Tudo que você precisa saber sobre a participação do país na contagem regressiva para a competição; Cerimônia de Abertura será no Estádio Nacional, no próximo dia 20

BRA ath Tatiana Weston Webb ath ph Sean Evans ph 2 Enhanced SR
BRA ath Tatiana Weston Webb ath ph Sean Evans
A dez dias dos Jogos Pan-americanos, confira dez curiosidades do Time Brasil em Santiago 2023
Wander Roberto/COB

Está chegando a hora! Em apenas dez dias, o Estádio Nacional de Santiago, no Chile, será palco da cerimônia que marca o início dos Jogos Pan-americanos 2023. O Time Brasil está pronto para Mandar Brasa e, no aquecimento para a competição, listamos dez curiosidades sobre a delegação brasileira nesta edição do Pan. Confira:

A base vem forte

Medalhista olímpica no skate street aos 13 anos, Rayssa Leal (agora com 15) é a atleta mais jovem da equipe brasileira. Hussein Daruich, do tiro esportivo, Maria Eduarda Alexandre, da ginástica rítmica, e Raicca de Oliveira, do skate park, têm 16 anos.

Idade é só um número

Aos 60 anos, Renato Portela, do tiro esportivo, é o atleta mais experiente do Time Brasil em Santiago, seguido pelo companheiro de time Vladimir da Silveira, com 54. Caso seja confirmada no Hipismo Saltos, Luciana Diniz entrará no Top 3, com 53 anos (que serão completados nesta quarta-feira, 11). Emerson Duarte (Tiro Esportivo), 51 (fará 52 antes do início dos Jogos), e Rodrigo Pessoa, 49, também estão entre os atletas mais velhos do país.

Do Oiapoque ao Chuí

Todas as cinco regiões do Brasil estarão representadas nos Jogos Pan-americanos. O Sudeste é o recordista, com 351 atletas. Sul (87), Nordeste (47), Centro-Oeste (26) e Norte (7) vêm na sequência.

image 2

Mistura do Brasil com…

França, Japão, Holanda, Argentina, Estados Unidos, Itália, Alemanha, Colômbia, Austrália e Armênia. Doze atletas que vão representar o Time Brasil são naturais destes países. São eles: Filipe Otheguy (pelota basca), Enzo Sawaiama (beisebol), Patrick Van Der Heijden, Yuri Van Der Heijden, Eduardo Luduena, Adam Imer (hóquei sobre grama), Scott Machado (basquete), Nathalie Moellhausen (esgrima), Valentina Bosselmann (golfe), Sofia Scheibler (patinação), Eduardo Soghomonyan (luta greco-romana) e Antônio Bravo Neto (triatlo).

Passaporte para Paris

Os Jogos Pan-americanos 2023 terão um peso ainda maior para uma série de modalidades. São 21 esportes com possibilidades de vagas diretas para os Jogos Olímpicos Paris 2024, entre eles: boxe, ginástica artística, nado artístico, surfe e tênis. Além disso, há dez modalidades com vaga indireta, ou seja, valem pontos importantes no ranking para classificação. Natação, atletismo, triatlo e basquete 3×3 são algumas delas.

Tem no Pan

Beisebol, karatê, squash, wakeboard, boliche e patinação: essas modalidades você só vê nos Jogos Pan-americanos! Elas ficam de fora dos Jogos Olímpicos, mas fazem parte do programa de Santiago 2023. Quer saber mais sobre esses esportes? O Canal Olímpico do Brasil lançou a série “Tem no Pan”, que conta tudo sobre elas com quem entende do assunto: os atletas do Time Brasil.

Recordistas

O COB vai levar para Santiago a maior equipe da história do Brasil no exterior. Serão 623 atletas, além de 11 reservas, 263 oficiais de confederações e 124 oficiais do comitê, totalizando 1020 pessoas na delegação verde-amarela.

image 1

O curioso caso de Rebeca Andrade “Button”

Campeã olímpica em Tóquio 2020, Rebeca Andrade fez o caminho inverso da maioria dos atletas. Ela disputou os Jogos Olímpicos pela primeira vez aos 17 anos, no Rio, em 2016, e participou de seu primeiro Campeonato Mundial Sênior em 2018, em Doha. Agora, dona de duas medalhas olímpicas e oito em mundiais, Rebeca fará no Chile sua estreia em Jogos Pan-americanos.

Calçada da fama

O Brasil vai contar com um time de estrelas nas seis sedes dos Jogos Pan-americanos. Além de Rebeca Andrade, suas companheiras de equipe Flavia Saraiva e Jade Barbosa também vão marcar presença no Chile. Ana Marcela Cunha (águas abertas), Beatriz Ferreira (boxe), Isaquias Queiroz (canoagem), Fernando Scheffer (natação), Rafaela Silva (judô), Arthur Nory (ginástica artística), Guilherme Costa (natação), Tati Weston-Webb (surfe), Luisa Stefani (tênis) e Paulo André (atletismo) são alguns dos grandes nomes do Time Brasil em Santiago.

image

Estrelas também na telinha

O Canal Olímpico do Brasil, em parceria com a Cazé TV, vai transmitir os Jogos Pan-americanos 2023 com exclusividade para o Brasil. Serão quatro canais ao vivo levando para o torcedor tudo que vai rolar em Santiago. E as estrelas não estarão só nas quadras, tatames, piscinas… O Canal anunciou um time de peso para as transmissões. A campeã olímpica no vôlei Fernanda Garay foi convocada pelo COB e vai dividir as telinhas com Alvaro José, Fernando Nardini e Beth Romero, além de Murilo Borges e João Barretto. No aquecimento para o Pan, o Canal Olímpico do Brasil traz ainda séries especiais: “Tem no Pan”, que já está no ar, mostra curiosidades de esportes que não estão no programa olímpico; e “Meu Pan”, com estreia no dia 15 de outubro, com grandes que contam curiosidades de suas participações históricas na competição.

Sede: Rodovia Jornalista Manoel de Menezes, 2001, Praia Mole,
Florianópolis/SC – CEP: 88.0061-700.

logo cbs 99

©2024. Confederação Brasileira de Surf – CBSurf