será realizada a abertura oficial, com as equipes estaduais perfiladas em frente ao palanque às 13h. Na sequência, a partir das 14h, as meninas da sub18 entram no mar. Depois é a vez da sub16 feminina. Na sexta-feira (5), a competição reinicia às 7h com a sub18 masculina. As finais estão previstas para domingo, das 11h30 às 14h30.

Entre os mais velhos, na sub18, Luan Ferreira, compete “em casa”, defendendo a liderança do ranking. Ele venceu na abertura do campeonato, em Vila Velha, e agora demonstra muita animação para se manter na frente na disputa que vale pontos para o título brasileiro e também para a formação da seleção brasileira que disputará o ISA World Junior Championship, o mundial da categoria em 2023.

“Estou muito animado. Competir em casa é muito bom e com altas ondas, melhor ainda. Gosto muito dessa onda, treino sempre”, afirma o atleta, de apenas 15 anos, que na etapa inicial superou atletas mais experientes no Circuito, deixando em segundo lugar o paulista Ryan Kainalo, em terceiro o potiguar Samuel Joquinha e em quarto outro representante de SP, Murilo Coura.

Se Luan tem a vantagem de estar “em casa”, outra líder do ranking, a paranaense Gabriely Vasque, chega pela primeira vez na praia pernambucana. “Minha expectativa para essa etapa é chegar nas finais, se Deus permitir, e me manter viva pra vaga do ISA”, afirma a vencedora da sub16 feminina. Outra vitoriosa e paranaense em Vila Velha, Luara Mandelli, também competirá pela primeira vez, mas conhece bem a praia, por ter acompanhado a mãe, Thiara, em competições do longboard.

“Tenho boas lembranças. Acompanhava a minha mãe quando ela competia aqui no circuito profissional de longboard, mas pela primeira vez estou vindo para surfar e disputar um campeonato. Estou feliz por isso e bem focada para conseguir um bom resultado para mim e para o meu Estado”, ressalta a surfista líder da sub14 feminina.

Os caçulas do ranking também demonstram boas expectativas para disputa. A paulista Carol Bastides e o potiguar Arthur Vilar, fazem parte da equipe formada pelo campeão mundial e olímpico Italo Ferreira, para fomentar a nova geração, e esperam repetir boas atuações. “Minha expectativa é que eu consiga ganhar, dar o meu melhor e me divertir. Estou muito otimista”, afirma Carol, que vem de nova vitória no Paulista e também está surfando na sede do evento pela primeira vez.

Já Arthur conhece bem o pico, treinou várias vezes, mas estreia nas ondas como competidor. “Estou bem feliz pelo fato da etapa ser aqui no Nordeste, em condições que já estou acostumado a treinar. Nunca competi nessa ‘vala’, mas já treinei algumas vezes aqui. Quero me divertir e tentar fazer o meu melhor. O resultado vai ser consequência”, comenta Arthur.

O gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez, diz que a etapa seguirá à risca o slogan do Rip Curl Grom Search, que completa 23 edições consecutivas esse ano: “Muito mais do que um campeonato de surf”, com várias atrações também fora do mar. “Estamos num local icônico do surf, conhecido por sua qualidade de ondas, um lugar paradisíaco. Só esse cenário já ajuda muito, mas teremos muita diversão para a garotada na areia, além do show de manobras nas disputas”, relata.

“Teremos novas ativações da GoPro, como futmesa e ping pong, distribuição de pipas, uma tradição nos nossos eventos, tudo para os atletas se divertirem enquanto estão fora do mar. Também massagista para antes e depois das baterias. Tudo voltado para ser mais um grande evento e que todos podem acompanhar pela transmissão ao vivo”, complementa Gonzalez.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é apresentado pela GoPro, com patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras e blocos Teccel. Apoio da Prefeitura do Ipojuca, Federação Pernambucana de Surf, Maré Comida com Vida, pranchas Realce Nordeste e Maresia Unique com divulgação da FMA Notícias.

==============================

Por: Fábio Maradei | Rip Curl

==============================

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

Depois da participação recorde de inscritos na abertura do CBSurf

Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, segunda etapa

em Pernambuco terá mais um dia e começa na quinta-feira

Cartaz Oficial | CBSurf Rip Curl Grom Search – Pernambuco

O sucesso de participação de atletas na etapa inicial, no Espírito Santo, fez com que o CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, ganhe mais um dia já na segunda etapa do ranking, que começará na quinta-feira (4), na paradisíaca Praia do Cupe, em Porto de Galinhas, Ipojuca, no litoral sul de Pernambuco. Agora, a etapa passa a contar com quatro dias e o mesmo procedimento será adotado para a grande final do Circuito, no Rio Grande do Sul, que mudou de data e será de 22 a 25 de setembro.

