CBSurf Tour show de surf

                                

Rota do Mar Surf and Music tem vitória de                              São Paulo

Segunda edição do evento foi mais uma vez etapa do CBSurf Tour e contou com duas vitórias do anfitrião Pernambuco

 

 

Das seis categorias disputadas até este domingo na segunda etapa do CBSurf Tour abrindo ao Rota do Mar Surf and Music 2017 em Baía de Maracaípe, Ipojuca, Pernambuco, três dos vencedores, o carioca Daniel Templar, a catarinense Tainá Hinckel (ambos na Sub 16) e Luís Mendes, na Sub 14, vinham de vitórias na abertura ocorrida no Pará e assim mantiveram-se líderes invictos em fim de semana de fortes ondas e vento intenso e no qual dois estreantes na temporada, os pernambucanos Deivison Santos e Luana Silva, venceram às finais Sub 18 “em casa”. Na avaliação de Simone, mãe do campeão mundial 2015 Gabriel Medina, “em casa” foi como se sentiu também a campeã por seleções São Paulo, agora na ponta do ranking de equipes  ao lado da segunda na etapa e também líder  Santa Catarina,  ambas de 1900 pontos acumulados após duas etapas.

Na Sub 18 de vitórias pernambucanas, os vices Tainá Hinckel (SC) e o paulista Eduardo Motta mantiveram a liderança e assim são os como maiores chances a figurar na seleção que vai ao Mundial Sub 18 da Associação Internacional de Surf (ISA), torneio anual que tem disputas Sub 16 e está confirmado para setembro no mesmo Japão que em 2020 sediará a estreia do surf como esporte olímpico.

Acirradas disputas

Na primeira das finais, a Sub 14, o catarinense Luís Mendes repetiu os mesmos 12 pontos alcançados em duas das três fases anteriores e, por pouco mais de cinco décimos, deixou na vice o pernambucano Lucas Lisboa (11,45), sendo terceiro Renan Rodrigues e o quarto Diego Aguiar, ambos paulistas coadjuvantes distantes com 5,45 e 6,85 na decisão.

Na Sub 16 feminina, os 10,05 pontos que garantiram a invencibilidade mirim da catarinense Tainá foram superiores em quatro décimos aos 9,65 da pernambucana Luana, com a carioca Carol Bonelli repetindo terceiro para ascender à vice no ranking nacional no qual a sua conterrânea Julia Duarte garantiu somar quarto lugar.

Com disputa maior pelo título, a versão Sub 16 deles foi de 13,1 pontos e vitória do carioca Daniel Templar, vice para o paulista de São Sebastião Kauê Germano (12,35), terceiro para o conterrâneo Eduardo Mota e quarto para o cearense Lucas Bezerra, autores de 11,65 e 6,65 nas respectivas médias finais.

Os 13 pontos da pernambucana Luana Silva na vitória Sub 18 foram intensamente comemorados e inverteram as duas primeiras posições da final feminina anterior, com a catarinense Tainá Hinckel garantindo segundo lugar e ameaçando até o final a conquista da surfista que possui também nacionalidade norte-americana Nos Estados Unidos,  a campeã júnior da etapa participa de campeonatos desde ainda mais nova e é a atual campeã da NSSA na Califórnia.

Reforço de peso na equipe pernambucana, Luana desbancou na final não apenas a duplamente líder, mas também a cearense terceira Letícia Cavalcanti a carioca Luara Thompson, que terminou em quarto. “Estou me sentindo muito feliz por ter vencido na primeira vez em que surfo no Brasil”, declarou. Ela deve continuar reforçando a equipe de Pernambuco na terceira etapa do CBSurf Tour, próximos dias 27 a 29, em São Paulo, quando se define o time que representará o Brasil no Mundial ISA Júnior.

A bateria final da sub-18 foi a mais emocionante com Deivison Santos faturando a equilibrada e disputa para se coroar com 13,30 não só o maior pontuador entre os finalistas como também o mais eficiente competidor dos dois dias de prova em que seu recorde de 15 pontos de média no sábado foi superados no domingo pelo seu vice, o paulista Eduardo Motta, (15,25 em fase anterior Sub 16) e manteve a  maior nota da competição (8,5 no primeiro dia) e que para o segundo lugar da prova somou 11,85  pontos, sendo  terceiro lugar o seu conterrâneo do  Instituto Gabriel Medina, Daniel Adisaka e  quarto Geovanni Alves, de Natal,  Rio Grande do Norte,

Deivison foi apoiado para se inscrever e disputar o evento pelo seu shaper de pranchas Ricardo Marroquim, o atleta da Praia do Xaréu, no vizinho Cabo, mostrou domínio d as ondas de Maraca para conquistar a sua primeira vitória no brasileiro. “Vencer em casa é sinistro. Tem a plateia, uma torcida grande e temos que fazer o dever de casa. Esse título na etapa não é só meu, é de todos que torceram e me ajudaram a chegar até aqui”, declarou emocionado.

