RESULTADOS FINAIS DO ISA WORLD JUNIOR CHAMPIONSHIP

O catarinense Luan Wood, deixando o paraibano Elivelton Santos em segundo, comandou a dobradinha verde e amarela  campeã e vice na final Sub 18 do ISA World Surfing Júnior, o Mundial Sub 18 e Sub 16 da International Surfing Association encerrado neste domingo em Praia da FAE, Salinas, Equador, onde o Brasil, com dez representantes, mas desfalcado de dupla pontuadora, foi quinto colocado geral.

 

O catarinense Luan Wood, deixando o paraibano Elivelton Santos em segundo, comandou a dobradinha verde e amarela  campeã e vice na final Sub 18 do ISA World Surfing Júnior, o Mundial Sub 18 e Sub 16 da International Surfing Association encerrado neste domingo em Praia da FAE, Salinas, Equador, onde o Brasil, com dez representantes, mas desfalcado de dupla pontuadora, foi quinto colocado geral.

Luan, catarinense novo campeão mundial Sub 18, de treinos constantes em casa na Praia do Matadeiro, Florianópolis, foi quem mais contribuiu para o Brasil ser top 5 , ao dominar a final do Mundial abrindo-a com onda avaliada em oito pontos e meio e  a seguir ampliando o total geral com 5,83 que garantiram 14,43 no total e deixaram o compatriota Elivelton precisando ao final  de 8,04 ao ter como melhor nota seis pontos e quarenta.

 “Obrigado senhor! Obrigado a minha família e a Secretaria de Esportes de Santa Catarina, se não fosse eles não estaria aqui, estou sem patrocínio e agora ganhei esse campeonato e estou muito feliz, só comemorar, valeu Brasil! campeãoooo!!!” foram as primeiras palavras do atleta brasileiro mais novo campeão júnior da International Surfing Association (ISA)  em seu segundo e último ano no quarteto júnior brasileiro e agora da galeria mundial na qual estão outros cinco brasileiros desde 2006, o anterior sendo o também catarinense Matheus Navarro, em 2012, e dois anos antes o paulista Gabriel Medina, hoje líder da elite profissional.

Luan, em 2013 já levara, também em etapa única, o Sub 20 Sulamericano, disputado no Peru e igualmente em ondas para a esquerda da remada dos competidores na onda, na ocasião Wood  recebeu  nota dez na decisão que tinha muitos dos adversários latinos do Mundial encerrado na tarde deste domingo, em que as ondas da final também exigiram que ele -  por se posicionar sempre com o pé esquerdo a frente da prancha- surfasse de costas para as mesmas  que abriram só para a esquerda, além de terem o maior tamanho dos oitos dias.


 

 

Lucca Messina, do Peru, e o havaiano Imai De Vault finalizaram em terceiro e quarto; antes, pela manhã, caíram á última repescagem de onde voltaram para novamente coadjuvar o vice Elivelton Santos o campeão Luan Wood, dobradinha que ratificou o quinto lugar brasileiro que só o Peru ameaçava se Messina vencesse.

O Havaí venceu entre seleções e duplamente no feminino, com Tatiana Weston Webb, na Júnior, e Mahina Maeda, na Mirim (Sub 16), sendo a França segunda colocada e vencendo com o mirim  Leo Paul Etienne na versão masculina destes mais novos além de comemorar Kim Veteau em segundo lugar na exibição quase perfeita de Tatiana pelo Havaí: 18,16 de média para suplantar o recorde de dias anteriores do júnior paulista Gabriel André, sem falar que nas ondas de mais de dois metros a surfista pelo Havaí, nascida e também cidadã brasileira, atingiu 9,83 na melhor onda de todas as finais, segunda melhor nota individual no geral abaixo apenas dos 9,9 pontos do paraibano vice campeão Elivelton Santos, que fez uso de duas pranchas na decisão, e assim perdeu tempo mas não o segundo posto na vitória de Luan Wood.

 O campeão desde muito novo faz parte de uma equipe familiar denominada “Wood Brothers” ao lado do irmão Cauê, com dois anos a mais que ele, "Eu comecei a surfar com ele (Cauê). Desde sempre, corremos atrás dos nossos sonhos juntos. Um ajuda o outro, um torce pelo outro” disse Luan, que nesse domingo teve toda torcida do irmão e dos catarinenses que foram – entre os de todo Brasil- os que mais festejaram a dobradinha verde amarela dele com Elivelton Santos na última final do ISA Júnior.

Resultados gerais de seleções:

1. Havaí-21.168 Equipe Campeã Mundial Junior ISA *

2. França-20872, Medalha de prata

3. Australia-20628, Medalha de Bronze

4. EUA-18418, Medalha de Cobre

5. Brasil-17426

6. Perú-15062

7. Japão-14820

8. África do Sul-14618

9. Portugal-13852

10. Nova Zelandia-13474

11. Costa Rica-12252

12. Argentina-11866

*Disputando em separado dos Estados Unidos (EUA)


Resultados finais

Sub 18:

Luan Wood (BRA), Medalha de Ouro

Elivelton Santos (BRA), Medalha de Prata

Lucca Messinas (PER), Medalha de Bronze

Imai DeVault (HAV), Medalha de Cobre


Damas Sub-18:

Tatiana Weston Webb (HAV), Medalha de Ouro

Kim Veteau (FRA), Medalha de Prata

Tia Blanco (EUA), Medalha de Bronze

Leilani McGonagle (CRI), Medalha de Cobre


Sub 16:

Leo-Paul Etienne (FRA), Medalha de Ouro

Joe Van Dijk (AUS), Medalha de Prata

Nolan Rapoza (EUA.), Medalha de Bronze

Griffin Colapinto (EUA), Medalha de Cobre


Damas Sub-16:

Mahina Maeda (HAV), Medalha de Ouro

Leilani McGonagle (CRI), Medalha de Prata

Laura Poncini (AUS), Medalha de Bronze 

Maddie Peterson (EUA), Medalha de Cobre