A ampliação no número de dias foi definida para que a programação de baterias ocorra dentro do planejado. Em Vila Velha, houve a necessidade de realização de baterias simultâneas em dois palanques. Foram 240 atletas de 15 estados, um recorde para etapas do Brasileiro de Base. “Demonstra o sucesso que o evento se tornou e rapidamente, ao unirmos dois grandes circuitos, o da CBSurf e o Rip Curl Grom Search, com uma grande demanda de inscritos, e todos ganham com isso”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

“Um dia a mais de etapa, significa um dia a mais de ação, de show de surf. É para comemorarmos mesmo. Um dia a mais de transmissão ao vivo, ativação dos patrocinadores. Isso engrandece o Circuito e confirma ser o principal campeonato do país, com procura de surfistas de 15 estados diferentes”, reforça.

Novamente, a etapa terá transmissão ao vivo de todas as baterias, com notas em tempo real, pelo hotsite da Rip Curl, o ripcurl.com.br/gromsearch22. Na quinta-feira, logo cedo será realizado o tradicional desfile das delegações, com representantes de todas as federações estaduais.

CBSurf Rip Curl Grom Search – ES | Foto: Vitor Gozz
CBSurf Rip Curl Grom Search – ES | Foto: Vitor Gozz

Fora do mar, o evento terá ainda mais atrações, como massagista para os atletas, antes e depois de competirem, além futmesa e e ping pong, oferecidos pela GoPro, entre outras atividades de lazer. “Com certeza será mais uma grande competição, num lugar muito bom, tradicional do surf, que já recebeu etapas internacionais”, complementa Fernando Gonzalez, da Rip Curl.

“Na premiação teremos nessa etapa pranchas Realce Nordeste, para os vencedores da sub18 e sub16 masculino e feminino”, anuncia o diretor de relações institucionais da CBSurf, e organizador da etapa, Geraldo Cavalcanti, agradecendo o apoio da Prefeitura do Ipojuca para a realização do evento. “Grandes parceiros, na pessoa da prefeita Célia Sales e do secretário de esportes, Danilo Lins”, destaca.

Na etapa inicial, realizada na Praia do Buraco, em Vila Velha, dois atletas já conhecidos nas categorias de base foram os destaques. O paulista Ryan Kainalo venceu a sub16 e foi o segundo na categoria acima, a sub18. O mesmo aconteceu com o paranaense Anuar Chiah, primeiro na sub14 e segundo na sub16.

Também venceram na abertura do ranking o pernambucano Luan Ferreira e a catarinense Kiany Hyakutake na sub18; as também paranaenses Gabriely Vasque, na sub16, e Luara Mandelli, na sub14; e os caçulas da sub12, Arthur Vilar, do Rio Grande do Norte, e Carol Bastides, de São Paulo. Por equipes, os paulistas levaram o primeiro lugar, seguidos dos paranaenses e catarinenses.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é apresentado pela GoPro, com patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras e blocos Teccel. Apoio da Prefeitura do Ipojuca, Federação Pernambucana de Surf, Maré Comida com Vida, pranchas Realce Nordeste e Maresia Unique com divulgação da FMA Notícias.