EQUIPES – Os atletas participam do CBSurf Tour com a obrigação de pontuar individualmente e os melhores de cada estado somam para equipe em cinco categorias. Em “Maraca, a segunda etapa do circuito de base do surf brasileiro foi vencida pelo estado de São Paulo, seguido por Santa Catarina e Pernambuco”. 

Bruno Cavalcanti, presidente da Federação Pernambucana de Surf exaltou o ótimo terceiro lugar do estado anfitrião “Nosso bom resultado é fruto de muita luta. Vencemos nas duas principais categorias e continuaremos buscando apoio de empresas, como a Rota do Mar, que estejam dispostas a engrandecer o surfe pernambucano e os nossos atletas a se destacarem no cenário nacional”, comentou. “Temos que ir muito fortes e preparados para a próxima etapa em Maresias, pois o Instituto Gabriel Medina está com uma equipe muito forte. Precisamos vencer lá para trazer Pernambuco novamente para o lugar mais alto do pódio”, complementou ele que na sua gestão tornou o estado  atual campeão brasileiro de surf por equipes.

 

 

O CBSurf Tour definirá na etapa três aos atletas que, pelo ranking, vão participar do Mundial Júnior da Associação Internacional de Surfe (ISA), entre 23 de setembro a 1° de outubro  no Japão. Pelo menos 11 de doze nomes sairá do ranking provisório.

No total, serão quatro atletas no sub-18 masculino, duas no sub-18 feminino, quatro no sub-16 masculino e outra dupla no sub-16 feminino, a ser definitivamente conhecidos entre 27 e 29 deste mês, na igualmente elogiada praia de Maresias, a praia de Gabriel Medina e da volta do CBSurf Tour ao sudeste.

O CBSurf Tour abrindo ao Rota do Mar Surf and Music em Ipojuca, foi realização CBSurf com Federação Pernambucana e ANS Associação Nordestina, tem apoio da Prefeitura de Ipojuca, Pranchas Real Magia, Blocos Teccel, Pousada Parador 081, Bar do Marcão e Restaurante da Mônica, que também apoiam o Brasileiro CBSurf Master e o  Nordestino Profissional que nos dois próximos finais de semana acontecem em Maracaípe.

 

 


II Etapa do CBSurf Tour – Resultados

 

- Júnior Sub 18 (masculina)

1º - Deivison Santos (PE)

2º - Eduardo Motta (SP)

3º - Daniel Adisaka (SP)

4º - Geovanni Alves (RN)

 

Júnior Sub 18 (feminina)

1º - Luana Silva (PE)

2º - Tainá Hinckel (SC)

3º - Letícia Cavalcanti (CE)

4º - Luara Thompson (RJ)

 Mirim Sub 16 (masculina)

1º  - Daniel Templar (RJ)

2º - Kauê Germano (SP)

3º - Eduardo Motta (SP)

4º - Lucas Bezerra (CE)

 Mirim Sub 16 (feminina)

1º  - Tainá Hinckel (SC)

2º - Luana Silva (PE)

3º - Carol Bonelli (RJ)
4º - Júlia Duarte (RJ)

 

- Iniciantes Sub 14 (masculina)

1º  - Luís Mendes (SC)

2º - Lucas Lisboa (PE)

3º - Renan Rodrigues (SP)
4º - Diego Aguiar (SP)

 

 

CBSurf Tour 2017 – Resultado por equipe - 2ª etapa

 

Seleções colocação e pontuação na etapa

1º - São Paulo 5642 pontos

2º - Santa Catarina 4899 pts

3º - Pernambuco 4884 pts

4º Rio de Janeiro 3986 pts

5º Ceará 3620 pts

6º Rio Grande do Norte 1553 pts

7º Paraíba 1515 pts

8º Alagoas 1062 pts

9º 615 pts

10º 42 pts

 

Seleções

Ranking 2017

Seleções

1º São Paulo SP 1900 (900+1000)

1º Santa Catarina SC 1900 (1000+900)

3ºCeará CE 1456 (810 +646)

4º Rio de Janeiro RJ 158 (729+729)

5º Rio Grande do Norte RN 1312 (656 +656)

6º Pernambuco PE 1197( 387 + 810)

7º Paraíba PB 1121 (590+=531)

8º Alagoas AL 1009 (531++478)

9º Pará PA 865 (478+387)

10º Maranhão MA e Bahia BA 430 (431)

  

LÍDERES

 

 

Júnior Sub 18

1º Eduardo Motta SP 1900 pontos

 

Júnior Feminino

1ª Tainá Hinckel SC 1900 pontos

Mirim Sub 16

1º Daniel Templar RJ 2000 pontos

 

Mirim Feminino

1º Tainá Hinckel SC 2000 pontos

 

Iniciante Sub 14

1º Luís Mendes SC 2000 pontos

 

 

 

Chico Padilha *

Assessoria para CBSurf

Colaborou Combogó Comunicação Assessoria para Rota do Mar

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Chico Padilha

Assessoria para CBSurf