RANKING 2022

SUB18 MASCULINA

1 Luan Ferreira – PE

2 Ryan Kainalo – SP

3 Samuel Joquinha – RN

4 Murilo Coura – SP

SUB18 FEMININA

1 Kiany Hyakutake – SC

2 Laura Raupp – SC

3 Nairê Marquez – SP

4 Sophia Gonçalves – SP

SUB16 MASCULINA

1 Ryan Kainalo – SP

2 Anuar Chiah – PR

3 Guilherme Lemos – PR

4 Rayan Fadul – BA

SUB16 FEMININA

1 Gabriely Vasque – PR

2 Aysha Rato – RJ

3 Sophia Gonçalves – SP

4 Laura Raupp – SC

SUB14 MASCULINA

1 Anuar Chiah – PR

2 Yuri Gabriel – SC

3 Kalani Robles – SP

4 Pedro Henrique – SP

SUB14 FEMININA

1 Luara Mandelli – PR

2 Maria Eduarda – BA

3 Maria Beatriz – SP

4 Maria Clara – RN

SUB12 MASCULINA

1 Arthur Vilar – RN

2 Nicolas Silva – CE

3 Michel Demétrio – SC

4 Bernardo Brizola – RN

SUB12 FEMININA

1 Carol Bastides – SP

2 Kyara Antunes – SC

3 Manu Medeiros – SP

4 Paula Stefani – SP

EQUIPES

1 São Paulo

2 Paraná

3 Santa Catarina

4 Rio de Janeiro

==============================

Por: Fábio Maradei | Rip Curl

==============================

Siga o nosso Instagram: @cbsurfoficial

Confira o calendário CBSurf 2022 atualizado: CALENDÁRIO

São Paulo sai na frente no CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, em etapa com recorde de inscritos e participação de 15 estados em Vila Velha

Cartaz Oficial | CBSurf Rip Curl Grom Search | 1ª Etapa Vila Velha

Com a presença recorde de inscritos, São Paulo saiu na frente na etapa inicial do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro, que teve as baterias decisivas neste domingo (24), na Praia do Buraco, em Vila Velha/ES. Apesar de ter apenas duas vitórias individuais, das oito categorias em disputa, os paulistas tiveram maior participação – 12 atletas – nas finais e em apenas uma disputa não houve atleta do time primeiro colocado.

Os paranaenses, com uma vitória a mais, ficaram com o segundo lugar, seguido de Santa Catarina e do Rio de Janeiro. No individual, alguns atletas se destacaram. Entre eles dois nomes que já figuram entre as grandes promessas. O paulista Ryan Kainalo venceu a sub16 e foi o segundo na categoria acima, a sub18. O mesmo aconteceu com o paranaense Anuar Chiah, primeiro na sub14 e segundo na sub16.

Também venceram na abertura do ranking o pernambucano Luan Ferreira e a catarinense Kiany Hyakutake na sub18; as também paranaenses Gabriely Vasque, na sub16, e Luara Mandelli, na sub14; e os caçulas da sub12, Arthur Vilar, do Rio Grande do Norte, e Carol Bastides, de São Paulo.

Cada vencedor ganhou relógio medidores de maré Rip Curl, kits com produtos da marca, acessórios da GoPro e protetor solar Brazinco, além de um bloco de prancha, que todos os surfistas decidiram doar para a associação de surf local. No total, a etapa contou com 240 competidores de 15 estados, recorde de participação em etapa do brasileiro de base. 

Foram três dias de grandes disputas, culminando com finais de altíssimo nível técnico. O circuito terá três etapas e além dos campeões nacionais, definirá as vagas para o ISA World Junior Championship, o mundial da nova geração. “Um evento que entra para a história das categorias de base do surf brasileiro”, enfatizou o presidente da Confederação Brasileira de Surfe (CBSurf), Flávio “Teco” Padaratz.

“Tivemos três dias de altas ondas e a possibilidade de ver um show de surf dessa nova geração. Recorde de delegações e atletas inscritos. Nós assumimos com o objetivo de levar campeonatos para todas as regiões, dando oportunidade a todos. Vila Velha vai estar presente nosso calendário por um bom tempo”, ressaltou o presidente.

O diretor de relações institucionais da CBSurf, Geraldo Cavalcante, enfatizou o acerto na definição de Vila Velha como sede da abertura do Circuito. “O evento foi um sucesso total. Fomos muito bem recebidos pelo munícipio. Muita acertada a vinda, a praia é muito propícia para o surf de base, com excelentes ondas e tivemos uma estrutura que nunca houve neste Circuito e será daqui para cima”, falou Geraldinho.

O prefeito de Vila Velha, Arnaldo Bordo, presente no dia decisivo (assim como esteve na abertura oficial), destacou a importância da Cidade e do Estado participando do CBSurf Rip Curl Grom Search. “Vila Velha quer ser anfitriã de eventos desse nível e vamos dar todo o suporte necessário. Foram dias de muito surf e creio que também conseguimos mostrar um pouco do Espírito Santo. Já iniciamos as conversas para trazer novas competições”, anunciou.

Quem também comemorou o sucesso da etapa foi o gerente de marketing da Rip Curl e um dos organizadores do evento, Fernando Gonzalez. Segundo ele, o número de participantes confirma a relevância desse evento para o surf e para quem quer buscar uma carreira profissional. “Foi uma experiência excelente. Conseguimos, em parceria com a CBSurf, proporcionar um evento de alto nível, estrutura exemplar, além de transmissão ao vivo pela Internet”, falou.

Os surfistas festejaram muito as suas conquistas nessa abertura do Circuito. “Foram resultados muito importantes para começar bem o circuito e estou na disputa pela vaga para o ISA”, disse Ryan Kainalo, contando uma particularidade: “Eu competi o ISA desse ano com a mesma prancha que competi em Vila Velha com ótimo resultado. Dá para ver que ela está muito boa”.

O vencedor da sub18, Luan Ferreira, como a maioria estreou nas ondas capixabas e ficou feliz com o desempenho. “Gostei muito da onda aqui da Praia do Buraco e espero voltar. Saio do Espírito Santo com meu objetivo conquistado e vamos para a próxima”, relatou.

Anuar foi outro que esteve pela primeira vez no Espírito Santo e ficou feliz. “Minhas baterias foram muito disputadas e eu estou muito feliz com meus resultados. Tem altas ondas e a galera é muito vibe”, contou o paranaense. Já Arthur Vilar, que junto com Carol Bastides, tem o apoio do campeão mundial e olímpico Italo Ferreira, vibrou com a virada de resultado. “Estava pedindo muito a Deus a onda da virada e veio. Comemorei demais e até levei um banho de areia dos meus amigos. Altas ondas aqui, minha primeira vez e curti bastante”, afirmou.

Luara Mandelli, dona da maior nota do evento, 9,10, e a maior somatória, 16,93, de 20 possíveis, enalteceu a grande performance. “Foi um dia especial. Esse é o circuito mais importante do Brasil. Em 2020 eu fui vice-campeã na sub14 e agora quero muito conquistar esse título. Tive muitas baterias, disputei três categorias, chegando também na semi da sub18 e da sub16. Fiz uma onda muito boa, que me valeu 9,10, e tudo isso só me dá mais fôlego para buscar melhores resultados nas próximas etapas”, exaltou.

Sua conterrânea Gabriely celebrou o primeiro lugar: “Foi um evento muito divertido. Todos os envolvidos estão de parabéns. Feliz de abrir o ano assim e levar a vitória para casa”.

Os resultados completos da etapa estão disponíveis no hotsite da Rip Curl, o ripcurl.com.br/gromsearch22, que fez a transmissão ao vivo de todas as baterias.

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é apresentado pela GoPro, com patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco e DNTBras. Apoio da Federação de Surf do Espírito Santo, Prefeitura de Vila Velha e Governo do Estado do Espírito Santo, com divulgação da FMA Notícias, outra grande parceira de décadas do Circuito Rip Curl Grom Search.

RESULTADOS DA ETAPA INICIAL

SUB18 MASCULINA

1 Luan Ferreira – PE

2 Ryan Kainalo – SP

3 Samuel Joquinha – RN

4 Murilo Coura – SP

SUB18 FEMININA

1 Kiany Hyakutake – SC

2 Laura Raupp – SC

3 Nairê Marquez – SP

4 Sophia Gonçalves – SP

SUB16 MASCULINA

1 Ryan Kainalo – SP

2 Anuar Chiah – PR

3 Guilherme Lemos – PR

4 Rayan Fadul – BA

SUB16 FEMININA

1 Gabriely Vasque – PR

2 Aysha Rato – RJ

3 Sophia Gonçalves – SP

4 Laura Raupp – SC

SUB14 MASCULINA

1 Anuar Chiah – PR

2 Yuri Gabriel – SC

3 Kalani Robles – SP

4 Pedro Henrique – SP

SUB14 FEMININA

1 Luara Mandelli – PR

2 Maria Eduarda – BA

3 Maria Beatriz – SP

4 Maria Clara – RN

SUB12 MASCULINA

1 Arthur Vilar – RN

2 Nicolas Silva – CE

3 Michel Demétrio – SC

4 Bernardo Brizola – RN

SUB12 FEMININA

1 Carol Bastides – SP

2 Kyara Antunes – SC

3 Manu Medeiros – SP

4 Paula Stefani – SP

EQUIPES

1 São Paulo

2 Paraná

3 Santa Catarina

4 Rio de Janeiro